Brasil

‘Relâmpago’, Marquinhos vê Diniz ‘único no mundo’ no Fluminense

Marquinhos marcou dois gols na Libertadores e já virou xodó da torcida do Fluminense; jovem acha que 'ninguém faz igual' a Fernando Diniz

O Fluminense pode não estar em seu melhor momento, mas um jogador tem se destacado nos últimos jogos: o ponta Marquinhos. O jovem de 20 anos chegou sem alarde, mas marcou dois gols e deu uma assistência em dois jogos como titular pela Libertadores. O Relâmpago, como foi apelidado, escolheu o Tricolor na volta ao Brasil para ser feliz. Agora, vive um “momento mágico”.

— Estou vivendo um momento mágico. Uma semana muito especial. Foi a semana também do meu aniversário. Já encaixou com o jogo do Alianza, na estreia. Domingo meu aniversário. Na terça-feira, realizei o sonho de marcar um gol no Maracanã ao lado do torcedor tricolor. Foi maravilhoso — afirmou o ponta.

O jogador que pertence ao Arsenal não teve muita sequência no clube inglês e acabou emprestado duas vezes na Europa para Norwich e Nantes. Durante a disputa do Pré-Olímpico com a Seleção Brasileira sub-23, o jovem revelado pelo São Paulo recebeu uma consulta do Fluminense e não pensou duas vezes antes de aceitar a proposta.

— Foi rápido. O (Fernando) Diniz me ligou e eu saí muito satisfeito da conversa. O Fluminense é um clube gigante e eu fiquei muito feliz de ser procurado. As coisas aconteceram rapidamente, havia o interesse do Arsenal e eu pude voltar ao Brasil. Fiz essa escolha para voltar a ser feliz e espero seguir nesse caminho aqui no clube — disse Marquinhos.

Marquinhos: Diniz é ‘único no mundo’, comparado com Arteta
No tempo no Arsenal, Marquinhos foi treinado pelo espanhol Mikel Arteta, um dos treinadores mais badalados da Europa. Discípulo de Pep Guardiola, o técnico tem um estilo próprio. Questionado pela imprensa se havia similaridades entre ele e Fernando Diniz, o atacante do Fluminense afirmou que o técnico tricolor é “único no mundo”.

— Com o Arteta tem um pouco de gostar da bola, de propor o jogo o tempo todo. Mas o professor Fernando é muito diferente. É até difícil falar, é muito diferente. Acho que ninguém no mundo faz. Só ele aqui no Fluminense. A semelhança de querer propor o jogo, ser ofensivo, tem um pouco com o Arteta. Mas o jeito que a gente joga, tudo que a gente faz aqui é só dele, acho que ninguém no mundo faz — opinou.

Fernando Diniz 'guiou' Marquinhos para golaço do Fluminense como um jogador de videogame - Foto: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC
Fernando Diniz ‘guiou’ Marquinhos para golaço do Fluminense como um jogador de videogame – Foto: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC

Relâmpago Marquinhos tem ótimo início no Fluminense

Se a vontade de Marquinhos era voltar a ser feliz, o início é promissor. Em apenas quatro jogos, o atacante destaque nos treinamentos conseguiu uma vaga no time titular e tem sido importante. Na Libertadores, é o artilheiro do Fluminense, com dois dos três gols marcados pela equipe em dois jogos. O jovem de 20 anos quer seguir assim.

— Na minha estreia no São Paulo também fiz gol na Libertadores. Depois de três anos, pude retornar nessa competição e continuar fazendo gol e sendo decisivo, participando dos gols. Espero continuar ajudando o Fluminense — disse.

Com pinta de xodó, o atacante já tem apelido para o torcedor: Relâmpago Marquinhos, como o personagem do filme “Carros”, da Disney. Perguntado sobre a brincadeira, o atacante afirmou que gostou.

— Levo a brincadeira muito na boa. Quando soltaram, não levei como zoação não, gostei muito. Espero fazer mais gols para o torcedor poder falar mais do Relâmpago Marquinhos.

Próximos jogos do Fluminense

  • Fluminense x Red Bull Bragantino – Campeonato Brasileiro – sábado, 13 de abril – 21h (de Brasília);
  • Bahia x Fluminense – Campeonato Brasileiro – terça-feira, 16 de abril – 21h30 (de Brasília);
  • Fluminense x Vasco – Campeonato Brasileiro – sábado, 20 de abril – 16h (de Brasília).
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo