Copa do Mundo

9 de junho: O nazismo anexou a seleção austríaca à alemã, mas fracassou na Copa de 38

Não houve episódio na história das Copas em que a influência política esteve tão evidente quanto na rodada de abertura de 1938. A Alemanha de Hitler havia anexado a Áustria em março daquele ano. O Nationalelf acabou se apoderando também do elenco do país vizinho para disputar o Mundial da França. A seleção austríaca, que havia se classificado para o torneio, acabou sendo eliminada do torneio, garantindo a classificação automática à Suécia. Já a equipe alemã foi reforçada por nove jogadores austríacos.

A história, no entanto, não conta o sucesso alemão. Pelo contrário. A equipe treinada por Sepp Herberger fracassou logo nas quartas de final da Copa. No primeiro duelo com a Suíça, os germânicos não foram além do empate por 1 a 1, após 120 minutos de bola rolando. O placar forçou o jogo-extra no Parque dos Príncipes, marcado para 9 de junho. E o império nazista ruiu com uma virada sensacional dos suíços. Hahnemann e Lörtscher (contra) abriram dois gols de vantagem para o Nationalelf em apenas 22 minutos de jogo. Mas o que parecia uma vitória fácil se transformou em derrota humilhante. Walaschek e Bickel empataram. Já a partir dos 30 minutos do segundo tempo, Abegglen foi o herói ao marcar dois gols e fechar o marcador em 4 a 2. Derrubou o nazismo ao menos no futebol, o que demoraria mais sete anos para acontecer no centro do poder da Europa Ocidental.

O dia 9 de março também marcou a estreia de duas anfitriãs que acabariam se decepcionando nas semifinais da Copa. Em 1990, a Itália iniciou a sua campanha vencendo a Áustria por 1 a 0. Vitória apertada, que contou com o início da lenda de Totò Schillaci, autor do gol decisivo. Já em 2006, foi a Alemanha quem começou bem a trajetória diante de sua torcida. Com o direito a um golaço de Philipp Lahm para abrir o placar, fez 4 a 2 sobre a Costa Rica. Miroslav Klose também consolidou ali sua caminhada para ser um dos maiores artilheiros da história dos Mundiais, ao balançar as redes duas vezes.

1938: Suíça 4×2 Alemanha

Jogo de desempate das oitavas de final
Parque dos Príncipes, em Paris (FRA)
Gols: Abegglen, duas vezes, Walaschek e Bickel (SUI); Hahnemman e Lörtscher (ALE)

1990: Itália 1×0 Áustria

Primeira rodada da fase de grupos
Estádio Olímpico, em Roma (ITA)
Gol: Salvatore Schillaci (ITA)

2006: Alemanha 4×2 Costa Rica

Primeira rodada da fase de grupos
Allianz Arena, em Munique (ALE)
Gols: Klose, duas vezes, Lahm e Frings (ALE); Wanchope, duas vezes (CRI)

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo