Brasil

Serginho Chulapa passa por cirurgia após infarto, mas apresenta boa recuperação

Após ser internado durante a semana e passar por procedimento, ex-jogador do Santos pode receber alta em breve

Ídolo do São Paulo, do Santos e ex-jogador da Seleção Brasileira, Serginho Chulapa foi vítima de um infarto e precisou ser internado no Hospital Ana Costa, na Baixada Santista, durante esta semana. O ex-atacante foi submetido a um cateterismo para desobstrução de uma veia em seu coração, mas respondeu bem ao procedimento.

Em contato com a Trivela, a esposa de Chulapa, Kátia, explicou que o ex-jogador relatou estar passando mal desde o último domingo (12), e que após uma endoscopia no quarta-feira (15), ele voltou a se sentir mal e foi levado ao pronto-socorro. Durante o atendimento, foi constatado um infarto em uma das veias do coração.

Ele foi para a Unidade de Tratamento Intensivo apenas para realizar o procedimento e recebeu alta. Na manhã deste sábado (18), Chulapa está no quarto continuando a recuperação e disse à Trivela que se sente “ótimo”.

Carreira por São Paulo, Santos e Seleção Brasileira

Chulapa iniciou a sua carreira profissional em 1973 com a camisa do São Paulo, que, à época, era comandado por Telê Santana. Pelo time do Morumbi, o centroavante disputou 399 partidas e marcou 242 gols. Isso faz dele o maior artilheiro da história do Tricolor paulista.

Em 1982, Chulapa foi convocado para defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Espanha. Mais uma vez sob comando de Telê, o ex-jogador foi titular daquele Mundial após Careca se lesionar dias antes da estreia. Chulapa deixou a competição com dois marcados. Apontada como uma das melhores seleções do nosso futebol, o Brasil caiu na segunda fase da Copa do Mundo para a Itália.

No ano seguinte ao Mundial, Chulapa se transferiu para o Santos e virou ídolo. Autor do gol do título do Campeonato Paulista de 1984 contra o Corinthians, o ex-atacante defendeu a camisa santista em 202 jogos e marcou 104 gols.

A saída da comissão técnica do Santos

Considerado ídolo do Santos, Serginho Chulapa fez parte da comissão técnica do time em diversas oportunidades de 1994 a 2022. O convite inicial veio a partir de outro ídolo, Pepe, que foi técnico do clube em 1994. Após a demissão de Pepe, o ex-atacante assumiu o comando até o fim daquele ano.

Chulapa não fez parte das comissões de Emerson Leão, entre 2002 e 2004, e em 2008, por desavenças com o ex-goleiro, e também recebeu um papel menor no dia a dia com os estrangeiros Jorge Sampaoli e Jesualdo Ferreira.

Ele voltou ao cargo em 2020, com Cuca, e ficou até agosto de 2022, quando o presidente Andrés Rueda decidiu que o clube não teria mais o posto de auxiliar técnico permanente, sendo deslocado para o grupo de “ídolos eternos”, que participam de eventos representando o Santos.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo