Brasil

Entenda por que Zubeldía espalhou TVs pelo CT do São Paulo

Técnico adota método inusitado para potencializar assimilação de ideias pelo elenco

Desde que botou os pés pela primeira vez no CT da Barra Funda, Luis Zubeldía chamou atenção de todos no São Paulo pela intensidade que coloca no dia a dia de treinamentos. É um traço de personalidade que virou marca registrada de seu trabalho desde o início, aos 27 anos. E que ele faz questão de transmitir aos seu elenco.

Inclusive com métodos inusitados. O treinador resolveu utilizar as televisões que estão espalhadas pela estrutura do centro de treinamentos para passar orientações aos seus jogadores.

Desde a chegada do técnico, os televisores das áreas internas do CT exibem lances do próximo adversário do São Paulo. O material preparado pela comissão técnica apresenta aos atletas os pontos fortes e fracos de cada rival, assim como erros e acertos da própria equipe, além de orientações táticas pontuais.

>Como as TVs do CT ajudam Zubeldía no São Paulo?

  • técnico usa TVs espalhadas no CT para passar orientações aos jogadores;
  • televisores exibem pontos fortes e fracos dos adversários antes de cada partida;
  • material preparado pela comissão técnica conta também com orientações táticas;
  • ideia é que jogadores aprendam e se preparem para a partida em momentos fora do campo.

As TVs estão espalhadas por áreas de convívio comum, como o refeitório, a academia e o vestiário. A ideia é que os jogadores possam assimilar as informações como pílulas e facilitar a compreensão da estratégia para cada partida.

Conforme apurado pela Trivela, a rotina adotada por Zubeldía é vista com bons olhos nos bastidores do São Paulo. Antes, muitos dos televisores permaneciam desligados, sem uso, ou exibiam programas esportivos.

Intensidade vai além dos televisores

Os resultados mostram que Zubeldía mudou os rumos da temporada do São Paulo. E Dizer que Zubeldía revolucionou o ambiente interno do clube não é exagero, conforme relatos ouvidos pela Trivela de pessoas que acompanham o dia a dia de trabalhos no CT da Barra Funda.

A reportagem apurou que o técnico orienta as atividades como se estivesse jogando com seus comandados e como se fosse uma partida valendo três pontos. Se um jogador executa um passe durante um dos exercícios, por exemplo, o treinador corre para acompanhar a trajetória da bola até o destinatário.

Quando os atletas acertam a movimentação de uma jogada ou marcam gols, o treinador vibra aos gritos. O técnico também mudou outra rotina: ele acompanha até mesmo os trabalhos de aquecimento antes das partidas.

— É um cara que está nos ajudando muito tanto ele quanto a comissão dele. É um cara bastante intenso que tem um espírito vencedor e vem transmitindo isso para a gente. Tenho certeza que essa motivação que ele tem, acaba nos motivando ainda mais — afirma o volante Alisson.

> Os próximos três jogos do São Paulo

  • Athletico-PR x São Paulo — Brasileirão — quarta-feira, 3 de julho, às 21h30 (horário de Brasília);
  • São Paulo x Red Bull Bragantino — Brasileirão — sábado (6), às 21h (horário de Brasília);
  • Atlético-MG x São Paulo — Brasileirão — quinta-feira (11), às 21h30 (horário de Brasília).
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo