BrasilCampeonato Brasileiro

Umbro e Adidas dominam clubes da Série A do Brasileirão

Umbro e Adidas são as duas marcas com mais times na Série A do Campeonato Brasileiro. A marca inglesa conseguiu voltar a ter uma grande participação no mercado brasileiro graças aos recentes patrocínios de Vasco e Grêmio. Os ingleses da Umbro já estavam nas camisas de Joinville e Chapecoense, dois dos catarinenses, além da mais antiga parceria da marca, o Atlético Paranaense. Com isso, ambas estão em cinco times cada, metade dos times da primeira divisão.

LEIA TAMBÉM: Por que a camisa da Seleção é tão importante, e por que a valorizamos cada vez menos

A Adidas, gigante do esporte mundial, é outra que cresceu a sua participação. Os alemães patrocinam Flamengo e Fluminense, dois dos grandes cariocas, e o Palmeiras. Graças à subida da Ponte Preta, a Adidas passou a ter cinco times. Além dos cariocas citados, o Sport também tem seu uniforme fabricado pela empresa alemã.

A Nike, outra gigante do setor, é a fornecedora de quatro times. O Corinthians é patrocinado pela marca americana, que também está no Internacional, Coritiba e Santos. Em 2014, a marca ainda tinha o Bahia até parte do campeonato, quando o tricolor baiano trocou o fornecedor para a Penalty.

Quem mais perdeu de 2014 para 2015 foi a Puma, que tem o Atlético Mineiro, mas perdeu Botafogo e Vitória, ambos rebaixados. O Criciúma, outro rebaixado, usa Kappa. A Umbro ganhou dois times com Joinville e Vasco. Depois de Umbro, Adidas e Nike, nenhuma marca patrocina mais de um clube. O Cruzeiro tem seu uniforme fabricado pela Penalty, que é a atual fornecedora do São Paulo, mas deixará o clube ao final deste mês. Quem assume a partir  de maio, mês de início do Brasileirão, é a americana Under Armour. O Figueirense veste Lupo, o Goiás, que era Puma, passou a ser patrocinado pela Kappa e o Avaí, outro dos que subiram da Série B, é patrocinado pela Fila.

Veja as marcas usadas pelos times:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo