Brasil

Gerson dá declaração forte e revela que médico temeu fim de sua carreira no futebol

Volante do Flamengo passou por cirurgia em março e ficou dois meses longe dos gramados

Gerson é um dos pilares do meio-campo do Flamengo e homem de confiança do técnico Tite. No início de março, o camisa 8 rubro-negro passou por cirurgia no rim esquerdo e desfalcou o Mais Querido durante dois meses. Já recuperado e de volta à ativa, Gerson, eleito melhor jogador em campo na goleada por 4 a 0 sobre o Bolívar, foi o convidado da semana no quadro Resenha do Jogo, da FLA TV. Durante a entrevista, o Coringa deu forte declaração sobre o problema renal que, segundo ele, quase o impediu de seguir a carreira.

— Afeta psicologicamente. Estava bem num dia, do nada passei mal, fui para o hospital, me internei duas ou três vezes. Passei a dar mais valor à vida. Ficava no telefone quase 24h. A gente não é médico, não tem essa ciência, mas até o último dia que fui ao hospital tirar o cateter… Agradeço a todos os médicos, doutor Marcelo (Soares), (Márcio) Tannure e agradeço em especial ao Bassan (Fernando). Foi uma parada que me surpreendeu. Quando tirei o cateter indo para casa, o Bassan se emocionou e meio que chorou, e eu perguntei: “Por quê?”

— Ele me falou: “Muitas pessoas estavam achando que seria simples sua cirurgia, e eu estava com medo de dar a notícia que você não ia poder jogar mais futebol”. Porque talvez eu teria que tirar o rim porque estava numa situação grave, só que eu não sabia. Agradeço a Deus por mais essa oportunidade de me deixar fazer o que mais gosto na vida — disse Gerson.

Em fevereiro, Gerson foi internado após sentir fortes dores abdominais. No hospital, o volante do Flamengo recebeu o diagnóstico de hidronefrose — dilatação do rim potencialmente grave. O inchaço na região acontece quando a urina não consegue passar para a bexiga e se acumula no rim, prejudicando o funcionamento do órgão. No início de março, como citado, o camisa 8 precisou passar por cirurgia. O procedimento foi considerado um sucesso, e Gerson retornou aos treinamentos pouco mais de um mês depois.

Primeiro gol no ano e liderança no vestiário

Na última quarta-feira (15), o Flamengo goleou o Bolívar por 4 a 0, no Maracanã, em jogo válido pela penúltima rodada do Grupo E da Copa Libertadores. Principal destaque do Mais Querido em campo, Gerson balançou as redes logo após o pontapé inicial e abriu os caminhos para o recital rubro-negro.

Foi o primeiro tento do camisa 8 no ano, e ele não poderia ter saído em melhor hora. Afinal, trouxe tranquilidade para o Flamengo em duelo decisivo na Libertadores. Caso não vencesse os bolivianos no Maracanã, o clube da Gávea se complicaria no grupo e colocaria em risco a classificação.

— Estava na hora de fazer um golzinho (risos), mas o principal é ajudar a equipe. Passei um momento difícil, mas sempre me coloquei à disposição para ajudar o mais rapidamente possível. Cada vez melhor, diria que quase 100% já. A gente como jogador pensa em se machucar no trabalho. Pode acontecer uma lesão do trabalho, mas acabei tendo um problema de saúde em que não tinha muito o que fazer porque já nasci assim.

Na noite da última quinta-feira (16), a FLA TV divulgou o vídeo de bastidores da vitória rubro-negra sobre o Bolívar. Nas imagens de vestiário, Gerson aparece motivando o elenco durante discurso de preleção. O volante e capitão da equipe enaltece a qualidade do plantel flamenguista e pede atenção redobrada aos companheiros.

— No jogo do final de semana (contra o Corinthians), fomos o Flamengo. É assim que o Flamengo joga, fora e dentro de casa. O jogo lá foi f… Quem ainda estava lá sabe que foi difícil para c… Quem estava lá sabe ainda mais. Aqui não tem altitude. Vamos entrar para matar os caras. Leal, claro, mas com atitude pra c… Quem comanda o jogo somos nós. São 100 minutos de jogo, 100 minutos na alta intensidade. Tem oportunidade de matar os caras? Mata os caras. Mata os caras porque lá eles fizeram gente sofrer. Hoje vai ser o contrário, a gente vai fazer eles sangrarem.

Próximos jogos do Flamengo

  • Amazonas x Flamengo — Copa do Brasil — 22/05
  • Flamengo x Millonarios — Copa Libertadores — 28/05
  • Athletico-PR x Flamengo — Campeonato Brasileiro — 02/06
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo