Eliminatórias da Copa

Eliminatórias pela Europa: Holanda joga por música nos 6×1 contra a Turquia e Griezmann brilha na necessária vitória da França

Rodada das Eliminatórias ainda teve tripleta de Haaland pela Noruega e Dinamarca com a sexta vitória em seis jogos, goleando Israel

Muita gente torcia o nariz para o retorno de Louis van Gaal à seleção de Holanda / Países Baixos. O treinador abandonou a aposentadoria para assumir uma Oranje sem outras opções em vista para seu comando e não fez uma boa reestreia, num duro empate contra a Noruega. Porém, os holandeses pegam embalo sob as ordens do veterano e conquistaram uma vitória excelente nesta terça-feira, pelas Eliminatórias. Não é só o peso do confronto direto com a Turquia ou os dilatados 6 a 1 no placar, mas a forma como os anfitriões jogaram por música na Johan Cruyff Arena.

A rodada das Eliminatórias na Europa também contou com uma boa vitória da França sobre a Finlândia. Não tão ampla, com os 2 a 0 no marcador, mas essencial pelos tropeços recentes dos Bleus e pela ameaça dos finlandeses na tabela antes do pontapé inicial. E vale exaltar a Dinamarca, que permanece com 100% de aproveitamento. A equipe também tinha um jogo importante contra Israel e não quis nem saber disso, com os 5 a 0 em Copenhague. Abaixo, os destaques do dia no qualificatório:

Grupo A: Portugal conta com o tropeço da Sérvia

Sérvia e Portugal disputam ponto a ponto a liderança do Grupo A. E a rodada seria bastante importante aos portugueses. A Seleção das Quinas fez o esperado contra o Azerbaijão, ao garantir a vitória por 3 a 0 em Baku. Bem mais difícil foi o compromisso da Sérvia e a equipe tropeçou, empatando por 1 a 1 na visita à Irlanda em Dublin. Assim, os lusitanos abrem dois pontos de vantagem na ponta.

Portugal não teve problemas para derrotar o Azerbaijão. A Seleção das Quinas não contou com o suspenso Cristiano Ronaldo, mas seu ataque fluiu bem e construiu o resultado desde o primeiro tempo. A vitória começou com um golaço de Bernardo Silva, aos 26 minutos. André Silva ampliou e Diogo Jota concluiu o placar na segunda etapa. Dava até para construir um saldo melhor, sem que a pressão no segundo tempo rendesse tantos frutos.

A Sérvia, por sua vez, deixou escapar o resultado na visita ao Estádio Aviva, com o 1 a 1 diante da Irlanda. O gol sérvio saiu logo aos 20 minutos, num escanteio cobrado por Dusan Tadic que Sergej Milinkovic-Savic escorou. No segundo tempo, os irlandeses arrancaram o empate graças a um gol contra de Nikola Milenkovic, numa imensa trapalhada já aos 41 minutos. Vale destacar ainda o jovem goleiro Gavin Bazunu, que fechou o gol e colecionou dez defesas na noite – com direito a uma impressionante diante de Aleksandr Mitrovic.

Portugal soma 13 pontos, contra 11 da Sérvia. A Irlanda tem apenas dois e está praticamente eliminada, com a terceira posição nas mãos de Luxemburgo, que folgou na rodada. O Azerbaijão, que não pontuou, está matematicamente fora.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo D: Griezmann brilha para a França disparar

A França contou com um clima bastante vibrante para enfrentar a Finlândia, no Estádio Groupama. O duelo tinha peso decisivo para a liderança do Grupo D, mas também existia uma empolgação especial dos torcedores em Lyon pelo reencontro com Karim Benzema. E o atacante seria uma das figuras na vitória por 2 a 0, em que Antoine Griezmann acabou como destaque. O reforço do Atlético de Madrid balançou as redes duas vezes, numa grande atuação ofensiva em que deixou o campo aplaudido.

A principal novidade na escalação da França estava na lateral esquerda, onde Theo Hernández fazia sua estreia pela seleção principal. E os Bleus logo consolidaram sua vitória em Lyon. A equipe de Didier Deschamps começou pressionando, antes de algumas chegadas da Finlândia. A partir dos 20 minutos, os franceses aumentaram o ritmo e passaram forçar o goleiro Lukas Hradecky. E o gol sairia aos 25, numa trama espetacular dos anfitriões. Benzema deu um lindo toque de primeira para Griezmann, que passou pela marcação e finalizou com categoria, de trivela.

A França seguia com muito mais volume de jogo, mas precisava caprichar um pouco mais na finalização das jogadas, com muitas batidas para fora. Todavia, a superioridade dos Bleus era evidente e a vitória se confirmou aos oito minutos do segundo tempo. Numa jogada iniciada por Benzema, Léo Dubois entregou para Griezmann, que escapou da marcação e finalizou com pouco ângulo, por baixo. Griezmann ainda flertou com sua tripleta, mas faltou pouco para marcar em duas grandes jogadas. Benzema também tentou o seu, mas parou em Hradecky. Só no fim a Finlândia poderia diminuir, em pênalti não marcado sobre Teemu Pukki.

A França chega aos 12 pontos no Grupo D, se recuperando da sequência de dois empates nesta Data Fifa. Os Bleus abrem sete pontos de vantagem sobre a Finlândia, que possui uma partida a menos. Os finlandeses aparecem emparelhados com os mesmos cinco pontos da Ucrânia, que folgou na rodada. Já a Bósnia deu bobeira ao ceder o empate por 2 a 2 contra o Cazaquistão em Zenica. Os cazaques saíram em vantagem com Islambek Kuat, antes de Miralem Pjanic e Luka Menalo virarem. Porém, Baktiyar Zaynutdinov deixou tudo igual novamente aos 50 do segundo tempo. Bósnios e cazaques têm três pontos.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo F: A Dinamarca permanece soberana

A Dinamarca deve ser uma das primeiras seleções europeias a confirmar a classificação para a Copa do Mundo de 2022. Os nórdicos fazem uma campanha perfeita e ampliaram a vantagem na liderança do Grupo F. A equipe pegava Israel em Copenhague e um triunfo dos visitantes diminuiria a diferença no topo da chave para dois pontos. O que aconteceu foi exatamente o contrário, com goleada dos dinamarqueses por 5 a 0 no Estádio Parken. Assim, o time treinado por Kasper Hjulmand agora sustenta uma vantagem de sete pontos na dianteira.

O passeio da Dinamarca começou logo no primeiro tempo. Yussuf Poulsen marcou o primeiro gol aos 28 e Simon Kjaer ampliou logo aos 31. O lance mais bonito da noite ficou para Andreas Skov Olsen, que pegou na veia e marcou o terceiro aos 41, após linda jogada coletiva. No segundo tempo, o jogo aéreo funcionou ainda melhor para aumentar o baile. Thomas Delaney e Andreas Cornelius completaram a festa nórdica.

Se a Dinamarca só perde a vaga na Copa com um desastre, quem se deu bem na luta pela segunda posição foi a Escócia. A Tartan Army visitou a Áustria e arrancou o triunfo por 1 a 0, graças a um pênalti convertido por Lyndon Dykes. No outro jogo da chave, Ilhas Faroe ganharam da Moldávia por 2 a 1. Ao final de seis rodadas, a Dinamarca chega aos 18 pontos. Enquanto isso, a luta pela repescagem fica mais apertada: a Escócia tem 11 e Israel permanece com 10, enquanto a Áustria tentará se recuperar com sete pontos.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo G: Holanda atropela e a Noruega se emparelha

A grande atuação nas Eliminatórias aconteceu em Amsterdã, onde a Holanda recebeu a Turquia. Os turcos apareciam à frente no Grupo G e um empate já parecia atrapalhar as pretensões dos holandeses rumo à Copa. Porém, o que se viu foi uma exibição de gala da equipe de Louis van Gaal. A mudança de treinador já causa impactos positivos na Oranje e, depois da goleada sobre Montenegro na rodada anterior, desta vez o time atropelou os novos visitantes por impiedosos 6 a 1. Memphis Depay foi a principal figura da partida, com três gols e uma assistência, embora o que mais chamasse atenção fosse mesmo a plasticidade coletiva dos tentos.

A Holanda precisou de menos de um minuto de jogo para mostrar como dominaria a partida na Johan Cruyff Arena. A jogada do primeiro gol fluiu com extrema beleza, sobretudo por causa de Davy Klaassen. O meio-campista tocou de letra, recebeu de Memphis e arrematou na saída do goleiro para abrir o placar. Aos 16, teria mais, com outra jogadaça. Desta vez Memphis tocou por elevação, Klaassen deu um tapa pelo alto e o atacante terminou de definir no canto. A Oranje marcaria o terceiro aos 38, num pênalti cobrado de cavadinha por Memphis. E o estrago se tornaria maior aos 44, quando Çaglar Söyüncü foi expulso pelo segundo amarelo.

No segundo tempo, Van Gaal rodaria mais o time da Holanda. Mesmo assim, os reservas entraram bem e deram números maiores ao vareio. Aos nove minutos, Memphis recebeu uma bola ajeitada por Steven Berghuis para completar quase em cima da linha. Depois que a Oranje diminuiu o ritmo, um lindo passe de Teun Koopmeiners permitiu que Guus Til marcasse o quinto aos 35, girando diante do goleiro. E ainda teria o sexto de Donyell Malen aos 45, aproveitando a assistência na medida de Devyne Rensch, estreante de 18 anos. No fim, uma bola perdida na área ainda garantiu o gol de honra dos turcos, anotado por Cengiz Ünder.

Quem também goleou na rodada foi a Noruega, num resultado mais que esperado contra Gibraltar. Os escandinavos enfiaram 5 a 1 em Oslo, com direito a uma tripleta de Erling Braut Haaland. O centroavante marcou o segundo e o terceiro de sua equipe, antes de fechar a contagem nos minutos finais. Kristian Thorstvedt e Alexander Sörloth anotaram os outros gols dos noruegueses, enquanto Reece Styche descontou aos gibraltarinos. Por fim, em Podgorica, Montenegro lamentou o empate por 0 a 0 contra a Letônia.

Holanda e Noruega somam 13 pontos na liderança do Grupo F, com vantagem no saldo de gols aos holandeses. A Turquia aparece com 11 e Montenegro fica para trás, com apenas oito. A Letônia tem cinco e Gibraltar não pontuou. A Data Fifa de outubro terá um Turquia x Noruega que terá bastante peso pelo menos em busca da repescagem.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo H: Rússia e Croácia permanecem brigando palmo a palmo

Pelo Grupo H, Rússia e Croácia fazem uma disputa bastante parelha pela primeira colocação. As duas equipes somam 13 pontos e os croatas lideram graças ao saldo favorável. Também foi da Croácia a principal vitória da rodada na chave, considerando o peso do confronto. A equipe de Zlatko Dalic bateu a Eslovênia por 3 a 0 em Split. Marko Livaja anotou o primeiro dos anfitriões, aos 33 minutos. No segundo tempo, Mario Pasalic ampliou depois de ótima assistência de Ivan Perisic e Nikola Vlasic encerrou a contagem já nos acréscimos.

Já a Rússia cumpriu o esperado com os 2 a 0 sobre Malta em Moscou. Fyodor Smolov aproveitou uma lambança da defesa adversária para marcar o primeiro e Zelimkhan Bakayev completou o placar cobrando pênalti. A chave ainda teve o triunfo da Eslovênia por 2 a 0 sobre o Chipre. Ivan Schranz assinalou o primeiro, mas o grande momento foi o balaço de Martin Koscelník, arriscando de fora da área por cobertura e mandando na gaveta.

Enquanto Croácia e Rússia se igualam com 13 pontos, a Eslováquia tenta se aproximar com nove e a Eslovênia tem sete. Malta e Chipre brigam para ver quem escapa da lanterna, com quatro pontos cada.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo