Brasil

Juventude segura estrelado ataque do Internacional e semifinal do Gauchão só será definida no Beira-Rio

Internacional, dono do melhor aproveitamento entre clubes da Série A nesta temporada, ficou no zero diante do Juventude em Caxias do Sul

O Juventude se segurou como pôde diante do Internacional, que vive uma excelente fase no Campeonato Gaúcho. O time de Eduardo Coudet, dono do melhor aproveitamento entre os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro nesta temporada, vinha de 10 vitórias consecutivas. No entanto, neste domingo (17), a equipe colorada não conseguiu furar a forte defesa do time alviverde, no Alfredo Jaconi, e ficou no empate sem gols.

Agora, a decisão de vaga na final vai ficar para o próximo dia 25 de março, segunda-feira, no Beira-Rio. O confronto está marcado para às 21h30 (horário de Brasília).

Juventude segura o forte ataque do Internacional

Há pouco mais de duas semanas, no dia 2 de março, o Internacional havia finalizado a fase classificatória do Gauchão com uma vitória tranquila sobre o Juve. Jogando com time alternativo, os colorados venceram por 2 a 1, com gols de Hyoran e Wesley, enquanto Jadson descontou para o Alviverde.

Depois de mais de 15 dias, a situação foi outra em campo. Em comparação com aquela partida, o Juventude foi a campo com muito equilíbrio. Se naquela ocasião vinha de cinco jogos sem vitória, neste fim de semana o time de Roger Machado estava embalado por duas vitórias consecutivas — 4 a 0 sobre o Guarany, em Bagé, pelas quartas de final do Gauchão, e 3 a 1 sobre o Paysandu, na última quarta-feira (13), no Alfredo Jaconi, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Com o astral totalmente diferente, o Juventude conseguiu se segurar diante do forte ataque do Internacional. No primeiro tempo, o confronto foi bem disputado, com poucas oportunidades para cada um dos lados. O zagueiro Mercado atribuiu a falta de gols ao estilo brigador dos adversários.

— Hoje, nós não conseguimos ter aquele volume de jogo que vínhamos tendo. Acho que eles fizeram um jogo físico. Agora é descansar e foco no jogo dentro da nossa casa — afirmou na saída de campo.

As chances mais claras foram de Valencia, do Inter, e Gilberto, do Juventude, mas nada que realmente assustasse as duas defesas.

Arbitragem incomodou Juventude

Um dos destaques da partida aconteceu aos 16 minutos do segundo tempo, em uma boa chegada do Juventude. Jean Carlos tabelou com Alan Ruschel, que foi derrubado na área. O árbitro Lucas Guimarães Rechatiko assinalou pênalti imediatamente, mas o lance foi para a revisão do VAR. Após a análise, a arbitragem concluiu que houve impedimento no lance e anulou a decisão do gramado.

Os jogadores do Juventude ficaram revoltados com a marcação e, logo após o apito final, eles cercaram Lucas Guimarães e os demais integrantes do corpo de arbitragem.

— Um jogo no qual as duas equipes buscaram o gol o tempo todo. Acho que a arbitragem poderia ter um pulso um pouco mais firme em alguns lances. O empate não foi bom para a gente, mas segue tudo em aberto — ponderou o meia Nenê no fim da partida.

Torcedor do Juve é flagrado fazendo gestos racistas

Durante a partida, um torcedor do Juventude foi flagrado fazendo gestos racistas em direção à torcida do Internacional. A Polícia Militar agiu imediatamente e retirou o homem do estádio.

Internacional no Campeonato Gaúcho 2024

  • 13 jogos, 10 vitórias, 2 empates e 1 derrota
  • 24 gols feitos, 7 gols sofridos
  • 86% de aproveitamento

Juventude no Campeonato Gaúcho 2024

  • 12 jogos, 5 vitórias, 4 empates e 4 derrotas
  • 19 gols feitos, 9 gols sofridos
  • 50% de aproveitamento
Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo