Copa do Mundo

Costa do Marfim 2×1 Japão: Mística de Drogba e precisão de Aurier salvam

A CRÔNICA

Alguns jogos são definidos por uma questão mística, que vai além da técnica. Mas dificilmente é definido só pela mística. Japão e Costa do Marfim fecharam o sábado de Copa do Mundo com um jogo com reviravolta. Os asiáticos saíram na frente, mas viram os africanos virarem o jogo em uma rajada pela direita, logo depois da entrada de um jogador lendário para os Elefantes: Didier Drogba. Nã que ele tenha feio toda a diferença, mas ajudou na construção da virada por 2 a 1 com a sua presença, sua liderança e, claro, sua qualidade técnica.

O início do jogo teve uma Costa do Marfim, até melhor em campo, mas que não ameaçava. O Japão, ao contrário, era perigoso em seus ataques. E em um deles saiu o primeiro gol, de Honda. Mais técnico que o time marfinense, o Japão chegava ao ataque com trocas de passes, mas não finalizava. A Costa do Marfim, aos poucos, tentou pressionar.E foi aumentando o ritmo, até chegar a uma pressão com muitas bolas na área, perigosas, que chegaram a acertar a trave. Parecia daqueles dias que tudo dá errado mesmo…

Isso até que o técnico Sabri Lamouche resolveu chamar Drogba ao jogo. O atacante, a grande estrela da Costa do Marfim, começou o jogo no banco. E sua entrada incendiou o jogo. No seu primeiro lance, já um passe de calcanhar que levou perigo. Logo depois, saiu o gol de empate e, pouco depois, a virada. Tecnicamente, quem brilhou foi o lateral Auerier, que levantou as duas bolas para os gols.

Mas a mística da entrada de Drogba deu confiança ao time. E, depois da virada, Drogba foi um dos que administrou a vitória. Segurou a bola, fez cera, deu tranquilidade para o time manter a vitória. Uma vitória importante para um time que tanto sonha em chegar ao mata-mata pela primeira vez em sua história. Ao Japão, resta  tentar vencer a Grécia e ir para o seja o que Deus quiser contra a Colômbia.

FICHA TÉCNICA

COSTA DO MARFIM 2X1 JAPÃO

COSTA DO MARFIM

Boubacar Barry; Serge Aurier, Didier Zokora, Souleymane Bamba e Arthur Boka (Constant Djakpa, 30’/2T); Cheick Tioté e Serey Die (Didier Drogba, 17’/2T); Salomon Kalou, Yayá Touré e Gervinho; Wilfried Bony (Ya Konan, 32’/2T). Técnico: Sabri Lamouche

JAPÃO

Eiji Kawashima; Atsuto Uchida, Masato Morishige, Maya Yoshida e Yuto Nagatomo; Hotaru Yamaguchi e Makoto Hasebe (Yoshito Endo, 9’/2T); Shinji Okazaki, Keisuke Honda e Shinji Kagawa (Yoshito Kakitani, 41’/2T); Yuya Osako (Yoshito Okubo, 22’/2T). Técnico: Alberto Zaccheroni

Estádio: Arena Pernambuco, em Recife
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Gols: Honda, 16’/1T, Bony, 19’/2T, Gervinho, 21’/2T
Cartões amarelos: Yoshida, Bamba, Zokora, Morishige
Cartões vermelhos: nenhum

OS GOLS

16’/1T: GOL DO JAPÃO!
Pela esquerda, o Japão trabalhou a bola e procurou por Honda. O meia dominou com o pé direito, já ajeitando o corpo, e soltou uma bomba de canhota. Golaço.

19’/2T: GOL DA COSTA DO MARFIM!
Cruzamento do lateral Aurier na cabeça de Bony, que desviou para marcar o gol de empate.

21’/2T: GOL DA COSTA DO MARFIM!
De novo, Aurier foi decisivo. Cruzamento do lateral, desta vez para Gervinho, que desviou para o gol.

O CARA

Aurier acabou sendo decisivo. O lateral direito foi o responsável pelos dois cruzamentos que resultaram em gols da Costa do Marfim. Em ambos, os jogadores que finalizaram estava em boa posição e mal tiveram que mexer a cabeça para tocar para a rede. É um jogador que merece toda a atenção. O jogador de 21 anos do Toulouse merece toda a atenção pela sua qualidade.

A TÁTICA

Costa do Marfim x Japão

A ESTATÍSTICA

21

Número de chutes a gol dados pela Costa do Marfim na partida. Foi muito ineficiente, porém, porque só cinco deles acertaram o alvo, nove foram para fora e sete foram bloqueados. De qualquer forma, mostra como a Costa do Marfim buscou o gol até empatar e virar.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!