Brasil

Santos deu 1º passo e tem um técnico; agora, vêm as contratações — mas só em janeiro

Negociação feita com Willian Bigode seria boa jogada para o Peixe não se complicar ainda mais financeiramente

Agora com o anúncio oficial de Fábio Carille como treinador, o Santos dá um passo à frente para 2024, e já pode começar o planejamento para um ano difícil, mas que, se for bem organizado pela comissão técnica e diretoria, tem chances de ser melhor do que a última temporada. A tendência é que nos próximos dias, o técnico e diretoria sentem para analisar o mercado do futebol e definir os principais alvos para a temporada.

O foco do Peixe deve ser contratações pontuais e efetivas que possam colaborar com o clube tanto dentro dos gramados, quanto financeiramente, já que o clube está com conta no negativo, como no caso de Willian Bigode, que deve chegar por empréstimo e um valor salarial abaixo com uma “ajudinha” do Fluminense.

Segundo apurado pela reportagem da Trivela, o atacante já tem tudo acertado verbalmente com a diretoria do santista, e só não teve a assinatura de contrato e anúncio feito porque Marcelo Teixeira espera assumir definitivamente o comando do clube para formalizar qualquer negócio.

Negociação de empréstimo de William Bigode seria o melhor dos caminhos para possíveis novas chegadas

Sem dinheiro para grandes negócios. Essa é a situação do Santos, e não é segredo para ninguém, o torcedor santista, a diretoria e o mercado tem essa consciência, mas ainda assim é preciso mudar, ganhar “novos” ares antes de embarcar na maratona de desafio que terá pela frente, por isso no melhor dos mundos o ideal para Peixe é fazer contratações pontuais que tenham valores acessíveis a atual realidade do clube, ou até menos parcelas menores.

Esse é o caso de Willian Bigode, 37 anos, que tem já tem tudo apalavrado para reforçar o Peixe por empréstimo. O atacante pertence ao Fluminense, onde tem contrato até o fim de 2024, mas fora dos planos de Fernando Diniz em 2023, Bigode foi emprestado ao Athletico-PR. No contrato que deve ser feito com Santos, a equipe carioca continuará pagando parte dos salários do jogador, outro ponto a favor do alvinegro. Além das questões salariais, Willian terá metas pré-estabelecidas para uma renovação automática do contrato por mais uma temporada.

Assim que anunciado pelo Santos, o atacante defenderá o seu terceiro clube paulista, Bigode defendeu o Corinthians, entre 2011 e 2012, foi campeão brasileiro e da Libertadores, cinco anos depois, foi para o Palmeiras, onde atuou de 2017 a 2021, conquistou com o alviverde, dua Libertadores, uma Copa do Brasil, um Campeonato Brasileiro e um Paulista. No Fluminense são quatro títulos, duas Taças Guanabra e dois Campeonatos Cariocas.

Ainda que tenha conquistado grandes e importantes títulos, principalmente no Palmeiras, Willian Bigode sofreu nos últimos anos alguns longos períodos sem conseguir balançar as redes, um grande problema para um atacante, por exemplo, nas temporadas de 2022 e 2023, foram nove meses sem gols. Este ano, defendendo o Furacão, o atacante igualou sua pior marca na carreira, desde 2009, ficou seis meses sem balançar as redes, e quando voltou, foram só quatro gols.

A sequência de jejuns pode ser explicada por vários fatores que atingiram o jogador nos últimos anos, principalmente no extra-campo, porém se o atacante manter essa oscilação dentro do campo, sem conseguir uma boa sequência em números, além dele não atingir as metas estabelecidas no contrato, poderá “causar' problemas de desempenho do Santos nas duas únicas competições que irá disputar.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna
Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância, paixão que se tornou profissão. Além do futebol me mantenho por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhei como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo