Eliminatórias da Copa

Camarões vence decisão e elimina Costa do Marfim; Argélia, Nigéria e Tunísia fecham os dez classificados

Camarões conquistou a grande vitória da rodada nas Eliminatórias Africanas, encerrando o sonho para Costa do Marfim

As Eliminatórias para a Copa do Mundo na África definiram seus dez sobreviventes à fase final: Argélia, Nigéria, Tunísia e Camarões se juntaram a Marrocos, Senegal, Mali, Egito, República Democrática do Congo e Gana. A terça-feira seria repleta de confrontos diretos no continente, com destaque ao Camarões x Costa do Marfim em Douala. Embora os marfinenses tivessem a vantagem do empate, os camaroneses fizeram a festa de sua torcida com o triunfo por 1 a 0 e tiraram os Elefantes do Mundial. A Tunísia foi outra a vencer bem para se classificar, ao superar a Zâmbia. Já Nigéria e Argélia se valeram de suados empates nos confrontos diretos com, respectivamente, Cabo Verde e Burkina Faso.

A fase final das Eliminatórias na África acontecerá em março de 2022. As dez equipes classificadas serão divididas em cinco confrontos diretos, com ida e volta. Os vencedores de cada embate garantirão a classificação para o Mundial. Dos dez remanescentes, apenas Mali nunca disputou uma Copa do Mundo.

Grupo A: Argélia toma calor, mas avança

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore


Argélia e Burkina Faso disputavam um dos confrontos diretos pela classificação, no Grupo A. Donos da melhor campanha, os argelinos tinham a vantagem do empate e também atuavam diante de sua torcida, em Blida. Porém, a classificação dos atuais campeões africanos não seria tão fácil assim. Por mais que as Raposas do Deserto tenham ficado em vantagem por duas vezes, em ambas os Garanhões igualaram. O empate por 2 a 2, ao menos, valeu a passagem dos anfitriões. A Argélia ficou com 14 pontos, contra 12 de Burkina, com Níger e Djibuti completando a chave.

A Argélia tomou a iniciativa e abriu o placar aos 21 minutos, num cruzamento de Yossef Belaïli que atravessou a área até Riyad Mahrez completar. Mahrez quase ampliou na sequência, mas Burkina Faso conseguiu o empate aos 37. Numa bola esticada, Zakaria Sanogo ganhou na velocidade e bateu por cima do goleiro Raïs M’Bolhi. Os argelinos seguiam com a vaga nas mãos, mas o segundo tempo começou difícil, com os visitantes levando perigo no ataque. A tranquilidade dos anfitriões aumentou um pouco aos 23 do segundo tempo, em outro lance de Belaïli que rendeu o tento de Sofiane Feghouli. Os burquinenses voltariam ao páreo aos 39, com novo empate, num pênalti convertido por Issoufou Dayo. Todavia, as Raposas do Deserto evitaram o abafa e seguraram o resultado, já suficiente à classificação.

Grupo B: Tunísia passa com segurança

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore


A Tunísia passou de fase ao superar uma disputa tripla nesta rodada final. Os tunisianos chegaram ao último compromisso com dez pontos, igualados com Guiné Equatorial, mas seis gols a mais de saldo. Além disso, Zâmbia seguia com chances mínimas, mas precisava vencer a Tunísia por pelo menos três gols de diferença e ainda torcer por uma derrota da Guiné Equatorial contra a eliminada Mauritânia. Acabou dando a lógica: os tunisianos ganharam dos zambianos por 3 a 1 e ficaram na primeira colocação, contando ainda com o empate por 1 a 1 dos equato-guineenses diante dos mauritanos.

A Tunísia fez um primeiro tempo arrasador em Tunis. Aissa Laidouni abriu o placar aos 18, aproveitando a sequência de uma falta cobrada para a área. Wahbi Khazri poderia ter ampliado na sequência, mas teve um pênalti defendido pelo goleiro Toaster Nsabata. O segundo veio aos 31, com Mohamed Drager finalizando uma linda troca de passes. Já aos 43, Ali Maaloul assinou o terceiro num arremate cruzado. Zâmbia só descontou aos 35 da segunda etapa, com Fashion Sakala aproveitando o rebote do pênalti que ele mesmo desperdiçou.

No outro jogo paralelo, Mauritânia saiu na frente em casa contra Guiné Equatorial, com um gol de Aboubakar Kamara, mas Saúl Coco evitou a derrota para os visitantes no segundo tempo. A Tunísia chegou aos 13 pontos no Grupo B, na primeira posição. Guiné Equatorial somou 11 pontos, enquanto Zâmbia parou nos sete. A Mauritânia, com dois, foi a lanterna.

Grupo C: Nigéria sofre para superar Cabo Verde

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore


A situação da Nigéria no Grupo C era bem parecida com a da Argélia no Grupo A: as Super Águias recebiam Cabo Verde em Lagos e um empate bastaria para a classificação. Porém, a classificação dos nigerianos seria até mais suada que a dos argelinos, considerando a forma como os cabo-verdianos representaram perigo. No fim das contas, o empate por 1 a 1 salvou a pele dos alviverdes e eliminou os Tubarões Azuis. A Nigéria ficou com 13 pontos, enquanto Cabo Verde somou 11.

A Nigéria precisou de um minuto para abrir o placar, numa bobeira da zaga que deu a brecha para Victor Osimhen anotar o seu. Porém, logo aos cinco veio o empate de Cabo Verde, num escanteio que caiu no pé de Stopira, emendando para dentro. O goleiro Vózinha evitou o segundo gol nigeriano no primeiro tempo, com uma série de boas defesas. Já na segunda etapa, os cabo-verdianos se postaram no campo de ataque e tentaram sufocar principalmente nas bolas paradas. Apesar dos muitos escanteios, a virada não saiu.

O Grupo C ainda teve outro jogo nesta terça, com a vitória da Libéria por 3 a 1 sobre a República Centro-Africana. Marcus Macauley e Peter Wilson marcaram dois gols precoces aos liberianos no primeiro tempo. Isaac Ngoma descontou, após um pênalti perdido de sua equipe, mas Wilson fechou a conta na reta final. Com isso, a República Centro-Africana fechou na lanterna da chave, obtendo sua única vitória exatamente contra a Nigéria.

 

Grupo D: Camarões vence a final contra Costa do Marfim

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore


Desde o sorteio das chaves, o Grupo D prometia uma baita disputa entre duas seleções tradicionais. Camarões e Costa do Marfim, afinal, concorreriam por apenas uma vaga na próxima etapa das Eliminatórias. E a corrida pela liderança ofereceu o drama que muitos esperavam. Os marfinenses até venceram o primeiro duelo, em Abidjan, mas desperdiçaram pontos num empate contra Moçambique. Assim, nesta rodada final, Camarões teria a força de sua torcida em Douala e dependia apenas de uma vitória simples para avançar. Foi o que aconteceu, com o placar de 1 a 0 construído pelos Leões Indomáveis no primeiro tempo.

Camarões contava nesta Data Fifa com o retorno de André Onana, liberado após cumprir suspensão por doping. André Zambo Anguissa, Karl Toko Ekambi e Vincent Aboubakar eram outros nomes importantes na escalação titular. A Costa do Marfim, ainda assim, contava com uma equipe mais badalada e jogava pelo empate. Sébastien Haller e Franck Kessié eram as estrelas principais no 11 inicial – que também trazia Eric Bailly, Maxwel Cornet, Serge Aurier e Max Gradel.

O primeiro tempo ofereceu um futebol de qualidade em Douala. Precisando da vitória, Camarões tomou a iniciativa e conseguiu o gol da vitória logo aos 21 minutos. Martin Hongla encontrou Toko Ekambi na área e o atacante teve muito tempo para definir, enchendo o pé no alto da meta. Com a situação revertida, a Costa do Marfim saiu para o ataque atrás do empate. Kessié teve uma grande oportunidade aos 33, mas parou num milagre de Onana. Já na reta final da primeira etapa, os camaroneses até levaram mais perigo nos contragolpes, com muita fluidez pelo lado direito.

O segundo tempo seria mais tenso. A Costa do Marfim tinha a posse de bola, mas encontrava muitas dificuldades para criar suas chances. A defesa de Camarões mantinha sua segurança, especialmente nas bolas aéreas. Quando Haller teve mais espaço para cabecear, carimbou o travessão. Já nos acréscimos, os Elefantes tentaram botar certa pressão, mas Ibrahim Sangaré mandou ao lado da trave na melhor brecha. O apito final concedeu a classificação aos Leões Indomáveis, deixando os marfinenses de fora de sua segunda Copa seguida.

Mais cedo, Moçambique derrotou Malauí por 1 a 0 e saiu da lanterna na última rodada. Os moçambicanos foram amplamente superiores e criaram uma porção de chances, mas dependeram de um gol contra. Aos seis minutos do segundo tempo, Limbikani Mzava tentou recuar de cabeça e encobriu seu próprio goleiro.  Camarões ficou com 15 pontos, contra 13 da Costa do Marfim. Moçambique somou quatro, um a mais que Malaui.

Grupo F: Egito vence mais uma

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore


Classificado por antecipação, o Egito encerrou sua campanha nesta fase com mais uma vitória. Os Faraós receberam o Gabão em Alexandria e ganharam por 2 a 1. Mohamed Magdy marcou o primeiro gol logo aos quatro minutos, de pênalti. Jim Allevinah até empatou aos gaboneses, num lance confuso, mas um gol contra de Johann Obiang assegurou o triunfo egípcio. No outro jogo desta terça, mesmo criando mais chances, a Líbia empatou com Angola por 1 a 1 em Benghazi. Sana Al Warfali botou os líbios em vantagem e Zini empatou aos angolanos. O Egito fechou a campanha com 14 pontos, o dobro de Gabão e Líbia.

Grupo I: Marrocos fecha com 100%

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore


Marrocos foi a única seleção desta segunda fase das Eliminatórias na África que registrou 18 pontos, com 100% de aproveitamento. A campanha perfeita terminou com o triunfo por 3 a 0 sobre Guiné – que terminou em terceiro, abaixo até mesmo de Guiné-Bissau. O passeio marroquino em Casablanca teve início aos 21, num pênalti convertido por Ryan Mmaee. O próprio Mmaee ampliou aos 29, num chute na gaveta. No segundo tempo, Ayoub El Kaabi fechou a vitória ao sair na cara do gol, acionado por um passe em profundidade de Mmaee. Na véspera, Guiné-Bissau e Sudão tinham ficado no 0 a 0, na abertura da rodada.

 

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo