Eliminatórias da Copa

Eliminatórias na Europa: Suécia deixa Espanha em situação delicada e Alemanha vence na estreia de Flick

Nos outros jogos, a Itália apenas empatou, enquanto Bélgica e Inglaterra golearam

Outros cinco grupos das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo do Catar entraram em campo nesta quinta-feira e, enquanto a Itália apenas empatou em seu primeiro jogo como campeã europeia, Inglaterra e Bélgica golearam. A Alemanha venceu Liechtenstein por uma margem pequena na estreia de Hansi-Flick, mas quem realmente se complicou foi a Espanha, derrotada pela Suécia fora de casa.

Grupo B: Suécia passa à frente e deixa Espanha em situação delicada

A Suécia conseguiu um resultado enorme nesta quinta-feira ao derrotar a Espanha por 2 a 1, em casa, e assumir a liderança do grupo B, com dois pontos de vantagem. A sua folga é ainda maior porque, como se trata de uma chave com apenas cinco seleções, ela também tem um jogo a menos em relação aos espanhóis, o que significa que pode até perder o segundo confronto direto e ainda se classificar à Copa do Mundo caso ganhe todos os outros jogos.

A partida que deixou a Espanha em situação delicada começou eletrizante e muito especial para Carlos Soler. No quarto minuto de sua estreia pela seleção principal, o jogador do Valencia apareceu na área pela direita e finalizou de primeira para completar o bom passe de Jordi Alba. Mas… logo na saída de bola, Sergio Busquets cortou o lançamento na entrada da área, Soler devolveu na fogueira, o volante do Barcelona furou e Aleksander Isak ficou com a sobra. Abriu à perna direita e bateu no canto para empatar.

O tradicional gol perdido por Álvaro Morata saiu aos 11 minutos, quando ele recebeu em boa posição dentro da área, mas mandou um chute torto por cima do gol de Robin Olsen. Aos 36, a pressão da Suécia funcionou e terminou com uma batida muito perigosa de Kulusevsik pela direita. A Espanha quase desempatou no começo do segundo tempo, mas o desvio leve de Ferrán Torres não teve força suficiente para passar pela barreira de jogadores que bloqueava o gol de Olsen.

Pouco depois, a defesa espanhola afastou cobrança de escanteio na direção de Kulusevski, que dominou com classe, girou em cima da marcação e foi à linha de fundo antes de achar Viktor Claesson dentro da área. Claesson dominou e bateu rasteiro no canto mais próximo para fazer 2 a 1. Adama Traoré teve um chute à queima-roupa para empatar, mas Olsen defendeu com as pernas.

No outro jogo do grupo, mais cedo, Vedat Muriqi garantiu a vitória do Kosovo sobre a Georgia, lanterna da chave. Além da derrota desta quinta-feira, o empate com a Grécia na primeira rodada do grupo também complicou a vida da Espanha.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Grupo C: Itália não corresponde à festa e só empata

A Itália tinha uma grande festa preparada no Estádio Artemio Franchi, em Florença. Os campeões continentais se reencontravam com sua torcida e havia um clima especial no primeiro jogo após a conquista da Euro 2020. O time de Roberto Mancini não perdeu a invencibilidade, mas tropeçou e esteve longe de satisfazer os presentes. Federico Chiesa até marcou um golaço na cidade onde cresceu, mas a expectativa seria quebrada com o empate da Bulgária ainda na primeira etapa. No segundo tempo, a pressão da Azzurra seria grande, mas os búlgaros se fecharam na retranca e seguraram o placar de 1 a 1 – leia mais aqui.

No início do primeiro tempo, a Itália indicava uma vitória tranquila e abriu o placar aos 16 minutos. Chiesa fez uma jogadaça da direita para o meio e, após enfileirar os marcadores, tabelou com Ciro Immobile para chutar de fora. Porém, antes do intervalo, a Bulgária empatou. Kiril Despodov cruzou de trivela, para Atanas Iliev concluir. No segundo tempo, a Azzurra teve 85% de posse e pressionou muito, mas o goleiro Georgi Georgiev faria boas defesas e o ferrolho búlgaro prevaleceu.

Na outra partida do dia no Grupo C, a Irlanda do Norte passeou em Vilnius e goleou a Lituânia por 4 a 1. Daniel Ballard, Conor Washington, Shayne Lavery e Paddy McNair marcaram os gols, enquanto Rolandas Baravykas descontou. A Itália lidera a chave com 10 pontos, mas corre o risco de perder a liderança, já que a Suíça tem seis pontos e possui duas partidas a menos. A briga deve ficar entre as duas seleções e a próxima rodada tende a ser decisiva, com a visita dos italianos aos suíços no domingo. Abaixo, a Irlanda do Norte soma quatro e a Bulgária tem dois, enquanto a Lituânia permanece zerada.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo D: Gulácsi falha duas vezes, e Inglaterra goleia

A Inglaterra demorou um pouco para deslanchar, mas nunca pode ser subestimada como leoa de Eliminatórias. A Hungria, que arrancou empates com França e Alemanha na Euro 2020, até conseguiu segurar os ingleses durante o primeiro tempo. Gareth Southgate escalou seu time com linha de quatro e Jack Grealish como titular na armação, a única diferença notável em relação ao time mais comum durante a campanha vice-campeã europeia.

Logo aos dez minutos do segundo tempo, Raheem Sterling marcou pela 16ª vez nos últimos 24 jogos da seleção inglesa, completando o cruzamento de Mason Mount da esquerda. A jogada começou com um ótimo desarme de Declan Rice na altura do meio-campo. Na comemoração, a torcida da Hungria, que havia vaiado o protesto anti-racismo no começo da partida, atirou copos no jogador do Manchester City, que mostrou uma camisa em homenagem à filha de um piloto jamaicano que morreu de Covid-19 esta semana em Miami.

Sterling depois cruzou da direita e, apesar do desvio, Kane conseguiu desviar de cabeça na primeira trave – e perderia uma série de chances claras para ampliar o marcador. O confiável goleiro Peter Gulácsi, do RB Leipzig, não estava em um grande dia e falhou duas vezes, primeiro em testada de Harry Maguire após cobrança de escanteio, e depois em uma fraca chapa de Rice de fora da área.

Enquanto isso, o melhor jogador do mundo, segundo a Fifa, fez 1 a 0 para a Polônia contra a Albânia com uma cabeçada na segunda trave. Sokol Cikalleshi empatou, aos 25 minutos, mas Adam Buksa recolocou os poloneses em vantagem com um sutil desvio de cabeça.

O terceiro gol foi marcado por Krychowiak, mas todos os méritos para Lewandowski, que arrancou quase do meio-campo, ganhou da marcação na raça e ainda deu um drible no goleiro em direção à linha de fundo antes de cruzar para o volante marcar com o gol vazio. Karol Linetty fechou a goleada, aos 45 minutos do segundo tempo.

Dois gols de Marc Vales, ainda no primeiro tempo, deram a vitória a Andorra contra San Marino, no duelo entre os dois piores times do grupo. A Inglaterra lidera com 12 pontos, quatro vitórias em quatro rodadas, 13 gols marcados e apenas um sofrido. Polônia e Hungria estão empatadas em segundo lugar, com sete. A Albânia, não muito atrás, aparece em quarto com seis.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Grupo E: A Bélgica saiu atrás, mas terminou com goleada

A Bélgica até tomou um susto de início, mas conseguiu golear a Estônia na visita a Tallinn. Os anfitriões abriram o placar logo de cara, até que os belgas virassem ainda no primeiro tempo e concluíssem a vitória por 5 a 2 na segunda etapa. Roberto Martínez tinha Romelu Lukaku e Eden Hazard como principais estrelas, diante da ausência do lesionado Kevin de Bruyne.

A Estônia abriu o placar logo aos dois minutos. Mattias Käit roubou a bola no meio e acelerou. Da entrada da área, mandou o chute no canto de Thibaut Courtois. A Bélgica empatou aos 22, num cruzamento de Eden Hazard que Hans Vanaken concluiu de cabeça. E a virada se consumou aos 29, numa bola rebatida que Lukaku emendou para as redes. Lukaku também marcou o terceiro, já no segundo tempo, fazendo o pivô com a maior tranquilidade e girando para bater no canto. Axel Witsel assinalou o quarto e Thomas Foket guardou o quinto, em duas ótimas jogadas de Yannick Ferreira Carrasco, antes que Erik Sorga voltasse a descontar para a Estônia.

No outro jogo da chave, a República Tcheca derrotou Belarus por 1 a 0, em Ostrava. O jogo teve o brilho do garoto Adam Hlozek, que construiu todo o lance para Antonín Barák definir o triunfo aos 34 do primeiro tempo. A Bélgica chega aos dez pontos na liderança, três a mais que a República Tcheca. O grupo ainda tem Gales, que soma três pontos e fica com duas partidas a menos. Belarus tem três e Estônia não pontuou. O domingo promete com o embate entre Bélgica e República Tcheca pela liderança.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo J: Flick estreia com uma vitória aquém e a Armênia lidera

A Alemanha iniciou sua jornada com Hansi Flick e venceu, mas seria uma partida abaixo da crítica. A Mannschaft encontrou muitas dificuldades para converter sua ampla superioridade em gols, derrotando Liechtenstein apenas por 2 a 0. O jogo aconteceu em St. Gallen, na Suíça, já que o estádio em Vaduz passa por reformas. Flick escalou seu time com muitas novidades. Jamal Musiala era a principal delas, ainda com Thilo Kehrer e Ridle Baku na defesa. Joshua Kimmich usou a braçadeira e, na ausência de Manuel Neuer, Bernd Leno foi o goleiro.

O primeiro tempo contou com uma blitz da Alemanha. A Mannschaft cumpriu o esperado e encarcerou Liechtenstein ao redor de sua meta. Porém, apesar da insistência, o gol demorou a sair. O goleiro Benjamin Buchel fez boas defesas e Robin Gosens carimbou a trave, antes que os alemães até reduzissem o ritmo. O primeiro tento só veio aos 41 minutos, graças a uma boa jogada de Musiala. O garoto encarou a marcação com um lindo drible e descolou uma enfiada para Werner. O atacante se infiltrou e definiu sem grandes problemas, por baixo do goleiro.

O segundo tempo continuou na mesma pegada: a Alemanha sufocando e Liechtenstein resistindo à pressão. Buchel faria novas boas defesas. E o banco seria acionado, com as entradas de Serge Gnabry, Jonas Hofmann, Marco Reus e Leon Goretzka. Era impressionante como a bola não entrava, diante da quantidade de finalizações. O segundo tento só surgiu aos 32, num bom drible de Leroy Sané, antes de chutar cruzado no canto. Com o resultado consolidado, a Mannschaft pôde se tranquilizar. Ainda assim, quase Liechtenstein descontou nos minutos finais.

A liderança do Grupo J permanece com a surpreendente Armênia. A equipe perdeu os 100% de aproveitamento, mas conseguiu um bom resultado com o empate por 0 a 0 na visita à Macedônia do Norte. Os anfitriões foram superiores e mesmo assim não conseguiram completar o serviço em Skopje. Já a Romênia arrancou uma ótima vitória fora de casa, ao derrotar a Islândia por 2 a 0 na visita a Reykjavík. Dennis Man e Nicolae Stanciu marcaram os gols romenos na noite.

A Armênia lidera com dez pontos, contra nove da Alemanha, que sobe para a segunda colocação. Macedônia do Norte, com sete, e Romênia, com seis, permanecem no páreo. A situação se complica um pouco para a Islândia, com somente três pontos. Já Liechtenstein é o lanterna com zero. A próxima rodada terá a chance para os alemães assumirem a ponta, ao receberem os armênios.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo