Eliminatórias da Copa

Van Gaal reconhece culpa no tropeço da Holanda, mas critica postura de atletas contra Montenegro

Treinador atribuiu empate ao fato dos jogadores não terem feito o combinado em campo

Uma figura tão grande como Louis van Gaal não poderia passar incólume e em silêncio após uma frustração tão significativa como o empate concedido pela Holanda contra Montenegro, no último sábado. Mesmo com dois gols de vantagem, a equipe alaranjada desperdiçou a chance de se classificar diretamente para a Copa do Mundo de 2022 ao sofrer dois tentos em dez minutos, em Podgorica.

A atuação fraca no segundo tempo, bastante relaxada, chamou os montenegrinos de volta ao jogo. A Holanda não fez por onde para administrar a vantagem e não conseguiu impedir a reação dos mandantes. Com o resultado, a seleção de van Gaal precisa obrigatoriamente vencer a Noruega, em Roterdã, na terça-feira, sem a presença da torcida, por conta de restrições no combate à covid-19.

Van Gaal reconheceu sua culpa, mas não poupou críticas ao elenco: “Foi muito conveniente para nós perder o foco, mas o gosto é amargo. Ainda estamos em uma posição favorável. Tentei explicar a eles no vestiário que não jogaram como combinamos. São os jogadores que tem de falar nessas horas. Tivemos algumas reações, mas isso deveria ter ficado entre nós. No fim, é minha culpa. Fiz substituições que não foram boas também”, comentou o comandante em entrevista à emissora holandesa NOS.

A reclamação do técnico tem alvo: depois do empate, o capitão Virgil van Dijk disparou publicamente algumas palavras duras por conta do vacilo holandês. “É um escândalo como jogamos nos 45 minutos finais. Queremos ter a posse, atacar e marcar. Mas também temos de nos preocupar com a defesa. Demos muito espaço a eles e fomos punidos. Não nos organizamos o suficiente e sofremos com isso. Só precisávamos vencer para garantir a classificação aqui. Montenegro que me desculpe, mas nós somos a Holanda, nossa missão era ganhar, especialmente depois de abrir dois gols de vantagem. Talvez tenhamos sido preguiçosos. Agora vamos tentar nos classificar na terça-feira”, reclamou o zagueiro.

Apesar de estar na liderança do grupo, a Holanda não pode cometer mais erros. Caso tropece e não vença a Noruega, a Turquia pode se tornar a campeã da chave, já que enfrenta Montenegro (sem qualquer chance de repescagem) na última rodada. Uma vitória simples basta para que a Laranja retorne ao Mundial após a ausência no torneio em 2018.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo