Brasil

Hulk evita falar sobre permanência no Atlético-MG e causa (com razão) desespero na torcida

Com contrato até o fim de 2024, Hulk não quis falar sobre o seu futuro e deu a entender que ele pode não ser no Atlético

Principal jogador do Atlético-MG e um dos grandes destaques do futebol brasileiro desde quando retornou ao país, em 2021, o atacante Hulk, que tem contrato com o Galo até o fim de 2024, evitou falar sobre o seu futuro e deixou no ar uma possibilidade de não seguir no clube na próxima temporada, o que gerou, com razão, um enorme desespero da torcida atleticana.

Em três anos no Atlético, Hulk já escalou para a primeira prateleira de maiores ídolos das história do clube, chegando a marca de quase 100 gols e conquistando títulos relevantes, como o Brasileiro e a Copa do Brasil de 2021. Mas não foram só flores para o jogador no Brasil. Ele sempre reclamou da quantidade exorbitante de jogos e, principalmente da arbitragem. Neste ano, ele já deixou de ser capitão por se senti perseguido e, há um mês, após ser expulso contra o América-MG, afirmou que iria embora do país no fim do Brasileiro: “Estou cansado. Do Brasil eu estou cansado. Mais um mês aqui e vou embora – disse após a partida contra o América-MG”.

No entanto, horas depois o jogador foi até as redes sociais e fez um pronunciamento pedindo desculpa a todos e tranquilizando o torcedor, afirmando que havia falado “de cabeça quente”. Mas a torcida atleticana agora volta ficar preocupa depois de uma coletiva de imprensa na qual Hulk se esquivou de todas as perguntas sobre o seu futuro – e não foram poucas. O atacante fez questão de frisar que o futuro para ele é o jogo contra o Bahia, nesta quarta (6).

Mais um jogo que falta para terminar a temporada, depois descansar, aproveitar com a família e aí depois pensar no futuro. Deixar o futuro nas mãos de Deus – disse Hulk.

Sobre a declaração que deu contra o América, ele afirmou que foi um momento em que “botou tudo pra fora” e que procurou dar o seu melhor e focar no futebol depois disso: “Por vezes não vamos jogar bem e nem tomar as melhores decisões, mas o mais importante é o foco e o meu comprometimento quando visto essa camisa. Tenho muito respeito e gratidão”.

Hulk frisou como o jogo contra o Bahia é importante para o Atlético conquistar seu objetivo, que é terminar no G4, e até falou em título, mesmo que as chances sejam mínimas e o cenário pareça impossível. Depois da partida, ele só falou em descansar, citando novamente o número de jogos, e deixando o futuro no futuro.

– Depois do jogo é descansar, a cabeça, o corpo, que estou precisando, em apenas três anos já foi o clube que mais atuei na carreira, então são muitos jogos em pouco tempo. Me sinto lisonjeado por jogar tanto jogos apesar da minha idade. É descansar e deixar o futuro nas mãos de Deus.

Atlético e estafe negam possibilidade

Em contato com o estafe do jogador, a Trivela foi informada que o jogador simplesmente não queria mesmo falar sobre seu futuro, já que a temporada não terminou, como adiantou o jornalista Fred Ribeiro. Já uma fonte do Atlético, a Trivela foi informada que não há indícios da saída de Hulk do clube:

Que eu saiba não! Tem contrato, está feliz e o Galo feliz com ele! Não faz sentido algum isso – disse a fonte.

Repercussão das declarações

A forma como Hulk falou do seu futuro, dando a entender que pode não ser no Atlético, causou um alvoroço nas redes sociais entre a torcida atleticana, que se desesperou só com a possibilidade de ver seu grande ídolo e principal jogador deixando o clube. Ele ainda tem mais um ano de contrato, que pode virar dois se a opção de extensão de contrato for exercida.

Identificação de Hulk com o Atlético

Desde o primeiro dia que pisou no Atlético, Hulk já demonstrava que seria uma figura importante para o clube. O começo foi difícil e ele demorou a engrenar, mas, desde que engrenou, não parou mais. São três temporadas em altíssimo nível, sendo que em 2021, a primeira, foi a melhor de todas, com ele sendo artilheiro de tudo e ganhando inúmeras premiações de melhor jogando por ser o principal responsável pelo Galo ter dominado o Brasil e conquistado Brasileiro e Copa do Brasil.

Ao todo, o atacante já atuou em 172 jogos pelo Atlético e marcou 95 gols – clube no qual ele mais marcou gols -, sendo hoje o 21° maior artilheiro da história do clube, além de toda a idolatria que tem, marcando uma geração e, provavelmente, mudando a história do Galo. Para o atacante, só ser bem recebido já faz com ele dê o seu melhor.

– Eu amo jogar futebol. Quem acompanha a minha carreira sabe que onde eu cheguei fui sempre bem recebido e sai pelas portas da frente. Cheguei no Galo e fui muito bem recebido, e quando você é bem recebido no seu trabalho pelas pessoas que estão ali no dia a dia, do porteiro ao presidente, os 4Rs, só tem que fazer o seu trabalho. Foi isso que fiz, dei o meu melhor, honrei essa camisa aqui, como sempre faço, sou grato e toda a minha família também. Não tem segredo, é entrar em campo e dar o seu melhor. Essa identificação, vou parar de jogar e daqui a 20/30 anos o carinho e a identificação pelo Atlético vai ser o mesmo, pois é um clube que, sem dúvida nenhuma, está no meu coração.

Uma saída de Hulk, mesmo que haja elementos para isso, como as citadas reclamações de calendário e com a arbitragem, seria uma surpresa enorme para todos, já que o jogador demonstra enorme identificação com o Atlético e, mesmo com o que disse contra o América-MG, não dava indícios de sair. Fora o peso sentimental, perder um jogador como Hulk seria uma tragédia dentro das quatro linhas, praticamente impossível de repor a altura.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo