Eliminatórias da Copa

Mancini iguala Lippi e se aproxima de recorde em jogos invictos de Pozzo pela Itália

Roberto Mancini conseguiu igualar uma marca impressionante do ex-treinador Marcelo Lippi nesta quarta-feira. O técnico da seleção italiana viu o time chegar a 25 jogos de invencibilidade ao vencer a Lituânia por 2 a 0, fora de casa, em Vilnius. A Itália chegou a três vitórias em três jogos nas Eliminatórias da Copa e lidera com folga o Grupo C.

Além de igualar a marca de Lippi, Mancini se aproximou do recorde pela seleção italiana, que pertence a Vitorio Pozzo, o principal técnico da Azzurra na história, campeão do mundo em 1934 e 1938. Ele conseguiu a marca de 30 jogos de invencibilidade de 24 de novembro de 1935 a 20 de julho de 1939.

“Estou feliz que somos líderes do grupo, é satisfatório, mas os recordes são questões em si quanto comparadas a resultados reais. Quero igualar Lippi em uma Copa do Mundo”, disse Mancini. Lippi venceu a Copa do Mundo de 2006 pela Itália, mas fracassou na Copa 2010, quando caiu na primeira fase – resultado que se repetiria em 2014, antes da Azzurera sequer chegar à Copa 2018. “O copo está sempre meio cheio, porque três dias atrás a Suíça venceu em casa a Lituânia por 1 a 0. Toda partida é difícil”, respondeu o treinador.

“Nós temos que analisar a condição física, a falta de precisão, e eu lembro que a Itália de Arrigo Sacchi ganhou por apenas 1 a 0 aqui. Se você consegue um gol cedo, pode ficar aberto, mas mesmo quando você está vencendo por 1 a 0, a Lituânia ainda vai ficar atrás e defender. Nós cometemos muitos erros, a bola quicou de forma irregular, então ficamos um pouco preocupados”.

“Foi o nosso terceiro jogo em sete dias, então mesmo que nós tenhamos rodado o elenco, sabíamos que seria difícil. O campo estava em condição péssima, eles estavam mais acostumados a este gramado artificial”, afirmou Mancini, em entrevista à RAI Sport. “Nós tivemos mais chances de marcar, mas o mais importante era vencer nesta noite. Se nós tivéssemos convertido todas as chances que criamos, teria sido uma partida mais fácil”.

Entre as chances perdidas, muitas ficaram na conta de Ciro Immobile. Capitão do time na ausência de outros jogadores experientes, o camisa 17 não conseguiu converter as oportunidades que apareceram e só conseguiu seu gol no final, em uma cobrança de pênalti.

“Muitas coisas precisam ser avaliadas. Ciro deu tudo que podia hoje. Os jogadores não estão na melhor forma neste momento, está faltando precisão, mas os gols irão aparecer de forma mais consistente para ele”, continuou.

Os próximos compromissos da Itália já serão com o grupo que vai à Eurocopa, em junho. Há um pedido para que as seleções possam inscrever ao menos 25, e não apenas 23 jogadores. O pedido, aliás, considera a possibilidade de inscrever até mais jogadores. A Uefa já confirmou que serão permitidas cinco substituições por partida, como tem acontecido na maioria das ligas nacionais e nos torneios de seleções como as Eliminatórias da Copa.

“Eu acho que seria a coisa certa a se fazer. O problema, acima de tudo, seria se alguns jogadores tiverem problemas no torneio, já que é difícil convocar novamente depois disso, quando os jogadores estarão de férias”, respondeu Mancini sobre a questão.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo