Brasil

Vasco começa definir futuro de jogadores que treinam afastados do elenco

Volante Barros, de 19 anos, foi emprestado pelo Vasco ao Amazonas, da Série B, e outros jogadores podem seguir o mesmo caminho

O Vasco aproveitou o período sem jogos para começar a resolver a situação de jogadores “afastados” do elenco. Desde o início do Campeonato Carioca, Ramón Diaz deixou claro com quem contava ou não para esta temporada de 2024. Assim, um grupo de jogadores passou a trabalhar “destacado” do elenco principal, no CT Moacyr Barbosa.

E o primeiro jogador que teve o seu futuro definido foi o volante Barros. Na noite da segunda-feira, o Vasco confirmou o empréstimo do jogador para o Amazonas, que vai disputar a Série B neste ano. O garoto 19 anos foi para o time de Manaus com um contrato válido até dezembro de 2024.

No elenco profissional do Vasco desde o começo de 2023, depois de se destacar na Copinha pelo próprio Cruz-Maltino, Barros foi uma das boas surpresas do clube no Estadual do último ano. Além disso, também marcou um gol contra o São Paulo, em pleno Morumbi – o seu primeiro como profissional -, pelo Campeonato Brasileiro. No entanto, o garoto teve uma grave lesão no joelho esquerdo e precisou passar por cirurgia. Ele voltou a treinar ainda na reta final do Brasileiro e chegou a entrar em campo em poucos minutos na reta final.

Nesta atual temporada, Barros atuou nos dois primeiros jogos do Carioca, quando o Botafogo enfrentou o Boavista e o Sampaio Côrrea, inclusive marcando um gol no empate em 3 a 3 na segunda rodada. No entanto, desde a chegada do timi principal para a sequência da competição, o volante não foi mais utilizado e nem sequer relacionado para alguma partida.

Fora dos planos de Ramón Diaz para a temporada, Barros passou a treinar separado do elenco principal. Agora, vai defender as cores do Amazonas na disputa da Série B de 2024. Barros tem contrato com o Vasco até o fim de 2026.

Vasco pode emprestar zagueiro para o Amazonas

Além de Barros, que já teve o empréstimo confirmado pelo próprio Cruz-Maltino, outro cria de São Januário também pode reforçar o Amazonas. Fora dos planos de Ramón Diaz, o zagueiro Miranda também negocia uma transferência para o time de Manaus.

No entanto, dessa vez, o negócio não seria um empréstimo. Como Miranda tem contrato com o Vasco até o meio de 2024, ele poderia assinar um pré-contrato e deixar o clube de graça. Mas as partes negociam para que o negócio seja fechado ainda nesta janela.

Desde 2020 no elenco profissional do Vasco, Miranda tem 69 partidas com a camisa vascaína. O zagueiro perdeu espaço no elenco durante a última temporada.

Miranda também pode ser negociado com o Amazonas (Foto: Daniela Ramalho/Vasco)

Outros crias do Vasco aguardam propostas

Outros dois crias do Vasco seguem com futuro indefinido no clube. Também treinando separados dos grupo de jogadores, o zagueiro Zé Vitor e o volante Rodrigo aguardam propostas para poder decidir como será o 2024 de cada um.

De acordo com o “ge”, Zé Vitor chegou a receber propostas no fim de 2023, mas os valores não agradaram o clube. O jogador foi procurado por clubes do leste europeu e por times da Série B. Ele tem contrato com o Vasco até 2026.

O volante Rodrigo já chegou a ser emprestado o Londrina em 2023 e voltou ao Vasco. Agora, o clube aguarda por novas propostas para poder definir o destino do jogador. Ele tem contrato até dezembro de 2025. Rodrigo terai recebi uma proposta de uma clube da Série C, mas não aceitou.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo