Brasil

Salários e preço milionário da opção de compra: os valores do negócio entre Grêmio e Santos por Soteldo

Grêmio e Santos acertaram o empréstimo de Soteldo por um ano com valor da opção de compra estipulado em contrato

Com o objetivo de enxugar a folha salarial do elenco profissional que encerrou a temporada 2023, o Santos cedeu o atacante Soteldo por empréstimo de um ano ao Grêmio, que disputará o Campeonato Gaúcho, a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro e a Copa Libertadores. A intenção da diretoria santista é manter o jogador em evidência nas principais competições de 2024 para valorizá-lo e, quem sabe, vendê-lo ao fim da sua passagem por Porto Alegre. O Grêmio, por exemplo, já sabe quanto terá que pagar, caso queira exercer a opção de compra prevista no acordo com o Peixe.

De acordo com o apurado pela Trivela com pessoas próximas a Soteldo e representantes do clube gaúcho, o valor estipulado no empréstimo para que o venezuelano fique definitivamente no sul do país é de US$ 5 milhões (pouco mais de R$ 24 milhões na cotação do dia). Essa quantia é referente aos 50% dos direitos econômicos que pertencem ao Santos.

Clube mexicano é dono dos outros 50% de Soteldo

Em julho de 2023, o Peixe firmou um acordo com o Tigres, do México, para comprar tal percentual de Soteldo por US$ 4 milhões (cerca de R$ 19 milhões na cotação da época). Na ocasião, os mexicanos, que não tinham mais interesse na permanência do atacante, aceitaram receber o valor por meio de quatro parcelas semestrais de US$ 1 milhão (R$ 4,8 milhões).

Os outros 50% dos direitos econômicos de Soteldo ainda pertencem ao Tigres, que sonhava com a valorização do jogador no seu retorno ao futebol brasileiro.

Grêmio irá arcar com salários de R$ 350 mil + imagem

Ao ser adquirido pelo Santos, Soteldo assinou um contrato com validade até o meio de 2027 e com salários de R$ 480 mil mensais mais direitos de imagem, que podem representar até 40% do valor que o jogador recebe de vencimentos. Para tê-lo ao longo de 2024, a diretoria gremista se comprometeu a pagar R$ 350 mil por mês ao venezuelano mais aquilo que diz respeito aos direitos de imagem.

Isso representa mais de 70% dos vencimentos do atacante, conforme o seu vínculo com o Santos. Desta forma, restará ao Peixe custear R$ 130 mil por mês dos salários do jogador. Porém, existe uma tentativa por parte do Santos de convencer o jogador a abrir mão dessa diferença financeira.

Oscilação marca 2ª passagem de Soteldo pela Santos

Repatriado por empréstimo de um ano em agosto de 2022, Soteldo viu a sua segunda passagem pelo Santos ficar marcada pelas oscilações em campo. Foram 39 partidas, considerando todas as competições, oito assistências distribuídas, um gol marcado, uma série de lesões, seis cartões amarelos, dois vermelhos e um afastamento de pouco mais de um mês por indisciplina.

Apesar de tudo isso, o venezuelano terminou 2023 sendo a referência técnica do Santos na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Com sérios problemas de criatividade, o Peixe encarou as últimas rodadas da competição, sob o comando de Marcelo Fernandes, com uma ‘Soteldodependência’ que não foi suficiente para evitar a inédita queda à Série B.

Soteldo e mais 10 no Grêmio?

Ao desembarcar em Porto Alegre, Soteldo disputará a titularidade pelos lados do ataque do time de Renato Gaúcho com Nathan Fernandes, Galdino e Lucas Besozzi. Ferreirinha tem negociações em andamento com o São Paulo e não deve ficar no Grêmio.

O venezuelano não terá a companhia do astro uruguaio Luis Suárez, que deixou o clube e assinou contrato com o Inter Miami, dos Estados Unidos, para jogar ao lado do amigo argentino Lionel Messi.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho. Formado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Antes de escrever pela Trivela, esteve na Rádio Grenal e na RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo