Eliminatórias da Copa

Favorita contra a República Tcheca, Bélgica encontrou um adversário sólido, e empate ficou justo

Líder do ranking mundial da Fifa, a Bélgica era favorita contra a República Tcheca nesta segunda rodada das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2022. Os tchecos, no entanto, estavam dispostos a mostrar que o 6 a 2 sobre a Estônia na jornada inicial não havia acontecido por acaso. Sólidos, os donos da casa impediram que a equipe de Roberto Martinez dominasse o duelo, e o 1 a 1 foi o resultado justo a um encontro equilibrado.

A Bélgica começou bem a partida e levou perigo aos nove minutos do primeiro tempo, em chute baixo de Mertens que pingou no gramado e forçou Tomás Vaclík a espalmar para escanteio. A República Tcheca respondeu em chute forte de Jakub Jankto, aos 14, defendido por Courtois. Aos 16, reforçou suas intenções com uma finalização de Michael Krmencik que carimbou a trave do goleiro belga.

Dendoncker esteve perto de abrir o placar aos 24 minutos, mas Vaclík se atirou no alto para espalmar para o lado o chute forte de esquerda do meio-campista. Lukaku, aos 30, fez boa jogada pela direita e cruzou para De Bruyne, livre dentro da área, cabecear fraco para defesa do goleiro tcheco.

A República Tcheca voltou melhor na segunda etapa e logo chegaria a seu gol. Aos cinco minutos, Lukas Provod recebeu na intermediária, teve espaço e tempo para avançar e mandar uma bomba rasteira, no canto esquerdo de Courtois, e fazer 1 a 0.

Os belgas conseguiram reagir rápido e chegaram ao empate dez minutos mais tarde. De Bruyne deu um bonito passe em profundidade para Lukaku, que tirou Celutska para dançar e bateu forte, por baixo de Vaclík, para balançar a rede.

Os Diabos Vermelhos estiveram perto de virar aos 25 minutos com Kevin De Bruyne. Thomas Foket, que havia entrado já na segunda etapa, encontrou o meia do Manchester City com um belo passe por trás da defesa, e De Bruyne acertou o pé da trave esquerda de Vaclík. A Bélgica levou perigo mais uma vez aos 31 minutos com seu principal jogador, que arriscou de canhota de fora da área e mandou rente ao poste esquerdo.

Os tchecos também tiveram suas chances finais de levar os três pontos para casa. Aos 39, após Lukaku afastar de cabeça uma cobrança de escanteio, Jan Boril pegou a sobra e carimbou o travessão de Courtois. Aos 46 minutos, o goleiro salvou a Bélgica e, já no último minuto, aos 49, viu Alderweireld ser o herói ao interceptar cabeçada de Tomas Soucek que tinha direção certa.

Classements proposés par SofaScore LiveScore

O empate deixa a República Tcheca na liderança do grupo E, com quatro pontos em duas rodadas. A pontuação é a mesma que a dos belgas, mas os tchecos contam com saldo de gols superior graças à goleada contra a Estônia.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo