Eliminatórias da Copa

Espanha temeu zebra, mas conseguiu buscar virada nos acréscimos contra a Geórgia

A Espanha parecia se encaminhar a um início bastante negativo nas eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2022, mas acabou salva nos minutos finais de seu encontro com a Geórgia. Depois do empate em 1 a 1 com a Grécia na primeira rodada, a Roja repetia o resultado até os 47 minutos do segundo tempo neste domingo (28), quando um chute de fora da área de Dani Olmo veio resgatar os comandados de Luis Enrique de mais um tropeço.

O treinador foi a campo com mudanças na equipe que havia enfrentado os gregos. Jovens como Bryan Gil, Ferrán Torres e Pedri ganharam espaço no time, Sergio Ramos foi ao banco, dando lugar a Diego Llorente, Alba tomou a vaga de Gayà na lateral esquerda, e Sergio Busquets foi posicionado à frente da defesa no lugar de Rodri.

A primeira boa chance da Espanha veio aos 11 minutos com Ferrán Torres, que bateu para defesa de Loria após pressão e roubada de bola no campo de defesa da Geórgia. Com a liberação de 30% do público na Boris Paichadze Dinamo Arena, cerca de 16 mil torcedores, os donos da casa tinham o ambiente a seu favor e eram empurrados pela energia dos espectadores. Aos 18 minutos, ensaiaram o grito de gol em cabeçada do zagueiro Guram Kashia, que forçou Unai Simón a uma boa defesa.

Pouco antes da ida aos vestiários para o intervalo, a Geórgia surpreendeu a Espanha em um ataque que contou com o som das arquibancadas como termômetro. Em uma subida bastante vertical aos 44 minutos da primeira etapa, os georgianos foram deixando os espanhóis para trás até que Otar Kiteishvili abriu na esquerda com Khvicha Kvaratskhelia. O ponta ajeitou para a perna esquerda e bateu forte, no canto oposto de Simón, para abrir o placar, dando início a uma explosão de alegria e orgulho no estádio em Tbilisi.

Luis Enrique voltou para o segundo tempo com duas alterações, tirando Diego Llorente e Bryan Gil para colocar Iñigo Martínez e Dani Olmo. Aos dez minutos, faria ainda a terceira mudança, com a entrada de Thiago na vaga de Fabián Ruiz. Melhor no início de segundo tempo, a Roja não demorou para empatar com Ferrán Torres, aos 11 minutos, completando cruzamento de Alba.

Superior ao longo da segunda etapa, mas ainda ameaçada por possíveis contra-ataques da Geórgia, a Espanha viu a vitória em dúvida até o fim, mas foi resgatada por Dani Olmo. O meia do RB Leipzig recebeu de Alba e, de fora da área, mandou uma bomba, desviada por Loria, mas não o suficiente para mudar a trajetória da bola: 2 a 1.

Classements proposés par SofaScore LiveScore

O lance derradeiro aliviou em parte a pressão sobre Luis Enrique, mas não irá afastar os questionamentos diante de um início hesitante nas eliminatórias para a Copa. Ao fim desta data Fifa, a Espanha tem ainda uma chance de deixar uma impressão melhor na quarta-feira (31), quando receberá o Kosovo.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo