BrasilItália

De opção no banco a alvo do Napoli: Murillo vira pilar do Corinthians em quatro meses

Zagueiro de 21 anos apareceu na capa do jornal Corriere dello Sport como alvo do clube italiano

O primeiro ano como profissional costuma ser de adaptação para um jogador de futebol. Jovem, saindo das categorias de base pra disputar espaço com atletas mais físicos e experientes, é normal ter poucas oportunidades ao chegar na equipe principal. Mas não com o zagueiro Murillo, do Corinthians. Em quatro meses, o defensor de apenas 21 anos foi de opção no banco de reservas a pilar no time de Vanderlei Luxemburgo.

O destaque em tão pouco tempo o consolidou no Alvinegro e atraiu holofotes internacionais. Nesta quinta-feira (3), Murillo apareceu na capa do jornal Corriere dello Sport como alvo do Napoli. Ao contrário do que é de se imaginar, o atual campeão italiano não vê no brasileiro só uma boa oportunidade de mercado e revenda futura, mas alguém para substituir o sul-coreano Kim Min-jae, melhor defensor da última Serie A e vendido ao Bayern de Munique por €50 milhões.

Rápida ascensão no primeiro ano como profissional

Um dos principais nomes das categorias de base do Corinthians desde 2019, Murillo fez parte da equipe que disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior no início deste ano. Após a eliminação na terceira fase do torneio, o zagueiro foi chamado para fazer parte do elenco profissional, sendo relacionado pela primeira vez no empate sem gols com a Inter de Limeira, ainda em janeiro, pelo Paulistão.

Com Fernando Lázaro, primeiro técnico do Alvinegro em 2023, o jovem defensor foi opção no banco de reservas em oito ocasiões, mas não entrou em campo. Na sequência, foi relacionado nos dois jogos da rápida passagem de Cuca, estreando na vitória por 2 a 0 sobre o Remo pela Copa do Brasil, no fim de abril, ao substituir Bruno Méndez, que saiu lesionado no segundo tempo.

Sua primeira aparição como titular viria no próximo compromisso, na derrota por 2 a 1 para o Palmeiras pela terceira rodada do Brasileirão, no Allianz Parque. Já sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, Murillo assumiu definitivamente a titularidade, iniciando as primeiras 12 partidas depois da chegada do treinador.

O início entre os titulares, no entanto, foi complicado. Mesmo com boas atuações e liderando estatísticas de ações defensivas, passes verticais e bolas longas, Murillo só foi comemorar uma vitória como titular em seu décimo jogo como profissional. Aos poucos, os resultados foram melhorando para o Corinthians, com o zagueiro mantendo o alto nível e se tornando fundamental ao time.

Importância de Murillo

Apesar da baixa estatura para a posição, com apenas 1,82m, Murillo é atualmente a principal peça do sistema defensivo do Corinthians. O camisa 34 compensa a falta de altura com boas antecipações, impulsão e velocidade. Foi assim que ele venceu 45 duelos aéreos em 22 partidas como titular, mais do que qualquer outro jogador da equipe desde que assumiu a posição.

E não é só pelo alto que Murillo se destaca. Segundo o Sofascore, é o líder do elenco em ações defensivas desde que virou titular, com 207. O zagueiro também aparece em primeiro em cortes e chutes bloqueados, com 115 e 34, respectivamente.

A grande virtude de Murillo, no entanto, é com os pés. Canhoto, tem muita qualidade para sair jogando, muitas vezes sendo crucial para o Corinthians chegar ao campo de ataque. Com passes para frente e muitos lançamentos, compensa a dificuldade de Gil, e até Cássio, no quesito. Na partida de ida pela semifinal da Copa do Brasil, contra o São Paulo, foi dele a assistência para o segundo gol de Renato Augusto.

Do período em que foi titular pela primeira vez até sua 19ª aparição entre os 11 iniciais, Murillo foi quem mais deu passes verticais: 389. Já contando todos os jogos que começou, também liderou em bolas longas certas, com 82.

Com Murillo, o Corinthians venceu nove jogos, empatou cinco e perdeu outros nove, além de ter sofrido 25 gols (média de 1,08 por partida). Desde que estreou, o zagueiro só ficou de fora de quatro compromissos, ficando no banco em um. No triunfo por 2 a 1 sobre o Newell's Old Boys, na terça-feira (1), teve outra grande atuação.

Números de Murillo pelo Corinthians

  • 23 partidas
  • 22 partidas como titular
  • 9 vitórias
  • 5 empates
  • 9 derrotas
  • 115 cortes
  • 45 duelos aéreos ganhos
  • 34 chutes bloqueados
  • 85 bolas longas certas
  • 1 assistência
    Números do Sofascore

Interesse do Napoli

Não à toa, Murillo chamou a atenção do Napoli, atual campeão e melhor defesa do último Campeonato Italiano. Segundo o Corriere dello Sport, o brasileiro não era a primeira opção para o lugar de Kim Min-jae, mas se tornou uma das principais já que as negociações com outros alvos do clube não evoluíram.

A publicação destaca a explosão do zagueiro, além de chamá-lo de “talento emergente”. O jornal até cita que Murillo é mais baixo do que outros zagueiros que interessam a Napoli, mas volta a elogiar o garoto ao lembrar que é canhoto e tem somente 21 anos.

Na zona mista após o triunfo por 2 a 1 sobre o Newell's Old Boys, pela Copa Sul-Americana, Murillo falou sobre as especulações envolvendo seu nome, mas garantiu estar pensando apenas no Corinthians

— Sou muito tranquilo com isso, minha cabeça está focada no Corinthians. Sobre negociações, deixo com os meus empresários, eles sabem o melhor para mim. O que vier, o que Deus permitir acontecer, vai acontecer. Por enquanto, estou focado 100% no Corinthians — assegurou.

Em fevereiro, Murillo renovou contrato com o Corinthians até o fim de 2025. De acordo com o ge, o clube não pretende perder a joia nesta janela de transferências e o avalia em € 20 milhões, cerca de R$ 106 milhões.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo