Copa do MundoEliminatórias da Copa

França teve golaço de Giroud, mas falha de Lloris e golaço de Toivonen dão vitória à Suécia

A Suécia arrancou uma virada comemorada como se fosse classificação à Copa. Os 2 a 1 diante da França vieram de maneira dramática, graças a uma falha terrível do goleiro Hugo Lloris, capitão da França. E isso depois dos Blues abrirem o placar com um golaço espetacular de Olivier Giroud. E foi uma vitória crucial para os suecos na busca por classificação à Copa 2018.

LEIA TAMBÉM: Após 66 jogos oficiais sem vitória, Andorra bate Hungria, no maior resultado da sua história

Tudo começou com um chute de trivela (obrigado pela referência) de Giroud, aos 37 minutos do primeiro tempo. A bola sobrou no lado esquerdo da área e o atacante, canhoto, acertou um chutaço de pé esquerdo para marcar um bonito gol. O gol era importante no Grupo A das Eliminatórias. Significava que, naquele momento, os franceses chegavam a 19 pontos, disparando na liderança. Os suecos ficavam com 13, mesma pontuação da Holanda, que vencia.

Só que veio a reação, ainda no primeiro tempo. Aos 43, Durmaz empatou o jogo em um chute de pé esquerdo. No segundo tempo, precisando da vitória, A Suécia tentou, mas o jogo ficou bem aberto. As duas equipes tiveram boas chances, mas o placar permanecia o mesmo. Isso até os 48 minutos do segundo tempo.

Foi quando Lloris recebeu uma bola recuada, dominou mal a bola e, pressionado, chutou mal para frente. Chutou fraco, rasteiro, para o meio. Era onde estava Ola Toivonen, que pegou de primeira, do meio-campo, e encobriu o goleiro francês, marcando um golaço: 2 a 1 para os suecos. Com o apito final, os jogadores e a comissão técnica comemoraram muito em campo.

Com a vitória, a Suécia vai a 16 pontos, junto com a França, e deixa a Holanda para trás com 13. A sequência é favorável aos suecos, que jogam com Bulgária fora de casa, depois Belarus, também fora, e fecha a campanha contra Luxemburgo e Holanda. Pode chegar à última rodada em uma situação confortável contra os holandeses, rivais na busca pelo segundo lugar. À Holanda restará uma boa partida contra a França em Paris. Missão dura para o dia 31 de agosto.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo