Eliminatórias da Copa

República Centro-Africana choca a Nigéria ao vencer com gol aos 45 minutos do segundo tempo

Com Iheanacho e Osimhen em campo, a Nigéria foi derrotada nesta quinta-feira, mas segue na liderança do seu grupo

A República Centro-Africana conseguiu uma vitória enorme e surpreendente nesta quinta-feira, por 1 a 0, sobre a poderosa Nigéria, com um gol aos 45 minutos do segundo tempo em jogo válido pela terceira rodada da fase de grupos das Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2022.

Como a Nigéria venceu os dois primeiros jogos e ainda lidera o grupo com seis pontos, dois a mais do que os centro-africanos e Cabo Verde, que derrotou a Libéria por 2 a 1, o resultado não deve complicar sua classificação, mas foi o mais impactante do dia de jogos no continente. Apenas os líderes de cada grupo passam ao mata-mata que decide as cinco vagas da África no Mundial.

Iheanacho, atacante do Leicester, levou perigo com uma batida colocada de longe que passou perto do ângulo do goleiro Prince Samola. No começo do segundo tempo, Victor Osimhen, atacante do Napoli em ótima fase, acertou a trave com um cruzamento e, na sequência, Taiwo Awoniyi recebeu de frente, mas carimbou a defesa e ganhou apenas escanteio.

Karl Namnganda recebeu um passe de cabeça e saiu na cara do goleiro Francis Uzoho, que fez uma boa defesa, mas Namnganda não desperdiçaria a segunda chance. Leon Balogun errou na hora de lidar com um lançamento na entrada da área, o atacante da República Centro-Africana ficou com a sobra e bateu no canto para fazer o único gol da partida.

.

 

Túnisia vence com golaço

No Grupo B, a Tunísia manteve 100% de aproveitamento ao vencer a Mauritânia por 3 a 0, com destaque para o golaço de Ellyes Skhiri, jogador do Colônia, com uma bomba de fora da área. Wahbi Khazri se esticou para ampliar e Seifeddine Jaziri fechou o placar, após bola na trave, nos minutos finais. No outro jogo da chave, Guiné Equatorial subiu ao segundo lugar ao derrotar Zâmbia por 2 a 0 – Patson Daka perdendo uma chance clara com o gol aberto.

.

Steve Mounié também fez um belo gol, com um chute colocado pela esquerda da grande área, para dar a Benin a vitória por 1 a 0 sobre a Tanzânia, no grupo que também teve o triunfo da República Democrática do Congo por 2 a 0 sobre Madagascar. Benin é líder com sete pontos, dois a mais que os congoleses.

Ibrahima Koné, do Sarpsborg, da Noruega, converteu pênalti para completar a sua tripleta na goleada de Mali por 5 a 0 sobre o Quênia. Lidera o grupo com sete pontos, dois a mais que Uganda, que derrotou Ruanda com um gol solitário de Fahad Bayo, após rebote da trave.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo