Brasil

Além da Umbro, quatro marcas de uniforme consultam o Santos

O contrato de parceria com a Umbro tem validade até o final deste ano e o Santos analisará ofertas a partir de junho

A longa parceria entre Santos e Umbro pode estar chegando ao fim. O contrato do clube com a fornecedora de materiais esportivos tem validade até o fim deste ano e algumas empresas já manifestaram interesse à diretoria alvinegra de assumir a confecção dos uniformes do Peixe a partir de janeiro de 2025. Conforme apurado pela Trivela, além da atual marca, que tem a intenção de renovar o acordo, outras quatro marcas sinalizaram o desejo de se tornar parceira do clube.

O vínculo entre Santos e Umbro, que lançará uma última camisa em homenagem ao Charlie Brown Jr., está em vigor desde 2018. Mas a relação é ainda mais antiga. Anteriormente, durante uma primeira parceria, a empresa inglesa produziu os uniformes do Peixe entre os anos de 1997 e 2011 e esteve presente nas principais conquistas recentes do clube, como os brasileiros de 2002, 2004 e o tri da Libertadores de 2011.

Quais outras empresas estão interessadas no Santos?

Ainda conforme as informações obtidas pelo site, além da Umbro, as quatro marcas que consultaram e avisaram ao Santos que querem participar de um futuro processo licitatório para produzir a camisa do time da Vila Belmiro são:

  • Diadora: depois de acertar um acordo com o Náutico, a empresa italiana segue em busca de novos clubes do futebol brasileiro e quer atrelar a sua marca a um grande time como já ocorreu no passado por meio de Palmeiras e Vasco;
  • Legea: também de origem italiana, a empresa concorreu pela confecção dos uniformes do Palmeiras e, ao ver o Verdão avançar com a Adidas, passou a mirar outros clubes para entrar no mercado brasileiro;
  • Puma: de saída do Palmeiras, a marca alemã tem negociações avançadas com outros dois clubes do futebol brasileiro, sendo um do Nordeste e outro do Sudeste. A empresa, no entanto, quer um terceiro time no país. Com o vínculo da Umbro caminhando para a reta final, o Santos virou alvo dos alemães;
  • Volt: atual responsável pela fabricação dos uniformes de América-MG, Botafogo-SP, Criciúma, CSA, Figueirense, Fortaleza, Remo, Santa Cruz e Vitória, a empresa brasileira tem tentado ser ousada no mercado para associar a sua imagem a um gigante do futebol nacional.

Santos já decidiu com quem assinará?

Como o vínculo com a Umbro é válido até dezembro de 2024, o Santos ainda não tomou qualquer decisão sobre o assunto. De acordo com um dos representantes do Peixe, até o momento o clube apenas recebeu as consultas.

As tratativas devem ter início quando o vínculo atual estiver a seis meses do fim. Ou seja, a partir de junho. Até lá, outras marcas podem aumentar essa concorrência.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo