Eliminatórias da Copa

A Bélgica abre as Eliminatórias com uma vitória já importante, ao garantir a virada contra Gales

Das seleções que despontam como favoritas nas Eliminatórias para a Copa de 2022, a Bélgica enfrentou um dos maiores desafios na rodada inaugural do qualificatório europeu. Os Diabos Vermelhos começavam sua jornada em casa, mas encarando Gales, um dos principais desafiantes no Grupo E. Os galeses chegaram a abrir o placar em Leuven, mas não escaparam do domínio e da virada dos belgas. Os craques da equipe apareceram, com gols de Kevin de Bruyne e Romelu Lukaku para confirmar o triunfo por 3 a 1.

Embora tenha perdido o lesionado Joe Allen logo aos oito minutos, Gales surpreendeu com o primeiro gol aos dez. E foi uma jogadaça coletiva, com ótima troca de passes para envolver a defesa da Bélgica. Os britânicos foram tocando a bola em velocidade, até Gareth Bale descolar uma enfiada perfeita a Harry Wilson, que finalizou na saída de Thibaut Courtois. Todavia, a virada belga não demorou.

Lukaku chegou a perder um gol na pequena área, até o empate ser garantido por Kevin de Bruyne aos 22. O meia arriscou o chute de fora da área e bateu cruzado, tirando do goleiro Danny Ward – que estava mal posicionado. Seis minutos depois, já surgiu a virada. Thomas Meunier cruzou e Thorgan Hazard mostrou o entrosamento com o companheiro de clube, completando de cabeça.

Com a vantagem, o time de Roberto Martínez até diminuiu o ritmo no segundo tempo. Matou o jogo aos 27, num pênalti sofrido por Dries Mertens que Lukaku converteu. Gales, que só finalizou uma vez durante a primeira etapa, arriscaria um pouco mais na segunda, mas sem dar muito trabalho a Courtois. A Bélgica terminou o jogo com 74% de posse de bola, além de quase o quádruplo de passes certos, salientando a superioridade.

A Bélgica, ainda assim, abre o Grupo E na segunda colocação. A liderança é da República Tcheca, que goleou a Estônia por 6 a 2, em jogo realizado na Polônia por conta das restrições causadas pela pandemia. Tomás Soucek comandou o passeio com três gols. Patrik Schick, Antonín Barák e Jakub Jankto completaram o placar aos tchecos. Já os gols estonianos foram de Rauno Sappinen e Henri Anier. Na próxima rodada, a Bélgica pega a República Tcheca em Praga, enquanto Belarus fará sua estreia contra a Estônia – Gales ganha folga.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!