Brasil

Por que a provável venda de Fabrício Bruno ao West Ham é bom negócio para todo mundo

West Ham, da Inglaterra, acenou com proposta de cerca de R$ 80 milhões para tê-lo na abertura da janela de transferências

O Flamengo está próximo de encaminhar a sua primeira venda na janela de transferências que se aproxima. Trata-se do zagueiro Fabrício Bruno, que recebeu proposta de 15 milhões de euros (R$ 83 milhões) do West Ham, da Inglaterra. A proposta foi considerada amplamente vantajosa por ambos os lados, e não poderia ser diferente.

A informação foi publicada primeiro pelo ge e confirmada pela Trivela, que explica como essa negociação pode ter um final feliz, tanto para o Flamengo quanto para Fabrício Bruno.

Os detalhes da proposta

  • A janela de transferências abre no dia 14 de junho, ou seja, Fabrício Bruno deve viajar à Europa para finalizar os detalhes da negociação por volta dessa data;
  • Os R$ 83,6 milhões são por 100% dos direitos econômicos do atleta;
  • O titular absoluto impressionou os ingleses após atuar os 90 minutos do jogo entre Brasil e Inglaterra; em Wembley;
  • Fabrício Bruno terá outros companheiros brasileiros, como Lucas Paquetá, que também é ex-Flamengo.
Fabrício Bruno disputa a bola no clássico do Flamengo contra o Fluminense (foto: IconSport)

Flamengo tem lucro imenso

Pelo lado rubro-negro, a sensação é de dever cumprido. Claro que a saída de Fabrício Bruno será sentida, afinal, é o melhor zagueiro do Flamengo e está entre os melhores de sua posição no Brasil, mas a proposta do West Ham foi excelente. O clube conseguirá lucro de quase R$ 70 milhões caso concretize a venda, uma das melhores dos últimos anos.

Fabrício Bruno foi adquirido pelo Flamengo em 2022, após negociação com o Red Bull Bragantino, mas, de início, ficou no banco de reservas. Fabrício Bruno conseguiu se consolidar no time titular no ano seguinte, de onde não saiu mais. Ele custou R$ 15 milhões aos cofres do Rubro-Negro e está sendo vendido por R$ 83 milhões. Um salto total de R$ 68 milhões.

O defensor ainda tem em Léo Ortiz um substituto natural, ou seja, o Flamengo realmente sai ganhando da venda. Está claro, contudo, que o departamento de futebol precisa buscar mais um zagueiro para compor elenco, já que apenas David Luiz sobra no banco de reservas. A não ser, é claro, que Tite prefira a presença de um defensor das categorias de base, como é o caso de Cleiton e Carbone.

A realização de um sonho

Para Fabrício Bruno, o movimento para a Europa foi pensado há algum tempo. O zagueiro se sentia bastante confortável no Flamengo, mas o entendimento é de que as oportunidades de jogar no continente europeu diminuiriam pela idade do atleta, que tem 28 anos. A Premier League era o destino mais cobiçado, e o defensor teve seu desejo atendido.

Agora, ele poderá se provar no mais alto nível depois de passar por Cruzeiro e Chapecoense, além de Flamengo e Red Bull Bragantino, já citados. Fabrício Bruno marcou cinco gols e concedeu três assistências com a camisa rubro-negra, fora os títulos da Copa do Brasil e da Libertadores da América.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

Jornalista formado pela PUC-Rio. Da final da Libertadores a Série A2 do Carioca. Copa do Mundo e Olimpíada na bagagem. Passou por Coluna do Fla e Lance antes de chegar à Trivela, onde apura e escreve sobre o Flamengo desde 2023.
Botão Voltar ao topo