Copa do Mundo

A Alemanha mostrou que a taça da Copa não ficou em boas mãos

A Alemanha fez uma enorme festa com a taça da Copa do Mundo. As coreografias começaram no Maracanã, com direito a “dança pataxó”, e se seguiram em Berlim. O objeto mais cobiçado do futebol mundial passou de mão em mão, desfilou em carro aberto, foi jogada para cima no palco da festa. E acabou sofrendo as consequências. A própria federação alemã admitiu que um pedacinho da taça se quebrou.

VEJA TAMBÉM: A Jules Rimet sumia do mapa exatos 30 anos atrás

“Em certo ponto, uma pequena lasca da nossa taça se desprendeu. Mas não se preocupem, temos especialistas para consertá-la”, declarou Wolfgang Niersbach, presidente da federação, sem deixar claro qual o tamanho do estrago. “Estamos investigando quem danificou o troféu, mas ainda não chegamos a uma resposta”.

Embora a Fifa diga que só os campeões podem segurar a taça, até a cantora Rihanna tirou a sua foto. Mas dá para olhar pelo lado bom: o troféu de € 10 milhões não se partiu ao meio e nem foi derretida. Poderia ser pior, como o pessoal do Ajax bem sabe.

Abaixo, um dos vídeos da farra da Alemanha com o troféu:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo