Eliminatórias da Copa

Bale: “Foi um resultado enorme. Mostramos muito coração e desejo para enfrentar um time muito físico”

Gareth Bale foi o grande nome da vitória de Gales sobre a Tchéquia nesta terça-feira, quando fez a jogada que resultou no gol de Daniel James. Capitão da seleção galesa, Bale comentou sobre o resultado, que melhora a situação do time, depois de uma derrota na primeira rodada para a Bélgica.

VEJA TUDO SOBRE ELIMINATÓRIAS NO EXPRESSO TRIVELA:

“Não começamos da melhor forma contra a Bélgica, então foi fundamental conseguir a vitória nesta noite”, afirmou o jogador. “Foi um resultado enorme. Mostramos muito coração e desejo para enfrentar um time muito físico. Foi um pouco caótico, especialmente no segundo tempo, mas nós estávamos prontos, mantivemos o ritmo até o fim e o mais importante foi conseguir a vitória”.

A vitória foi importante porque foi contra um time que deve ser o principal concorrente pela segunda vaga. O primeiro colocado do grupo se classifica direto à Copa do Mundo, e esta vaga deve ser mesmo da Bélgica. A segunda posição está em aberto. Não conseguir vencer o rival em casa, portanto, seria bastante ruim para a ambição dos galeses de voltar a uma Copa do Mundo.

“Nós precisamos ganhar os jogos para se classificar e queremos jogar para vencer todos os jogos”, disse ale à Sky Sports. “O futebol não acontece sempre do modo como você espera. Pagey [técnico interino de Gales, Robert Page, que substitui Ryan Giggs, suspenso com uma acusação de agressão) nos manteve focados, apesar do que acontecia fora do campo. A vitória é o que nós precisávamos”.

A seleção galesa volta a jogar pelas Eliminatórias da Copa no dia 2 de setembro contra 5 de setembro, contra Belarus. No dia 8, enfrenta a Estônia. Antes disso, os galeses jogam a Eurocopa, que começa no dia 11 de junho.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo