Eliminatórias da Copa

O Chile amplia sua guinada nas Eliminatórias, ao passar fácil pela Venezuela em Santiago

Depois de bater o Paraguai, Chile também cumpriu a missão contra a Venezuela e ficou a três pontos do G-4

A Data Fifa começou feito um pesadelo para o Chile, que perdeu o clássico para o Peru e parecia sem muitas esperanças de se classificar à Copa do Mundo. No entanto, a Roja encontrou forças em sua torcida e ressuscitou nas Eliminatórias, graças a duas vitórias consecutivas em Santiago. A tabela ajudou, é verdade, mas os chilenos deram mostras de energia nos triunfos sobre Paraguai e Venezuela. Nesta quinta, no Estádio San Carlos de Apoquindo, o Chile não encontrou dificuldades para derrotar os venezuelanos por 3 a 0. Agora, ficam a apenas três pontos da zona de classificação ao Mundial.

O Chile iniciou o jogo martelando e se aproveitou das bolas aéreas para abrir vantagem no placar. Aos 18 minutos, o primeiro gol veio a partir de um escanteio cobrado por Alexis Sánchez. Erick Pulgar surgiu na pequena área para escorar às redes, sem nem saltar. O goleiro Wuilker Faríñez ainda adiava uma vantagem maior, com boas defesas, enquanto Darwin Machís gerou algum incômodo do outro lado. Porém, o segundo gol chileno saiu aos 36, repetindo a jogada do primeiro. Sánchez cobrou outro escanteio para cabeçada certeira de Pulgar no segundo pau, com pouco ângulo.

A Venezuela tentou sair mais para o jogo no segundo tempo, mas a superioridade do Chile era evidente e os anfitriões seguiam mais perigosos, mesmo controlando o tempo. Diego Valdés acertou a trave num míssil de fora da área, enquanto Ben Brereton buscava o seu gol. O artilheiro da Championship fechou a conta aos 28, acionado por um ótimo passe de Jean Meneses. Brereton disparou e fuzilou Faríñez. Na reta final, Fernando Aristeguieta tentou descontar, mas Claudio Bravo trabalhou bem e manteve sua meta invicta.

O Chile só tinha uma vitória nas dez primeiras rodadas das Eliminatórias. Ganhou seus dois últimos jogos e chegou aos 13 pontos, tomando a sexta posição. A Roja fica a três pontos da repescagem e também da zona de classificação direta. Já a Venezuela vê como o triunfo sobre o Equador foi um ponto fora da curva. A geração possui seus valores, mas a bagunça da federação e a falta de comando resultam na fraca campanha da Vinotinto, lanterna com sete pontos.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo