Eliminatórias da Copa

Canadá, Panamá e El Salvador se juntam a outras cinco seleções na fase principal das Eliminatórias na Concacaf

Estados Unidos, México, Costa Rica, Honduras e Jamaica estavam previamente garantidos na etapa decisiva

A Concacaf concluiu nesta terça-feira a fase de classificação de suas Eliminatórias e definiu as últimas três seleções que participarão do octogonal decisivo, em busca das vagas para a Copa do Mundo de 2022. Canadá, El Salvador e Panamá seguem em frente na competição. O trio se junta a Estados Unidos, México, Costa Rica, Honduras e Jamaica na fase final. Os oito times disputarão três vagas diretas no Mundial do Catar, enquanto o quarto colocado ainda terá direito à repescagem.

Na última semana, as Eliminatórias da Concacaf tinham definido as seis seleções classificadas na primeira fase. Essas equipes se enfrentariam em três confrontos diretos, em partidas de ida e volta. No fim das contas, os favoritismos acabaram se confirmando e evitando surpresas.

A principal novidade neste octogonal é o Canadá. A equipe vem embalada com a geração encabeçada por Alphonso Davies e Jonathan David, o que já tinha resultado na melhor campanha da primeira fase. No confronto direto com o Haiti, os canadenses não tomaram conhecimento dos adversários. A vitória por 1 a 0 na ida em Porto Príncipe tinha facilitado o caminho. Já na volta em Bridgeview, o Canadá ganhou por 3 a 0. Depois de um primeiro tempo em que os anfitriões perderam várias chances, o goleiro Josué Duverger facilitou com um gol contra bizarro que abriu o placar. Na sequência, Cyle Larin e Junior Hoilett definiram o placar. Os canadenses parecem ter boas perspectivas para almejar sua volta às Copas depois de 36 anos.

Outra equipe que planeja voltar ao Mundial depois de grande hiato é El Salvador. Os salvadorenhos enfrentavam neste confronto direto o time de São Cristóvão e Neves, grande surpresa nesta fase das Eliminatórias. No entanto, a equipe da América Central despachou os caribenhos com duas vitórias. Já tinha goleado por 4 a 0 em Basseterre e completou o serviço com os 2 a 0 em San Salvador. Joshua Pérez e Gerson Mayen anotaram os gols no triunfo desta terça, com direito a um caminhão de lances perdidos e um pênalti batido para fora que impediram a goleada. El Salvador, que disputou duas Copas em sua história, não pinta no torneio desde 1982.

Por fim, o Panamá segue com esperanças de disputar seu segundo Mundial consecutivo. Os panamenhos, porém, tiveram a missão mais complicada nesta segunda fase das Eliminatórias. A equipe precisou bater de frente com Curaçao, treinada por Guus Hiddink (substituído nesta Data Fifa por Patrick Kluivert após contrair a COVID-19) e que conta com vários atletas nascidos nos Países Baixos, descendentes de imigrantes. O Panamá tinha ganhado a ida por 2 a 1 dentro de casa, mas um gol no fim mantinha as esperanças dos curaçauenses. Todavia, o empate por 0 a 0 em Willemstad eliminou os antilhanos. O goleiro Eloy Room pegou um pênalti do panamenho Édgar Bárcenas no começo do segundo tempo, mas depois disso Curaçao pressionou e chegou a carimbar o travessão nos minutos finais. Todavia, o resultado seria insuficiente aos anfitriões.

 

Todos os oito finalistas das Eliminatórias na Concacaf já disputaram Copas do Mundo. A Jamaica não aparecia na fase decisiva do qualificatório, então um hexagonal, desde 2014. Já El Salvador estava longe da etapa mais aguda desde 2010. O retorno mais significativo, de qualquer forma, é do Canadá: desde as Eliminatórias para a Copa de 1998 que os canadenses não chegavam tão longe na disputa pelas vagas no Mundial. O octogonal da Concacaf começará em setembro e vai até março. Antes disso, as seleções da região terão compromisso na Copa Ouro, marcada para o próximo mês de julho.

As oito seleções do octogonal já estavam previamente classificadas à Copa Ouro. Granada, Curaçao, Martinica e Suriname são outras equipes confirmadas. O Catar jogará como convidado, enquanto as últimas três seleções serão definidas num mata-mata marcado para acontecer às vésperas do torneio. Este qualificatório ocorrerá num formato parecido com a repescagem da Eurocopa, formada a partir da Liga das Nações da Concacaf.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo