Eliminatórias da Copa

Eliminatórias na Ásia: Japão quebra a invencibilidade saudita num triunfo vital; Austrália se complica ao empatar com Omã

A Coreia do Sul carimbou o passaporte nesta terça, enquanto a Austrália ficou em uma situação delicada para fugir da repescagem

As Eliminatórias na Ásia possuem disputas bem distintas entre seus dois grupos. O Grupo A definiu suas duas vagas diretas por antecipação. Depois do Irã se confirmar na Copa, a Coreia do Sul festejou sua presença nesta terça. A expectativa é por saber quem vai para a repescagem, com Emirados Árabes perseguidos por Líbano e Iraque. Já o Grupo B tem seus três primeiros já elencados, mas uma briga de cachorro grande para fugir da repescagem. O Japão conquistou um resultado imenso com os 2 a 0 sobre a Arábia Saudita, e ambos aparecem à frente na tabela faltando mais duas rodadas. Já a Austrália sofreu contra Omã e cedeu o empate por 2 a 2 nos minutos finais. Os Socceroos terão os dois confrontos diretos pela frente, mas uma diferença de pelo menos três pontos para superar. Abaixo, um resumão da oitava rodada dos hexagonais decisivos na AFC:

Grupo A: Resta a repescagem

O destaque do dia nas Eliminatórias na Ásia foi a Coreia do Sul. Os Tigres estavam muito próximos da classificação e terminaram de confirmar a presença na Copa com a vitória por 2 a 0 sobre a Síria, em jogo realizado em Dubai. Diante da fraca campanha dos sírios, os sul-coreanos não tiveram muitos problemas para estabelecer seu domínio, mesmo com a ausência de Son Heung-min. A Síria ainda deu alguns sustos enquanto o placar estava zerado, em cochilos da zaga, até que a Coreia do Sul marcasse o primeiro gol aos oito do segundo tempo, numa cabeçada de Kim Jin-su. As melhores oportunidades permaneceram com os sul-coreanos, até Kwon Chang-Hoon definir o placar num chute de longe. No fim, a Síria ainda mandaria uma cabeçada na trave.

Já o Irã não quis tirar o pé do acelerador nem com a classificação garantida e, em Teerã, venceu os Emirados Árabes Unidos por 1 a 0 – resultado que freou os emiratenses na busca pela repescagem. O primeiro tempo teria os iranianos muito mais ativos no ataque. O gol saiu aos 44 minutos, com Mehdi Taremi. Após um cruzamento de Alireza Jahanbakhsh da direita, Ali Gholizadeh cabeceou na trave, até que o camisa 9 aproveitasse no rebote. No início do segundo tempo, os persas ficaram com um jogador a menos, depois que Sadegh Moharrami recebeu o segundo amarelo. Assim, UAE exerceu um domínio bem maior, mas parou no goleiro Amir Abedzadeh, e ainda correu mais riscos de tomar o segundo num contra-ataque, com vários lances jogados fora pelos iranianos.

A sorte dos Emirados Árabes é que os dois principais concorrentes só empataram. Ficou a sensação de oportunidade perdida para Líbano e Iraque, com o 1 a 1 na cidade libanesa de Saida. Os goleiros acumulavam grandes defesas num primeiro tempo aberto, até que os iraquianos abrissem a contagem aos 39 minutos, num contra-ataque concluído por Ayman Hussein. Os anfitriões buscaram a igualdade nos acréscimos, em lance confuso na área até Maher Sabra concluir. O segundo tempo caiu um pouco de nível, mas dava para o Iraque sair com a vitória, mais perigoso nos contragolpes. A melhor chance dos Leões da Mesopotâmia veio num avanço desperdiçado por Ahmad Farhan.

O Irã chega aos 22 pontos e, mesmo faltando duas rodadas, já iguala seu desempenho nas Eliminatórias da Copa de 2018 – quando foi a melhor equipe asiática. A Coreia do Sul também sustenta um aproveitamento alto com 20 pontos. Mais abaixo, a repescagem é o que segue em jogo. Emirados Árabes vêm com nove pontos, Líbano tem sete e Iraque possui cinco, com a Síria eliminada com dois. A próxima rodada terá um Iraque x Emirados Árabes essencial, o que pode ajudar os Leões da Mesopotâmia, que no último compromisso visitam a Síria, enquanto UAE recebe a Coreia do Sul. O Líbano terá pela frente a Síria em casa, mas encerra sua campanha com a dura visita ao Irã.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Grupo B: Japão dá um passo enorme

O Japão começou a fase decisiva das Eliminatórias sob desconfiança, sobretudo pela surpreendente derrota em casa contra Omã. Neste momento, os Samurais Azuis vivem a sequência mais consistente da competição e conquistaram uma vitória essencial na busca pela vaga direta. Os nipônicos cumpriram a missão em Saitama e derrotaram a até então invicta Arábia Saudita por 2 a 0. Os sauditas permanecem na liderança da chave, mas os japoneses abrem uma distância importante sobre a Austrália para escapar da repescagem. A equipe venceu suas últimas cinco partidas, melhor série do qualificatório da AFC atualmente.

Num primeiro tempo de poucas chances, a Arábia Saudita teve mais a bola, mas o Japão foi mais perigoso. O primeiro gol saiu aos 31 minutos. Lançado em velocidade na esquerda, Junya Ito escapou da marcação e cruzou. Yuya Osako fez o corta-luz e Takumi Minanimo deu uma finta seca na marcação, antes de chutar prensado para marcar. Já o segundo gol, aos cinco do segundo tempo, foi uma pintura de Ito – em excelente fase nessas Eliminatórias. Yuto Nagatomo inverteu para o ponta, que matou no peito e mandou um foguete direto no ângulo. Takuma Asano ainda teve a melhor oportunidade para o terceiro, mas isolou, sem que a Arábia Saudita fizesse tanto para a reação.

Bom para sauditas e japoneses, a Austrália só empatou na rodada. Omã já tinha vencido o Japão nesta campanha e agora causou problemas aos Socceroos em Mascate, com o 2 a 2 arrancado no fim. Depois de um gol anulado de início, os australianos abriram o placar logo aos 15 minutos, num pênalti convertido por Jamie MacLaren, mas os omanis cresceram no fim do primeiro tempo e empataram aos nove do segundo, num lindo chute de fora de Abdullah Fawaz. A desvantagem levou a Austrália de volta ao ataque, até que o segundo gol surgisse aos 34, em chute que Aaron Mooy pegou na veia. Só que um pênalti inexistente recolocou Omã no jogo e permitiu que Fawaz deixasse tudo igual aos 44, num resultado muito amargo aos Socceroos.

Por fim, num jogo que não valia muito para a classificação, o Vietnã conquistou sua primeira vitória nesta fase das Eliminatórias e enterrou de vez as esperanças da China, com o triunfo por 3 a 1 em Hanói. Ho Tan Tai marcou o primeiro de cabeça aos nove minutos e Nguyen Tien Linh ampliou logo aos 16, ao completar um passe na pequena área. No segundo tempo, os vietnamitas assinalaram o terceiro num chute de longe de Phan Van Duc. A China descontou somente no fim dos acréscimos, com Xin Xu acertando uma chicotada de primeira. Alan e Aloísio foram titulares dos chineses.

A Arábia Saudita permanece no topo da tabela com 19 pontos, mas vê o Japão no retrovisor com 18. A Austrália precisará de uma reviravolta para evitar a repescagem, com 15. De resto, ninguém mais tem chances. Omã soma oito pontos, a China tem cinco e o Vietnã chega aos três. A próxima rodada terá o decisivo Austrália x Japão, enquanto a Arábia Saudita pode decidir sua vaga na visita à China. Os australianos visitarão os sauditas na rodada final, com os japoneses ficando com o caminho aberto diante dos vietnamitas.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo