Eliminatórias da Copa

Na reestreia de Rueda, a Colômbia se recuperou nas Eliminatórias com uma ampla vitória em Lima

Colômbia aproveitou a expulsão de Trauco para resolver o jogo no início do segundo tempo

No papel, a Colômbia possui uma das melhores seleções da América do Sul neste momento. Há jogadores de qualidade em todos os setores e alguns deles vêm de ótima temporada – em especial o “trio italiano” composto por Cuadrado, Muriel e Zapata. Os Cafeteros sofreram derrotas duras pelas Eliminatórias em novembro e, por isso mesmo, demitiram Carlos Queiroz. E a reestreia de Reinaldo Rueda à frente da equipe nacional guardaria uma boa vitória, para iniciar a recuperação. No Estádio Nacional de Lima, os colombianos derrotaram a seleção peruana por 3 a 0, tirando proveito da expulsão de Trauco no fim do primeiro tempo.

Mesmo fora e casa, a Colômbia era mais propositiva desde os primeiros minutos. Jogava no campo de ataque e arriscava mais, ainda que as chances não fossem tão clamorosas. O Peru teve alguns lances de perigo, mas a partida pendia aos Cafeteros e o primeiro gol seria consequência disso. Aos 40 minutos, Juan Guillermo Cuadrado cobrou uma falta na intermediária e, depois da disputa no meio da área, Yerry Mina completou a sobra de cabeça. Aproveitou a indecisão do goleiro Pedro Gallese para mandar para dentro. E a situação ficou pior à seleção peruana logo depois. Miguel Trauco subiu numa disputa com Cuadrado deixando o cotovelo, recebeu o segundo amarelo e deixou seu time com um a menos.

A Colômbia voltou ao segundo tempo disposta a aproveitar a vantagem numérica. Resolveu a partida rapidamente. O segundo gol, aos quatro minutos, surgiu em outra bola aérea, Stefan Medina cruzou e Mateus Uribe emendou de cabeça. Os Cafeteros tinham mais gás e ampliaram logo aos dez. Numa jogada de Luis Muriel pela linha de fundo, o passe para trás acabou definido por Luis Díaz rumo às redes. A seleção peruana sentia o baque e a substituição de Christian Cueva por Pedro Aquino tentava aumentar a velocidade.

O esboço de goleada da Colômbia seria freado aos 15. Daniel Muñoz tinha acabado de sair do banco, mas deu um carrinho por trás numa disputa na linha de fundo e recebeu o vermelho direto após revisão do VAR. Com dez contra dez, o duelo até ganhou certa emoção pelas mudanças no Peru. Gianluca Lapadula e Raúl Ruidíaz entraram, demonstrando mais disposição. Já os colombianos poupavam forças, com Muriel e Duván Zapata dando lugar a Miguel Borja e Rafael Santos Borré. Lapadula chegou até a arriscar do meio do campo, assustando David Ospina. Todavia, apesar da persistência, a Blanquirroja não conseguiu descontar.

A Colômbia fica na sexta colocação das Eliminatórias, mas por detalhes. Os Cafeteros somam os mesmos sete pontos de Paraguai e Uruguai, ficando fora da zona de classificação por conta do saldo de gols inferior – muito por culpa da derrota por 6 a 1 contra o Equador. Já o Peru atravessa um momento ruim após o retorno à Copa do Mundo em 2018 e o vice da Copa América em 2019. O time de Ricardo Gareca perde o quatro jogo consecutivo nas Eliminatórias e possui apenas um ponto, isolado na lanterna. É a única equipe que ainda não ganhou – embora tenha encarado uma das tabelas mais difíceis deste início, pegando Brasil e Argentina em casa, além de Paraguai e Chile fora.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo