Copa do MundoEliminatórias da Copa

Com recorde de Sneijder, Holanda goleia Luxemburgo, mas situação ainda é delicada

A Holanda tem um novo recordista de jogos pela seleção: Wesley Sneijder, 33 anos, que chegou a 131 jogos na goleada sobre Luxemburgo por 5 a 0. Vestindo a camisa 10, ele foi o destaque da seleção holandesa junto com outro veterano, Arjen Robben, na vitória do time. A vitória ameniza a situação, mas a situação é bem complicada em busca de uma das vagas para a Copa do Mundo na Rússia, em 2018.

LEIA TAMBÉM: Saída de Peter Bosz faz Ajax voltar a ser o “Gato Borralheiro”

Foi a estreia do técnico Dick Advocaat no banco da Holanda. Ou melhor, a sua volta. Ele comandou a seleção de 1992 a 1994, depois de 2002 a 2004. Volta para tentar tirar a Oranje da lama nas Eliminatórias, com uma situação complicada no Grupo A. O time precisava vencer Luxemburgo, a seleção mais fraca da chave. E fez bem o seu papel com um 5 a 0 com tranquilidade.

O jogo no estádio De Kuip começou a vibrar aos 21 minutos do primeiro tempo. Robben recebeu no meio da defesa, em um bom passe de Wesley Hoedt, e tocou com categoria. Aos 34 minutos, Sneijder recebeu na intermediária ofensiva, perto da área, avançou e finalizou bem: 2 a 0. Foi o 31º gol dele pela seleção, segundo maior artilheiro do atual elenco – atrás apenas de Robben, que tem 33 – e no jogo que se tornou o jogador com mais partidas na Oranje, com 131, deixando para trás o histórico goleiro Edwin van der Saar, com 130.

No segundo tempo, Wijnaldum marcou mais um aos 17, ampliando o placar para 3 a 0. A promessa holandesa Quincy Promes fez o quarto aos 25, antes de Vincent Janssen, de pênalti, fazer 5 a 0 e fechar a conta em Roterdã. Sneijer foi substituído com festa da torcida e dos companheiros. Um dos líderes do time, tecnicamente e por experiência, parece ser um pilar deste time, ao lado do sempre perigoso Robben, com mais uma boa atuação.

A vitória alivia, mas a situação da seleção holandesa é bem difícil. O problema para a Holanda é que a Suécia venceu a França, em casa, com um gol no final, e igualou os franceses em pontos, com 16. A Holanda tem 13. Na próxima rodada, no dia 31 de agosto, a Holanda terá um desafio duro: a França, em Paris. No dia 3 de setembro, a Suécia enfrenta Belarus, enquanto a Holanda recebe a Bulgária e a França pega Luxemburgo.

Vale lembrar que só uma seleção ganha vaga na Copa. A segunda colocada do grupo terá que disputar a repescagem em busca da classificação. E, neste momento, chegar a esta segunda vaga é o melhor cenário para a Holanda.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo