Eliminatórias da Copa

Eliminatórias na Europa: França e Holanda derrapam, enquanto a Dinamarca segue voando

Confira um resumo da rodada desta quarta-feira nas Eliminatórias para a Copa de 2022 na Europa

Com o calendário apertado por conta dos atrasos, as Eliminatórias da Copa na Europa realizaram partidas por cinco grupos nesta quarta-feira. E não seria uma jornada fácil para as seleções de camisas mais pesadas. França e Holanda / Países Baixos só empataram, enquanto Portugal dependeu de uma virada incrível nos últimos minutos contra a Irlanda. Já a melhor equipe dentre as que entraram em campo na noite é a Dinamarca, que bateu mais um concorrente pela classificação. Abaixo, um resumão.

Grupo A: Ronaldo vira e faz história

Portugal foi a principal seleção a vencer nesta quarta-feira, e logo com um triunfo memorável no Estádio Algarve. A Seleção das Quinas perdia diante da Irlanda até os 44 do segundo tempo, mas conseguiu a inacreditável virada por 2 a 1 graças a dois gols de Cristiano Ronaldo – que se isolou como maior artilheiro da história do futebol de seleções, com 111 tentos. O veterano ainda se redimiu, por ter desperdiçado um pênalti no início do jogo, muito bem defendido pelo garoto Gavin Bazunu – mais sobre este jogo aqui.

No outro jogo do Grupo A, Luxemburgo cumpriu sua parte contra o Azerbaijão dentro de casa e venceu por 2 a 1. Os luxemburgueses, aliás, contaram com gols de dois jogadores com raízes lusófonas. Mica Pinto abriu o placar e Gérson Rodrigues ampliou. Os azeris descontaram no segundo tempo, com Emin Makmudov. Outra seleção do Grupo A, a Sérvia folgou e disputou amistoso com o Catar. Os sérvios golearam por 4 a 0, com destaque ao gol e à assistência do prodígio Dusan Vlahovic.

Portugal lidera com 10 pontos, mas é a única seleção da chave que completou todos os jogos do primeiro turno das Eliminatórias. Sérvia soma sete pontos e Luxemburgo tem seis. Irlanda e Azerbaijão seguem zerados. Na próxima rodada, o destaque fica para o confronto direto entre sérvios e luxemburgueses pela segunda colocação.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo D: França derrapa dentro de casa contra a Bósnia

A França trouxe novidades para o Stade de la Meinau, mas repetiu problemas anteriores já vistos nas Eliminatórias e só empatou com a Bósnia por 1 a 1. Didier Deschamps tinha testes na equipe: escalou Jules Koundé na lateral direita, além de trazer Jordan Veretout e Thomas Lemar no meio. Os Bleus não engrenaram e fizeram uma partida insuficiente, na qual precisaram lidar com a expulsão do próprio Koundé durante todo o segundo tempo. Pelo menos evitaram a derrota, que parecia possível.

Pelo domínio inicial, a França ensaiava a vitória. O trio de frente composto por Karim Benzema, Kylian Mbappé e Antoine Griezmann se combinava, com direito a uma bola na trave de Mbappé. Porém, Edin Dzeko também dava sustos do outro lado e abriu o placar aos 36, batendo no canto após roubada de bola. Pelo menos a França não demorou a responder, com o empate três minutos depois. Numa cobrança de escanteio, Griezmann desviou e o lance gerou dúvidas se a bola tinha passado, mas o VAR confirmou.

Logo no início do segundo tempo, uma falta duríssima de Koundé sobre Sead Kolasinac gerou o vermelho direto – além de tirar o defensor do jogo, lesionado. Com um a menos, a França até ensaiou momentos de pressão, mas sem furar a defesa da Bósnia. Os visitantes inclusive tiveram mais posse de bola na etapa final, sem ameaçar tanto a meta de Hugo Lloris. Mbappé e Paul Pogba ainda protagonizariam os principais lances dos Bleus, mas o time encontrou muitas dificuldades para finalizar e parou nisso.

O outro duelo da chave contou com o emocionante empate por 2 a 2 entre Cazaquistão e Ucrânia, em Astana. Os ucranianos fizeram o primeiro aos dois minutos, num gol absurdo de Roman Yaremchuk, mandando por cobertura da intermediária. Porém, Ruslan Valiullin empatou no segundo tempo. Nos acréscimos, Danylo Sikan parecia arrancar uma vitória agonizante para a Ucrânia. Mas ainda teve tempo para um novo empate cazaque, outra vez com Valiullin.

A França tem oito pontos, com dois empates em casa até o momento. Por sorte, o equilíbrio da chave garante a tranquilidade. A Ucrânia soma quatro pontos, contra dois de Finlândia, Bósnia e Cazaquistão. Os finlandeses, no entanto, disputaram apenas duas partidas até o momento. Na próxima rodada, os franceses terão uma parada dura com a visita aos ucranianos em Kiev.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo F: Dinamarca voando baixo

A Dinamarca mostra como a campanha na Euro 2020 não foi um ponto fora da curva e sobra no Grupo F das Eliminatórias. A equipe foi a única que manteve os 100% de aproveitamento, com quatro vitórias. Os dinamarqueses bateram a Escócia em Copenhague por 2 a 0 e ampliaram os ótimos números, com 16 gols marcados e nenhum sofrido até o momento.

Vários dos destaques da Euro se mantiveram na equipe titular e a pressão inicial gerou uma vitória instantânea em cima dos escoceses. A Dinamarca abriu o placar aos 14 minutos, num cruzamento de Pierre-Emile Hojbjerg que Daniel Wass completou. Um minuto depois, os anfitriões fechariam a conta. Numa linda tabela com Mikkel Damsgaard, Joakim Maehle se infiltrou na área e mandou para as redes. Não seria uma noite complicada aos dinamarqueses, que administraram o resultado depois disso.

Em Chisinau, a Áustria venceu a Moldávia por 2 a 0. O jogo teve seu início atrasado por causa de um drone que sobrevoava o campo e gerou preocupação, sem consequências. Christoph Baumgartner e Marko Arnautovic anotaram os gols. Já Israel passou o carro contra as Ilhas Faroe em Thorshavn, ao vencer por 4 a 0. Eran Zahavi foi a estrela da noite com uma tripleta, enquanto Munas Dabbur completou a contagem.

A Dinamarca abre cinco pontos de vantagem na liderança, com 12 tentos. Israel e Áustria aparecem com sete, enquanto a Escócia soma cinco. Faroe e Moldávia só têm um ponto. E a tranquilidade dos dinamarqueses deve se ampliar no próximo compromisso, visitando as Ilhas Faroe. O destaque da rodada será Israel x Áustria em Haifa, valendo a segunda posição.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo G: Holanda se safa da derrota em Oslo e tudo fica embolado

O Grupo G começa emocionante. A Turquia aparece na liderança e a Holanda vem em segundo, mas as duas equipes só empataram em seus compromissos desta quarta, com Noruega e Montenegro na cola. A Oranje tinha um compromisso difícil, na visita aos noruegueses em Oslo. Precisou buscar o 1 a 1 no placar, durante a reestreia de Louis van Gaal no comando da equipe. A equipe laranja contou com Virgil van Dijk no miolo de zaga. Justin Biljow, Jurriën Timber e Cody Gakpo foram as novidades na escalação, bem como Davy Klaassen no meio. Além disso, o 4-3-3 estava de volta.

A partida começou com chances para os dois lados, mas a Noruega era mais efetiva nos contra-ataques puxados por Erling Braut Haaland. E não demoraria para o artilheiro deixar sua marca, num lance de domínio sensacional, antes de finalizar no contrapé. A Holanda buscou o prejuízo aos 36, em jogada de Georginio Wijnaldum pela direita que Klaassen finalizou dentro da área. Porém, a Noruega incomodava e teria a melhor chance da vitória no segundo tempo, com uma bola na trave de Haaland.

A sorte das duas seleções é que a Turquia desperdiçou uma vitória certa sobre Montenegro em Istambul, ao ceder o empate por 2 a 2 aos 52 do segundo tempo. Os turcos anotaram os dois primeiros gols em meia hora de jogo. Cengiz Ünder marcou um golaço de fora da área e ainda deu a assistência para Yusuf Yazici. Antes do intervalo, Adam Marusic descontou. Já no apagar das luzes, Risto Radunovic salvou os montenegrinos. O ala mandou uma paulada cobrando falta e acertou o ângulo, no canto do goleiro.

A Turquia é a única invicta e ainda lidera com oito pontos. Porém, logo abaixo com sete aparecem Holanda, Montenegro e Noruega. A Letônia tem quatro, depois de ter vencido Gibraltar por 3 a 1 nesta quarta. O confronto direto da próxima rodada é o Holanda x Montenegro em Eindhoven.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Grupo H: Cenário bastante indefinido

A rodada no Grupo H não serviu para qualquer conclusão. Croácia, Rússia e Eslováquia permanecem muito próximas na metade de cima da tabela, com o empate entre os líderes reiterando o equilíbrio. Já na parte inferior, também não podem ser descartados Eslovênia, Chipre e Malta – este, conseguindo um ótimo resultado nesta quarta.

Malta vinha em crescente na Liga das Nações e aproveitou o embalo para registrar sua primeira vitória em Eliminatórias da Copa desde junho de 2013. E foi um resultado confortável, com os 3 a 0 sobre Chipre no Estádio Nacional. Cain Attard fez dois gols, enquanto Joseph Mbong completou o passeio. Eslovênia e Eslováquia empataram por 1 a 1 em Ljubljana. Já a decepção ficou por conta do Rússia e Croácia, com o 0 a 0 prevalecendo. Mesmo em Moscou, os croatas tiveram o domínio do jogo e pressionaram bem mais, mas não estavam com a pontaria afiada.

Croácia e Rússia somam sete pontos. A Eslováquia, única invicta e encadeando empates, tem seis pontos. Eslovênia, Malta e Chipre correm por fora com quatro. A Croácia terá outra partida fora de casa na próxima rodada, pegando a Eslováquia em Bratislava.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo