Brasil

Presidente do Criciúma confirma tratativas para o Internacional jogar em seu estádio

Vilmar Guedes revelou que a Conmebol vistoriou recentemente o Heriberto Hülse, que pode receber jogo do Colorado pela Copa Sul-Americana

À medida que inicia o período de treinamentos em Itu, no interior do São Paulo, o Internacional aguarda alguns detalhes para anunciar onde mandará suas próximas partidas como mandante, já que o Beira-Rio está em processo de reconstrução após as enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul. O Novelli Jr., estádio do Ituano, surge como principal alternativa para o duelo com o Belgrano, no próximo dia 28, pela Copa Sul-Americana. Entretanto, a direção colorada também tem tratativas com o Criciúma para jogar no Heriberto Hülse.

Em novo formato de comunicação institucional do Tigre, no Instagram, o presidente Vilmar Guedes disse que tem conversado com frequência com o mandatário do Internacional, Alessandro Barcellos. E confirmou que inspetores da Conmebol visitaram o Heriberto Hülse recentemente para averiguar se o estádio tem condição para receber partidas de competições continentais.

— Nós temos conversado com uma certa regularidade com o presidente do Inter. Evidente que o que ocorreu no Rio Grande do Sul faz com que o Internacional e o Grêmio procurem nas suas adjacências, o mais próximo possível, alguns estádios que possam estar devidamente preparados para a realização de competições. Ambos clubes disputam competições nacional e internacional. Nós recebemos a visita da Conmebol. Extraoficialmente eu posso anunciar que o estádio Heriberto Hülse se encontra nas mais perfeitas condições. Entretanto, não recebemos o laudo final da visita feita pela Conmebol — contou Vilmar Guedes.

O presidente do Criciúma explicou que a vistoria da Conmebol foi feita em duas etapas. Na primeira, foi avaliado o gramado do Heriberto Hülse. Na segunda, os vestiários e a iluminação — esse último item é que pode ser empecilho, apesar do otimismo do mandatário do Tigre.

Criciúma não se opõe em ceder o Heriberto Hülse ao Internacional, desde que não prejudique seu próprio calendário

Vilmar Guedes também disse que não será problema ceder o estádio para o Internacional, na data que for, desde que não prejudique o calendário do próprio Criciúma. O Tigre tem três partidas adiadas do Campeonato Brasileiro para realizar em casa — contra Fortaleza, Cuiabá e Palmeiras –, além, é claro, da sequência natural da competição e, eventualmente, da Copa do Brasil, em que na próxima quinta-feira (23), recebe o Bahia pelo jogo de volta da terceira fase.

— O Internacional tem um calendário. Lembrando que a CBF é subordinada à Conmebol e Fifa. Dificilmente vai ser mexido no calendário já pré-estabelecido da Libertadores e da Sul-Americana. O Criciúma é um clube legalista, é um clube que olha muito pela diplomacia. Vamos atender o pedido do Internacional desde que não comprometa nosso calendário. Temos algumas datas, mas tudo que dissermos agora vai ser meramente especulativo. Se houver essa possibilidade, a confirmação do Internacional no Heriberto Hülse, eu acredito que deva ser para a primeira quinzena de junho — projetou.

Na primeira semana de junho, o Internacional tem jogo como mandante marcado para o dia 8, sábado, às 21h30, contra o Delfín, pela Copa Sul-Americana. Pelo calendário base da CBF, quatro dias depois o Colorado receberia o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. Isso sem falar de outras seis partidas adiadas, das quais três são, em teoria, em seu domínio.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo