Eliminatórias da Copa

Slimani marcou quatro dos oito gols da Argélia contra Djibuti e virou o maior artilheiro da história da seleção

Com 36 gols pelas Raposas do Deserto, Slimani igualou a marca de Abdelhafid Tasfaout

A Argélia não teve piedade de Djibuti neste início das Eliminatórias para a Copa de 2022: as Raposas do Deserto aplicaram uma goleada por 8 a 0 na cidade de Blida. Esta foi a segunda maior vitória da história da seleção argelina, perdendo apenas para os 15 a 1 sobre o Iêmen do Sul em 1973. E o resultado ganhou mais peso histórico maior graças a Islam Slimani. O centroavante anotou quatro gols na noite e, de quebra, se tornou o maior artilheiro da equipe nacional. São 36 tentos de Slimani, igualado a Abdelhafid Tasfaout, que defendeu a seleção principal de 1990 a 2002.

Slimani abriu o placar aos cinco minutos. Para facilitar ainda mais, a Argélia ganhou um pênalti aos 23, depois que Mohamed Batio meteu a mão na bola para evitar um gol de Slimani e foi expulso. A partir de então, com um a mais, as Raposas do Deserto deitaram e rolaram. Antes do intervalo, Slimani converteu o penal, até que Ramy Bensebaini e Baghdad Bounedjah também marcassem. Já no segundo tempo, os quatro gols viraram oito. Slimani assinalou mais dois, enquanto Riyad Mahrez e Ramiz Zerrouki encerraram a festa.

Slimani marcou seus 36 gols em 75 partidas. A maior parte deles veio em Eliminatórias, 13 na qualificação para a Copa do Mundo e mais 10 nos jogos rumo à Copa Africana. O centroavante anotou quatro em fases finais da CAN e ainda outros dois na histórica campanha no Mundial de 2014. Os sete restantes vieram em amistosos. O maior número de jogos de seleções nas últimas décadas auxiliam o artilheiro. Ainda assim, ele merece seu lugar na história, também compondo o elenco no título continental de 2019 com as Raposas do Deserto.

A Argélia lidera o Grupo A das Eliminatórias. Sua principal concorrente é Burkina Faso, que bateu Níger por 2 a 0. Vale lembrar que apenas os líderes de cada chave avançam para a fase final do qualificatório. Nos outros jogos do dia, destaque para os 2 a 0 de Marrocos sobre o Sudão e para o triunfo de Benin por 1 a 0 contra Madagascar. Já a grande surpresa ficou para o empate arrancado pela Tanzânia na visita à República Democrática do Congo, por 1 a 1.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo