Brasil

Santos sub-20 passa em branco no ano e diferentes fatores colocam trabalho de Orlando Ribeiro em cheque

Técnico do Santos sub-20, Orlando Ribeiro viu a temporada passar em branco e a relação no clube se desgastar

Última categoria antes da chegada ao time profissional, a equipe sub-20 do Santos viveu um 2023 sem conquistas. Vice-campeão da Copa São Paulo de 2022 e campeão paulista do mesmo ano, o Peixe passou a atual temporada em branco. Isso, somado a alguns outros fatores, fazem com que o técnico Orlando Ribeiro, segundo o apurado pela Trivela, balance no cargo já neste início da preparação para a próxima edição da Copinha, que teve os grupos conhecidos nesta quarta-feira (22).

Por sucesso na principal competição de base do país do próximo ano, Orlando Ribeiro começou os trabalhos no CT Rei Pelé há duas semanas. O treinador dividiu os atletas em dois grupos que treinam em horários distintos. Nessas atividades, o técnico terá que tirar lições e encontrar substitutos para atletas como o meio-campo Ivonei, o lateral-direito Cadu e o zagueiro Derick, que estouraram a idade e não podem mais atuar pela base.

Além deles, o Santos não conta mais com o centroavante Deivid Washington, de 18 anos, vendido ao Chelsea, da Inglaterra, na última janela de transferências, e precisa resolver se irá utilizar Weslley Patati e Miguelito na Copinha. Ambos se dividem entre as programações do sub-20 e do profissional, que luta para se livrar definitivamente do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Desempenho do Santos na Copinha de 2023

Liderado por Ivonei, posteriormente emprestado ao Botafogo-SP para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o Santos chegou às semifinais da última Copa São Paulo, mas acabou superado por 3 a 0 pelo América-MG, na Vila Belmiro, e não conseguiu reeditar a final de 2022 contra o Palmeiras, que acabou conquistando o bicampeonato da Copinha. A campanha alvinegra na competição contou com seis vitórias e duas derrotas – além da eliminação para o América-MG, o Peixe perdeu para o Santo André na última rodada da fase de grupos da Copinha.

Desempenho do Santos no Paulista sub-20

No Campeonato Paulista da categoria, já com um time reformulado, o Santos chegou até a terceira fase, mas não avançou para os confrontos de mata-mata que começaram a ser disputados nas quartas de final. Na primeira fase, o Peixe terminou na liderança do Grupo 13 com 25 pontos conquistados em 30 disputados. Foram oito vitórias, um empate e uma derrota.

Na segunda fase, o Alvinegro também se classificou como líder do seu grupo de maneira invicta. Foram seis vitórias em seis jogos. Já na terceira fase, o Santos acabou ficando na terceira colocação da sua chave, atrás de Ferroviária e Red Bull Bragantino, e viu chegar ao fim o desejo de conquistar o bicampeonato consecutivo do Estadual.

O Paulista sub-20 termina neste sábado (25), com o segundo confronto da decisão entre Palmeiras e São Paulo, às 15 horas (horário de Brasília), no estádio Bruno José Daniel, em Santo André. No duelo de ida, no estádio Laudo Natel, o Palmeiras venceu por 2 a 1.

Desempenho do Santos no Brasileiro sub-20

Assim como na Copinha, o Santos foi até as semifinais do Campeonato Brasileiro sub-20 deste ano. O Peixe terminou a fase de grupos na segunda colocação, com 18 pontos. Os comandados de Orlando Ribeiro só não terminaram na liderança pelo critério de desempate, uma vez que teve a mesma pontuação do líder do Palmeiras, porém com uma vitória a menos.

Nas quartas de final, o Santos eliminou o Internacional com o placar agregado de 5 a 0. Nas semifinais, o Peixe se viu diante do Flamengo e acabou eliminado com o placar agregado de 5 a 2. O Rubro-negro carioca se consagrou campeão ao derrotar o Palmeiras, na final, nos pênaltis, após um empate por 0 a 0 no tempo regulamentar.

Desempenho do Santos na Copa do Brasil sub-20

Na Copa do Brasil da categoria, o Santos parou logo nas oitavas de final. Na primeira fase da competição, o Peixe, em jogo único, passou pelo Coritiba, nos pênaltis, depois de um empate por 2 a 2 com a bola em jogo. Já nas oitavas de final, o Peixe encarou o Corinthians e foi precocemente eliminado com o placar agregado de 6 a 3.

Por que Orlando Ribeiro está ameaçado no cargo?

Conforme as informações obtidas pelo site, alguns fatores fazem Orlando Ribeiro correr risco de demissão no Santos. A primeira delas é o trabalho desenvolvido no sub-20 do Peixe. O atual treinador da categoria assumiu a equipe dias depois do vice-campeonato da Copinha de 2022, que foi conquistado sob o comando do técnico Helder Campos.

Depois disso, o resultado mais expressivo da categoria foi o título Estadual no mesmo ano, mas com o auxiliar-técnico Buião como treinador, uma vez que Orlando Ribeiro havia sido deslocado interinamente para o time profissional.

Constantes mudanças nas escalações

Um outro ponto que coloca a continuidade de Orlando Ribeiro em dúvida na Vila Belmiro são as constantes mudanças de escalação no time. Essa prática do treinador incomoda bastante os responsáveis pelas categorias de base do Santos, que não enxergam critérios em determinadas situações.

A começar pelo afastamento de atletas que eram utilizados regularmente e repentinamente deixaram de ser sequer relacionados para as partidas. Alguns, inclusive, saíram do clube.

Posteriormente, após uma goleada sofrida para o Palmeiras, a presença de um jogador do sub-17 no time titular sub-20, depois de apenas um treinamento com Orlando, resultou em um desentendimento entre o treinador e um dos responsáveis pela base santista.

Relação desgastada com os jogadores do sub-20

Por fim, é de conhecimento dos dirigentes do Santos que a relação dos jovens jogadores com Orlando não é tão boa como já foi anteriormente. Ainda de acordo com o apurado pelo site, a coordenação da base não vê sinergia dos Meninos da Vila com o treinador. A sensação é de que a convivência está “completamente desgastada”.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna
Botão Voltar ao topo