Copa do MundoEliminatórias da Copa

[Roteiro] 15 bons jogos das Eliminatórias para ficar de olho até domingo

O Brasil entra em campo pelas Eliminatórias da Copa do Mundo nesta quinta-feira, mas a partida contra o Equador não é o único atrativo de uma Data Fifa recheadíssima. Há clássicos em várias partes do mundo, especialmente na América do Sul e na Europa. Mas, ainda mais importante do que isso, há várias definições rumo ao Mundial de 2018 acontecendo. Novos classificados devem sair – como o próprio Japão, que abriu a rodada desta quinta com festa, ao se confirmar na Rússia após a vitória sobre a Austrália. Abaixo, apresentamos um cardápio de partidas interessantes para ficar de olho até domingo, em uma versão especial do nosso Roteiro Trivela. Vale lembrar que a Data Fifa continua até terça – e deveremos apresentar um novo cardápio com o restante da rodada. Confira os destaques:

França x Holanda
Quinta-feira, 15h45 (SporTV)

Um jogo de enorme significado, não apenas pelo peso das seleções. A França ainda busca se firmar na liderança do Grupo A. A derrota para a Suécia na rodada passada deixou os escandinavos à frente na tabela, graças aos critérios de desempate. E, por mais que tenha potencial, o time de Didier Deschamps precisa ressaltar isso dentro de campo. Antoine Griezmann, Paul Pogba e Kylian Mbappé compõem as principais esperanças desta convocação. Do outro lado, a situação da Holanda é bem mais dramática. A Oranje joga praticamente a sua vida no Stade de France. Tudo bem que ainda há o confronto direto contra a Suécia em duas rodadas, mas a equipe de Dick Advocaat depende de uma reação o quanto antes, três pontos atrás de seus principais concorrentes. Não à toa, o treinador apostou em um elenco cheio de medalhões – Arjen Robben, Wesley Sneijder e Robin van Persie lutam por aquela que pode ser a última Copa do Mundo de sua geração.

Cavani e Suárez (Foto: Getty Images)

Uruguai x Argentina
Quinta-feira, 20h (SporTV 2)

O clássico do Rio da Prata celebra a sua história nesta quinta-feira. É um jogo decisivo pelas Eliminatórias, mas também uma celebração entre os países pela candidatura conjunta para a realização da Copa do Mundo de 2030. Luis Suárez e Lionel Messi usarão camisas especiais para divulgar o projeto. Mas, camaradagem à parte, o duelo vale demais já para 2018. Um confronto direto no Estádio Centenário, essencial para as pretensões de ambos os países rumo ao Mundial. A Celeste teve a boa notícia do retorno de Luis Suárez, recuperado de lesão recente – quem sabe, para dificultar os rivais na tabela. Do outro lado, a Albiceleste vem com Jorge Sampaoli tentando colocar ordem na casa. Será o primeiro jogo competitivo do novo treinador, imprimindo seu estilo desde a última Data Fifa. Olho em Mauro Icardi, aparentemente o escolhido neste primeiro momento para servir de referência no ataque. Enquanto o Uruguai soma 23 pontos e está na terceira posição, a Argentina tem um a menos e aparece na zona da repescagem.

Brasil x Equador
Quinta-feira, 21h45 (Globo, SporTV)

A seleção brasileira sorri pela presença na Copa do Mundo faz tempo. Mas Tite sabe a importância que esta reta final das Eliminatórias tem. Não é questão apenas de perseguir recordes e melhorar os números, mas de manter o desenvolvimento da equipe e não perder ritmo no momento mais importante do ciclo. O Brasil entra em campo em Porto Alegre com um bocado de mudanças em relação às últimas partidas. Não necessariamente pelos jogadores, mas sim por aquilo que aconteceu com eles, fazendo o mercado de transferências tremer. E ainda existirão cenas para o último capítulo nesta quinta, pouco antes da bola rolar contra os equatorianos. Do outro lado, o Equador tenta seguir no páreo, depois da queda vertiginosa nas Eliminatórias. Se a vitória do Brasil em Quito representou um novo momento à Seleção, também pegou em cheio La Tri. Com 20 pontos, já fora da zona da classificação, ao menos um empate pode ser importante para a concorrência não se desgarrar.

Nigéria x Camarões
Sexta-feira, 13h (ESPN+)

Não tem muito jeito: há sempre uma seleção de peso que acaba ficando pelo caminho nas Eliminatórias Africanas. E o sorteio da atual edição representou o azar de Nigéria e Camarões. Duas potências históricas se digladiam por uma vaga também com Zâmbia e Argélia. As Super Águias, ao menos, já largaram muito bem na tabela. Os nigerianos venceram os seus dois primeiros jogos e somam quatro pontos de vantagem. Não é um time de estrelas, mas tem muitos jogadores experimentados, sobretudo pela rodagem no futebol inglês. Já Camarões tenta defender seu status de atual campeão continental. Os Leões Indomáveis empataram as duas primeiras partidas e precisam se recuperar na visita a Uyo. Vincent Aboubakar é sempre uma esperança de gols.

draxler

República Tcheca x Alemanha
Sexta-feira, 15h45 (SporTV 2)

Jogo de peso que pode ser difícil para a Alemanha, mas ajudará bastante a encaminhar os tetracampeões mundiais à Copa do Mundo. O Nationalelf domina o Grupo C e praticamente se garante no torneio com duas vitórias em seus próximos compromissos. Já a República Tcheca acompanha de longe, nove pontos atrás, mas ainda assim tentando perseguir a Irlanda do Norte por um lugar na repescagem. Joachim Löw volta a contar com o seu elenco principal, após poupar estrelas na Copa das Confederações. Mats Hummels, Toni Kroos, Thomas Müller e Mesut Özil estão entre os destaques que reaparecem. Já a República Tcheca não conta com craques, mas aposta em um conjunto que costuma trabalhar bem coletivamente, com vários jogadores do futebol local. Individualmente, se sobressaem justamente aqueles que atuam no futebol alemão: Vladimír Darida, Pavel Kadeřábek e Theodor Gebre Selassie.

 

Eslováquia x Eslovênia
Sexta-feira, 15h45

Não é dos jogos mais pesados das Eliminatórias – tanto que nem terá transmissão na televisão brasileira. Mesmo assim, representa aquilo que todos gostam de ver: disputa acirrada por uma vaga na Copa do Mundo. Enquanto a Inglaterra tenta disparar no Grupo F, eslovacos e eslovenos seguem no vácuo. A Eslováquia soma dois pontos a menos que os ingleses e vêm de quatro vitórias consecutivas. Tentam manter o embalo em casa contra a Eslovênia, um ponto atrás, na terceira colocação. Noite de Marek Hamsik contra Jan Oblak sempre pode ser uma boa pedida.

Tunísia x República Democrática do Congo
Sexta-feira, 17h

Se você espera a confirmação de seleções há tempos ausentes da Copa do Mundo rumo a 2018, a República Democrática do Congo pode alimentar as suas expectativas. Os Leopardos estão longe do Mundial desde 1974, quando o país ainda se chamava Zaire. Com uma geração que costuma aparecer bem na Copa Africana de Nações, agora disputam a vaga do Grupo A contra a Tunísia. As duas seleções venceram seus dois primeiros compromissos e fazem o primeiro confronto direto em Radès. Com um time basicamente formado por jogadores de sua liga local, os tunisianos possuem como grande diferencial técnico o atacante Youssef Msakni. Já os congoleses são bem mais rodados, a exemplo de Cédric Bakambu.

lewandowski

Dinamarca x Polônia
Sexta-feira, 15h45 (ESPN Brasil)

A Polônia é uma das gratas surpresas destas Eliminatórias. Com cinco vitórias nas últimas cinco rodadas, vem nadando de braçada no Grupo E, já acumulando seis pontos de vantagem. Pode ser, inclusive, uma das seleções a se garantirem antecipadamente nesta Data Fifa. E contam com a fase espetacular de Robert Lewandowski, autor de 11 gols nos seis primeiros jogos. A Dinamarca vem no pelotão logo atrás. São 10 pontos para os nórdicos, que começaram mal a campanha, mas se recuperam e se colocam no páreo com Montenegro pela vaga na repescagem. Terão o apoio da torcida no Estádio Parken, sua tradicional fortaleza. Será um duelo interessante entre Kasper Schmeichel e o goleador polonês.

México x Panamá
Sexta-feira, 23h (ESPN+)

O México não transmitiu confiança em suas últimas participações internacionais – longe de cumprir as expectativas na Copa América Centenário, na Copa das Confederações e na Copa Ouro. De qualquer maneira, o time de Juan Carlos Osorio sobra no hexagonal decisivo das Eliminatórias da Concacaf. Pode até se confirmar no Mundial, caso vença o Panamá e Honduras não passe de um empate em seu compromisso. Desta vez El Tri terá força máxima, especialmente pelas opções na linha de frente: Chicharito Hernández, Giovani dos Santos, Carlos Vela, Raúl Jiménez, Tecatito Corona e Hirving Lozano. Já os panamenhos, de qualquer forma, seguem bem para descolar ao menos uma vaga na repescagem, ocupando atualmente a quarta colocação – e um ponto atrás dos renascidos americanos. Considerando o cruzamento com os asiáticos, o sonho permanece concreto.

Estados Unidos x Costa Rica
Sexta-feira, 19h55 (ESPN Brasil)

Duas seleções que devem se classificar à Copa do Mundo, mas podem facilitar sua vida nesta rodada. Os americanos vinham em um momento difícil sob as ordens de Jürgen Klinsmann, mas sacudiram a poeira desde o retorno de Bruce Arena e se colocaram na zona de classificação. Christian Pulisic, sobretudo, tem feito grandes partidas pelo US Team. Do outro lado, a Costa Rica só perdeu um jogo na campanha até o momento e está entalada na garganta dos adversários, depois da goleada por 4 a 0 em San José. Keylor Navas volta ao time, após a ausência na Copa Ouro, e é um acréscimo imensurável.

Buffon falha e Vitolo marca o gol (AP Photo/Antonio Calanni)

Espanha x Itália
Sábado, às 15h45 (SporTV)

Ao lado de França x Holanda, o Estádio Santiago Bernabéu receberá o outro grande jogo dessas Eliminatórias. Mais do que o encontro de duas seleções pesadas, o jogo também marca a transição de duas gerações bastante promissoras. Tanto espanhóis quanto italianos estarão recheados de jovens talentos. Será possível acompanhar nomes como Andrea Belotti, Marco Verratti, Federico Bernardeschi e Andrea Conti contra Marco Asensio, Saúl, Suso e Isco – por mais que velhas referências como Gianluigi Buffon e Andrés Iniesta persistam, inclusive com o retorno de David Villa após três anos de ausência. A Roja lidera o Grupo G, mas apenas pelos critérios de desempate, com ambas as equipes acumulando 16 pontos. Considerando a chave repleta de adversários acessíveis para ambos, uma vitória tende a ser a diferença entre a vaga direta e a repescagem.

Gales x Áustria
Sábado, às 15h45 (ESPN Brasil)

Após a participação histórica na Eurocopa, Gales tem decepcionado. Os britânicos não fazem grande campanha nas Eliminatórias, com cinco empates nos últimos cinco jogos. A equipe precisa de um Gareth Bale que não tem sido visto no Real Madrid para fazer a diferença contra a Áustria. Os austríacos estão em situação parecida no Grupo D, com ambos os times somando oito pontos, tentando não deixar Sérvia e Irlanda (ambos com 12 pontos) se distanciarem. Assim, um triunfo em Cardiff carregará enorme significado em manter as chances vivas, ainda mais levando em conta que sérvios e irlandeses pegam os azarões do grupo na rodada.

Ucrânia x Turquia
Sábado, 15h45

Por seu equilíbrio, o Grupo I é um dos mais legais das Eliminatórias. São quatro seleções claramente no páreo pela vaga direta e por um lugar na repescagem. Croácia e Islândia aparecem acima, com 13 pontos cada. Já Ucrânia e Turquia entrarão em campo em Kharkiv com 11 pontos. Os turcos vêm de uma sequência melhor, embora as três vitórias consecutivas tenham acontecido contra os dois rivais mais fracos da chave, Finlândia e Kosovo. Além do mais, há uma turbulência interna na federação, especialmente após a demissão de Fatih Terim por problemas extracampo. Mircea Lucescu é o novo responsável pela equipe nacional. Já a Ucrânia tenta se aproveitar da bagunça nos rivais em um período no qual seus protagonistas estão em alta, sobretudo após a transferência de Andrey Yarmolenko ao Borussia Dortmund.

Cristiano Ronaldo comemora (Photo by Francois Nel/Getty Images)

Hungria x Portugal
Domingo, 15h45 (SporTV)

Um dos melhores jogos da Euro 2016 será reeditado em Budapeste, com um clima completamente diferente daquilo que aconteceu há um ano. Os húngaros passam por uma crise imensa, especialmente após a derrota para Andorra, e veem o jogo mais como uma chance para elevar o moral do que exatamente como uma oportunidade de seguir à Copa do Mundo. Já são oito pontos de desvantagem para os lusitanos, que precisam se manter na cola da Suíça, com três de vantagem na liderança. Nesta sexta, Cristiano Ronaldo já terá a oportunidade de saciar sua fome de gols em casa contra as Ilhas Faroe, antes de seguir viagem para pegar os magiares.

Grécia x Bélgica
Domingo, 15h45

Neste momento, a Grécia se coloca como a seleção mais próxima de dificultar o caminho da Bélgica rumo à Copa do Mundo.Os Diabos Vermelhos lideram o Grupo H com quatro pontos de vantagem em relação ao Navio Pirata – e cinco para a Bósnia Herzegovina. Nesta quinta, as duas seleções abrem a Data Fifa com compromissos mais fáceis: os belgas recebem Gibraltar, enquanto os gregos pegam a Estônia. O confronto em Pireu daqui a três dias terá um peso muito maior. Aos belgas, restará também contornar o princípio de crise interna, após a ausência de Radja Nainggolan na lista de Roberto Martínez. No papel, de qualquer forma, o favoritismo é inegável.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo