Eliminatórias da Copa

Eliminatórias da Europa: Inglaterra e Dinamarca passeiam rumo à Copa 2022

Adversários fáceis ajudaram as duas seleções a pavimentar o caminho rumo ao Mundial

O dia foi bastante movimentado nas Eliminatórias da Europa para a Copa do Mundo de 2022. Os destaques deste sábado ficam por conta de Inglaterra e Dinamarca, que passearam e conseguiram abrir uma vantagem interessante para quem vem atrás nos grupos.

LEIA MAIS: Alemanha suou, mas venceu a Romênia, e a Holanda se isolou na ponta

Enquanto o continente europeu aguarda o desfecho da edição 2021 da Liga das Nações, a bola continua rolando para os países que não estão envolvidos no Final Four do torneio. Os grupos com seis equipes abriram neste sábado a sétima rodada, que teve partidas um tanto desequilibradas.

A ação aconteceu nas chaves A, B, C, D, F e I. Vejamos um resumo dos acontecimentos e placares da rodada, bem como os principais destaques das seleções que estiveram em campo.

Grupo A: Sérvia sofre para vencer Luxemburgo

A Irlanda entrou em campo diante do Azerbaijão, fora de casa, e não teve problemas para conseguir um bom placar de 3 a 0, com dois gols de Callum Robinson. Foi a recuperação dos irlandeses, que não venciam há quatro jogos, embora seja tarde demais para uma reação, já que a equipe chegou ao quinto ponto, estagnando no quarto lugar, atrás até de Luxemburgo. Os luxemburgueses, aliás, venderam caro a derrota para a Sérvia, por 1 a 0, gol do sempre letal Dusan Vlahovic. Com o triunfo, a Sérvia assume temporariamente a liderança da chave, com 14 pontos, um a mais que Portugal, que folgou na rodada e tem um jogo a menos.

Grupo B: Suécia encosta na Espanha

Foi moleza para a Suécia voltar a sonhar com uma vaga direta na Copa de 2022. Em casa, contra Kosovo, a equipe escandinava atropelou e conseguiu chegar mais perto da líder Espanha no grupo B. Os gols foram marcados por Emil Forsberg, Alexander Isak e Robin Quaison, em jogo amplamente dominado pelos mandantes em Solna. No outro jogo da chave, a Grécia afundou a lanterna Geórgia e conseguiu um 2 a 0 tranquilo, sem deixar a Suécia se distanciar muito. A situação ficou bem interessante aqui, já que suecos e gregos estão com um jogo a menos e se enfrentam na próxima rodada. Uma vitória sueca praticamente elimina a Grécia, que ainda pegará a Espanha no compromisso seguinte.

Grupo C: Suíça cumpre seu papel e se mantém na cola da Itália

Estava meio óbvio que os suíços iriam aproveitar a rodada para chegar mais perto da Itália, que folgou por conta do Final Four da Nations. Em casa, a seleção helvética passou pela Irlanda do Norte sem precisar encantar, mas cumprindo sua missão e fazendo 2 a 0, com gols de Steven Zuber e Christian Fassnacht. Além de impedir o avanço dos norte-irlandeses, a equipe da Suíça ainda manteve a distância de apenas três pontos para os líderes, com uma partida a fazer. No outro jogo da tarde, a Bulgária conseguiu a façanha de perder para a Lituânia por 3 a 1 e basicamente perdeu as esperanças de pegar uma vaga na repescagem.

Grupo D: Ucrânia derruba a Finlândia e continua no páreo

Em um primeiro tempo bastante movimentado e que decidiu a partida, a Ucrânia bateu a Finlândia por 2 a 1 em Helsinki e finalmente ganhou pela primeira vez nas Eliminatórias. Andriy Yarmolenko abriu o placar aos 4 minutos, Teemu Pukki empatou aos 29 e o possante Roman Yaremchuk desempatou para tirar os ucranianos da agonia. Mais curioso que a Ucrânia só ter vencido hoje é o fato de que ainda assim eles assumiram o segundo posto da chave, atrás da França. A Bósnia também conheceu a vitória nesta rodada, superando o Cazaquistão por 2 a 0. É seguro dizer que a França não corre muito risco de perder a vaga direta…

Grupo F: Dinamarca já pode reservar passagens para o Catar

Simplesmente incrível, a Dinamarca venceu mais uma e está com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias para 2022. Apesar de pegar um grupo com adversários que costumam encrencar, a seleção danesa está fazendo bonito demais. Nesta rodada, os líderes enfiaram 4 a 0 na Moldávia para chegar aos 21 pontos. Todos os gols saíram na primeira etapa. Anders Skov Olsen, Simon Kjaer, Christian Norgaard e Joakim Maehle fizeram para a seleção escandinava, que abriu 7 pontos de vantagem para a Escócia, que teve em Israel um adversário duríssimo, mas perseverou para vencer por 3 a 2. Os escoceses chegaram a estar atrás no placar, mas com um gol salvador de Scott McTominay aos 48 da segunda etapa, o triunfo foi confirmado. Enquanto a Dinamarca dispara na ponta e praticamente garante sua vaga no Catar, a Escócia se aproxima da repescagem, o que também é animador para uma seleção que vem evoluindo bem nos últimos anos.

Grupo F: Inglaterra e Polônia goleiam, mas vaga direta dificilmente escapa dos ingleses

Foi um sábado repleto de gols para a jornada do Grupo F. A Inglaterra visitou Andorra e apesar das preocupações com a condição do estádio Nacional em Andorra La Vella, que pegou fogo na última sexta-feira, a partida transcorreu normalmente, com o resultado esperado: 5 a 0 para os ingleses, gols de Ben Chilwell, Bukayo Saka, Tammy Abraham, James Ward-Prowse e Jack Grealish. Todo mundo pôde marcar na festa. Enquanto isso, a Polônia enfiou 5 a 0 em San Marino. A notícia do jogo é que Robert Lewandowski jogou por 66 minutos e não marcou nenhuma vez na goleada. Vai entender. Fechando o dia, a Albânia superou a Hungria fora de casa e se estabeleceu no segundo lugar, com 15 pontos, quatro a menos do que os ingleses. A vaga para a repescagem deverá ser bem disputada nesse grupo.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo