Brasil

Por efeitos da pandemia, elencos do futebol nas Olimpíadas poderão convocar mais quatro atletas para os torneios feminino e masculino

A pedido das seleções, os elencos poderão incluir quatro jogadores a mais rumo a Tóquio, indo de 18 para 22 convocados

Restam três semanas para o início dos torneios de futebol nos Jogos Olímpicos e, a pedido das federações, as seleções poderão aumentar suas listas de convocados. Equipes femininas e masculinas ampliarão seus elencos de 18 para 22 atletas, numa solução para lidar melhor com possíveis desfalques provocados por casos de COVID-19 e também por lesões, em consequência do calendário apertado pelos jogos em excesso. A Fifa e o Comitê Olímpico Internacional autorizaram as mudanças. Os quatro jogadores acrescentados serão anunciados nos próximos dias.

Segundo o Globo Esporte, a CBF confirmou que a seleção feminina adicionará as quatro suplentes anunciadas previamente pela técnica Pia Sundhage. Andressa Alves, Aline Reis, Letícia Santos e Giovana Queiroz se somarão ao resto da delegação no Japão. Já a seleção masculina ainda precisará divulgar quem serão os novos quatro integrados pelo técnico André Jardine. A confirmação junto à Fifa deverá ocorrer até o próximo dia 2. Os atletas deverão respeitar o limite de 24 anos estipulado para o torneio masculino.

A seleção feminina se prepara às Olimpíadas nos Estados Unidos e viajará para o Japão no dia 15 de julho. A estreia acontece no dia 21, contra a China. Países Baixos e Zâmbia completam o grupo. Já a seleção masculina começa os treinamentos com o grupo completo em 9 de julho. A CBF ainda aguarda a liberação de alguns atletas junto aos seus clubes. Os quatro nomes a mais podem aumentar o imbróglio e a queda de braço com as equipes do Brasileirão. A estreia do time de André Jardine acontece em 22 de julho, contra a Alemanha. Costa do Marfim e Arábia Saudita serão as outras adversárias.

Treinadora da seleção feminina de Países Baixos, Sarina Wiegman foi a principal responsável no pedido de expansão dos elencos para as Olimpíadas. A técnica enviou uma solicitação à Fifa e ao COI, contando com o apoio de outras equipes, sobretudo as femininas. O temor é que as condições excepcionais ao redor das Olimpíadas, em meio à pandemia, possam prejudicar a realização do torneio de futebol e o próprio nível técnico com a maratona da temporada.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo