Eliminatórias da Copa

Bale faz a diferença para Gales: com assistência dele, a seleção conseguiu uma vitória essencial sobre a República Tcheca

Gareth Bale tem um gosto especial por defender a seleção de Gales. Mais uma vez, o ponta seria decisivo para o país, possibilitando três pontos essenciais nas Eliminatórias para a Copa de 2022. Os galeses tinham um compromisso importantíssimo contra a República Tcheca nesta terça-feira, em Cardiff, ainda mais pelos resultados das primeiras rodadas do Grupo E. Num jogo aberto e com chances para os dois times, os anfitriões arrancaram a vitória por 1 a 0. Bale deu um cruzamento perfeito, para que Daniel James garantisse o resultado.

Gales estreou nas Eliminatórias com uma atuação ruim, ainda que tenha aberto o placar contra a Bélgica. Os Diabos Vermelhos fizeram 3 a 1 em Leuven, numa partida em que Bale havia desenhado toda a jogada do tento galês. Os britânicos então folgaram na segunda rodada, quando a República Tcheca, sua principal concorrente pela segunda vaga, arrancou um valioso empate contra os belgas em Praga. Assim, a necessidade de vitória se tornou maior no confronto direto em Cardiff.

Gales, vale lembrar, precisou se virar nesta Data Fifa sem o técnico Ryan Giggs – substituído pelo interino Rob Page enquanto responde às acusações de que agrediu sua namorada. E não seria um primeiro tempo fácil contra a República Tcheca. Os visitantes dominaram grande parte dos 45 minutos iniciais e tinham mais capacidade ofensiva. Ainda assim, os galeses quase abriram o placar, com o melhor lance da primeira etapa protagonizado por Bale. O ponta finalizou uma bola difícil na área e exigiu uma defesaça do goleiro Tomás Vaclík.

Na volta ao segundo tempo, o jogo parecia se abrir depois que Patrik Schick recebeu o vermelho direto aos quatro minutos, por uma agressão na área. Ainda assim, Gales tinha dificuldades para se impor com um a mais e corria riscos nos contra-ataques, com Jamie Lawrence evitando um gol que parecia certo dos tchecos. Quando os galeses davam sinais de melhora, também ficaram com dez, depois de Connor Roberts deixar o cotovelo erguido e receber o segundo amarelo. Porém, o gol da vitória viria logo em seguida, aos 36. Bale recebeu na esquerda, abriu o espaço e desferiu o cruzamento perfeito. Daniel James, mesmo sem ser um cabeceador nato, testou para dentro e garantiu o triunfo.

Além do gol, James era um dos mais participativos de Gales, criando boas oportunidades e ajudando também atrás. Outro a se destacar seria o zagueiro Joe Rodon, decisivo sobretudo no final, com um desvio fundamental que evitou o empate da República Tcheca. Ainda assim, o protagonista era Bale. O capitão ainda deixou o cotovelo numa disputa com Ondrej Kudela – acusado de racismo no último Rangers x Slavia Praga na Liga Europa e que era dúvida ao jogo, investigado no Reino Unido. Apesar das dores de Kudela, a arbitragem não mostrou cartão a Bale.

A vitória dá a Gales os três primeiros pontos nas Eliminatórias. A equipe encosta na República Tcheca, que tem quatro pontos, mas com uma partida a mais. Já a liderança fica com a Bélgica, com sete pontos. Se parece difícil tirar a vaga na Copa dos belgas, os galeses têm plenas condições de lutarem com os tchecos por um lugar na repescagem. Bale é um jogador de alto calibre que os concorrentes não têm e que mostrou como pode fazer a diferença nesta terça.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo