Eliminatórias da Copa

Turquia dá sequência a início avassalador nas eliminatórias da Copa e faz da Noruega sua nova vítima

A Noruega tem em Erling Haaland uma máquina de fazer gols, mas, neste sábado (27), foi a Turquia que foi eficaz em frente ao alvo. Dando sequência ao 4 a 2 sobre os Países Baixos na estreia das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, os turcos impressionaram mais uma vez e, com dois gols de Ozan Tufan e um de Çaglar Söyüncü, bateram os noruegueses por 3 a 0.

A Turquia abriu o placar logo aos quatro minutos com Tufan, que bateu de esquerda após cruzamento baixo e desviado no meio da defesa norueguesa. Aos 28 minutos, em cobrança de escanteio de Yusuf Yazici, Söyüncü subiu mais alto que os oponentes e cabeceou para fazer 2 a 0.

Já na segunda etapa, aos 14 minutos, a Turquia trocou passes em busca de espaço até que Çalhanoglu encontrou Tufan livre na frente da área. O camisa 6 recebeu, ajeitou o corpo e bateu colocado para marcar um golaço e fechar antecipadamente o 3 a 0.

Mesmo com uma equipe repleta de bons nomes, como Elyounoussi, Haaland, Odegaard e Sorloth, a Noruega não teve grande atuação e finalizou apenas uma vez ao alvo. Em duas oportunidades, até conseguiu balançar a rede, mas em lances invalidados: Sorloth, no primeiro tempo, e Haaland, no segundo, venceram o goleiro Ugurcan Çakir e marcaram, mas ambos em posição de impedimento.

A Turquia permanece na ponta do grupo G das eliminatórias europeias para a Copa de 2022, com 100% de aproveitamento e sete gols marcados em duas partidas. A Noruega, que havia vencido Gibraltar na abertura da classificatória, cai para o 4º lugar com o mesmo número de pontos que os Países Baixos, que se recuperaram da derrota para os turcos ao bater a Letônia e assumiram o 3º lugar.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo