Eliminatórias da Copa

França destrói o sonho da Finlândia e quem vai à repescagem é a Ucrânia

Campeões do mundo venceram a Finlândia com gols de Benzema e Mbappé, resultado que ajudou a Ucrânia a garantir vaga na repescagem

A Finlândia tinha esperanças de chegar à sua primeira Copa do Mundo, mas elas foram destruídas pela França nesta última rodada das Eliminatórias. A missão era de fato muito difícil: era preciso vencer os campeões do mundo para se garantir na repescagem e ainda ter chance de chegar ao Catar, ou torcer contra a Ucrânia no jogo contra a Bósnia. Nenhuma das duas coisas aconteceu. Os finlandeses perderam por 2 a 0 em casa e viram a Ucrânia também vencer a Bósnia pelos mesmos 2 a 0. Assim, os ucranianos é que vão para a repescagem.

VEJA TAMBÉM: Camarões vence decisão e elimina Costa do Marfim; Argélia, Nigéria e Tunísia fecham os dez classificados

Jogando em casa, a Finlândia sabia que a missão era complicada e, por isso, precisou se precaver para também não se abrir demais diante dos franceses. O técnico Markku Kanerva manteve um time bem postado defensivamente, como se tornou característico da equipe, e tentava atacar com segurança, sem deixar tantos espaços para os ataques da campeã do mundo.

O time do treinador Didier Deschamps fez o que se esperava de uma seleção desse porte e dominou o jogo, ainda que sem forçar muito. O treinador colocou em campo um time mesclado, com alguns reservas, testando jogadores como Moussa Diaby e Léo Dubois no time titular. No começo do jogo, os franceses chegaram mais e levaram perigo, mas no final do primeiro tempo os finlandeses é que foram perigosos.

O começo do segundo tempo teve os finlandeses mais uma vez colocando as asinhas de fora e tentando um pouco mais. Aos poucos, a França melhorou, ainda mais com a entrada de Karim Benzema. E a Finlândia também mudou quando soube que, no outro jogo, a Ucrânia já vencia por 1 a 0 a Bósnia.

Só que aos 21 minutos, a França jogou um balde de água fria nos finlandeses. Em uma jogada de Kylian Mbappé, Benzema completou para o gol e marcou 1 a 0, em um chute que contou com desvio da zaga no meio do caminho que matou de vez o goleiro. Nem deu tempo de reagir muito: aos 31, Mbappé recebeu na ponta esquerda de Digne, avançou e tocou de chapa, bonito, no canto, e marcou 2 a 0.

Com a Ucrânia também ampliando o placar para 2 a 0, as coisas ficaram difíceis para a Finlândia. Depois de estrear na Eurocopa deste ano, o time tinha esperanças de continuar fazendo história para chegar também à Copa. Terá que esperar o próximo ciclo, quando o número de vagas será ampliado e a distribuição será diferente.

Aos trancos e barrancos, Ucrânia vai à repescagem

A campanha da Ucrânia passou longe de ser um primor, mas foi o bastante parta chegar à repescagem. Nesta última rodada, os ucranianos tinham que fazer o seu resultado na Bósnia, contra a seleção da casa. A vitória por 2 a 0 veio com uma boa atuação, que garantiu o time do técnico Oleksandr Petrakov entre os classificados como segundos colocados à repescagem.

O primeiro gol dos ucranianos veio no segundo tempo, aos 13 minutos. Dominando a partida, a Ucrânia abriu o placar com Oleksandr Zinchenko, lateral/meia do Manchester City. O segundo gol veio aos 34 minutos, com Artem Dovbyk.

A Ucrânia termina a campanhas com duas vitórias, seis empates e nenhuma derrota, 12 pontos marcados. A Finlândia até venceu mais, três jogos, mas empatou dois e perdeu três. Fica assim com 11 pontos e nem para repescagem vai.

A Ucrânia chega como o pior segundo colocado entre os classificados à repescagem. Assim, não será cabeça de chave e vai enfrentar um dos países cabeças de chave: Portugal, Escócia, Itália, Rússia, Suécia ou Gales. Juntam-se a eles Turquia, Polônia, Macedônia do Norte e a própria Ucrânia, todos segundos colocados. Outros dois chegam como campeões de seus grupos na Liga das Nações: Áustria e República Tcheca. São os dois melhores times da Liga das Nações que não se classificaram para a Copa e nem para a repescagem.

O sorteio da repescagem acontece no dia 26 de novembro, em Zurique. Os jogos da repescagem acontecem em março de 2022: nos dias 24 e 25 de março e as finais acontecem nos dias 28 e 29. A Copa do Mundo começa em 21 de novembro de 2022.  

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo