Eliminatórias da Copa

Num jogo morno, a Argentina até contou com a sorte para vencer o Peru e dar mais um passo rumo à Copa

A Argentina foi superior, mas viu os peruanos perderem um pênalti e asseguraram o placar mínimo no Monumental

A vitória sobre o Uruguai na rodada anterior das Eliminatórias marcou a Data Fifa da Argentina. E a Albiceleste emendou mais um resultado positivo nesta quinta, mesmo fazendo o básico para derrotar o Peru dentro do Monumental de Núñez. Dá para dizer que o time de Lionel Messi até se valeu da sorte em Buenos Aires, já que os peruanos desperdiçaram um pênalti que poderia render o empate no segundo tempo. Assim, o placar de 1 a 0, construído no primeiro tempo dominante, bastou para ampliar a invencibilidade dos argentinos e aproximar o time da Copa de 2022.

A Argentina tomou a iniciativa durante os primeiros minutos, com direito a um tiro perigoso de Ángel Di María para fora. Porém, o Peru também respondeu em cobrança de falta e Emi Martínez espalmou o tiro de Gianluca Lapadula. Aos nove minutos, a Albiceleste teve um gol anulado, em cobrança de falta que Cristian Romero cabeceou em impedimento. De qualquer forma, somente com o passar do tempo é que o domínio argentino se tornou mais claro, com os peruanos ainda dando sustos esporádicos com Lapadula.

A partir dos 25 minutos, a insistência da Argentina se tornou maior. Os anfitriões pressionavam, com Messi na organização, mas esbarravam na marcação peruana. Foram algumas tentativas frustradas e um pênalti ignorado sobre Lautaro Martínez, até que o gol finalmente saísse aos 43. Numa tabela pelo lado direito, Nahuel Molina cruzou e Lautaro Martínez se antecipou à marcação para conferir de cabeça. O resultado parcial era mais condizente à superioridade argentina, mas não que os albicelestes fizessem uma atuação tão contundente.

O segundo tempo recomeçou travado e a entrada de Jefferson Farfán quase ajudou o Peru. Em uma de suas primeiras participações, o veterano foi derrubado por Emi Martínez. O pênalti dava a chance de empate à Blanquirroja. Todavia, Yoshimar Yotún exagerou na força e carimbou o travessão. A Argentina assustaria só depois, numa cobrança de falta de Messi que Pedro Gallese rebateu. Apesar do domínio na posse, a Albiceleste preferia administrar o resultado a agredir.

Lionel Scaloni até injetou sangue novo do meio para frente na reta final do jogo, com as entradas de Nicolás González e Guido Rodríguez, depois de Joaquín Correa. No entanto, o jogo era um tanto quanto morno e arrastado, sem grandes emoções. A Argentina trocava passes e pouco criava. Aos 43, Guido Rodríguez chegou a ter um gol anulado, por falta na hora da conclusão. O resultado simples bastava para cumprir a missão dos anfitriões, com festa da torcida no final.

A Argentina chega aos 25 pontos nas Eliminatórias, mantendo sua invencibilidade. Ainda está seis pontos atrás do Brasil, mas já abre uma vantagem de nove pontos em relação à vaga direta e de 12 pontos para pegar pelo menos repescagem. A vaga na Copa está praticamente assegurada. Já o Peru cai para a penúltima colocação, com os resultados que embolaram a disputa nas últimas rodadas. A Blanquirroja fica com 11 pontos, a cinco de alcançar a repescagem. A derrota para a Bolívia na rodada anterior, sobretudo, teve um preço alto.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo