Brasil

O olhar de fora: protestos e galeria defasada

Com o início da Copa das Confederações e a aproximação da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos, o Brasil fica sob olhar cada vez mais atento do resto do mundo. Uma boa oportunidade para se perceber como o País é visto, para o bem e para o mal. E também para ver que boas sacadas e equívocos ocorrem aqui e lá.

Por isso, a Trivela fará, todo dia da Copa das Confederações, a seção “O Olhar de Fora”. Nela, mostraremos exemplos positivos e negativos de como a mídia estrangeira tratou o Brasil. Não é necessariamente falar bem ou falar mal, mas mostrar a seu público um retrato mais fiel possível do que ocorre.

MANDOU BEM

Corriere della Sera e El País: cautela e sem rótulos na cobertura

Os italianos do Corriere della Sera não quiseram muito entrar no mérito dos manifestantes que fizeram barulho em Brasília horas antes do jogo entre Brasil e Japão. Com uma linha ponderada, citaram a confusão em São Paulo e Rio de Janeiro e explicaram as causas que fizeram o povo ir às ruas. Já o El País, na Espanha, dedica toda uma matéria para que os seus leitores entendam a fundo as motivações, os focos de protestos e um retrato da sociedade que se fez ouvir pelos seus governantes. Ambas o fazem de forma competente, explicando bem o motivo de tais manifestações terem surgido e sem cair no discurso fácil de tratar uma atitude civil como algo que coloque em sério risco o torneio ou os estrangeiros que vieram ao Brasil.

DEU UMA ESCORREGADA

Sports Illustrated: fotos antigas passam uma impressão errada

A revista americana Sports Illustrated  fez uma reportagem correta sobre a situação do Brasil a um ano da Copa. Não caiu em estereótipo e explicou bem a situação para o público norte-americano, pouco íntimo das questões do futebol. Mas teve um deslize: na galeria da situação das obras dos estádios, não usou fotos atualizadas em todos os casos. Na Arena Pantanal, de Cuiabá, a imagem apresentada é de janeiro de 2012. A revista foi correta ao informar a data nas imagens antigas, mas pode causar mais alarmismo sobre o tema e até desviar o foco do grande problema, os trabalhos na infraestrutura.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo