Brasil

O Fluminense estreia no Maracanã em 2024 com a esperança de repetir o ano que passou

Depois de ter o melhor ano de sua história no Maracanã em 2023, Fluminense estreia em sua casa em 2024 pelo Carioca e quer manter lua de mel com torcida e estádio

Quando subir ao gramado do Maracanã às 21h30 (de Brasília) para enfrentar o Sampaio Corrêa-RJ pelo Campeonato Carioca, o Fluminense terá ótimas lembranças. O ano mágico de 2023 foi o melhor do Tricolor no estádio em sua história, com uma inesquecível página: a conquista da Libertadores em sua casa.

O jogo da noite desta quinta-feira (8) nem de longe tem o mesmo apelo dos embates que o Flu teve no Maracanã em 2023. Mas serve de preparação para a primeira noite épica que o estádio deve receber em 2024: a final da Recopa Sul-Americana, contra a algoz LDU.

Fluminense viveu ano mágico em 2023 no Maracanã - Foto: Icon sport
Fluminense viveu ano mágico em 2023 no Maracanã – Foto: Icon sport

Antes de disputar mais uma final continental, o Tricolor tem o Campeonato Carioca pela frente. Líder da competição até aqui, não seria nada mal manter o aproveitamento de mais de 72% como mandante no estádio como teve em 2023.

Rival da noite, o Sampaio Corrêa-RJ também é um estreante para o Fluminense. Os dois clubes nunca se enfrentaram. Pela primeira vez na Série A do Carioca, o time do distrito de mesmo nome na cidade de Saquarema é o azarão.

Fluminense terá titulares e provável estreia de Douglas Costa

Como parte do planejamento com foco na Recopa, o Fluminense terá seus titulares no jogo contra o Sampaio Corrêa. A ideia de Fernando Diniz e sua comissão técnica é ter ao menos três partidas com o time completo antes da final sul-americana.

O Flu também deve ter a estreia de Douglas Costa. O atacante está relacionado, vai para o banco de reservas e pode fazer seu primeiro jogo com a camisa tricolor. Um dos reforços que ainda não jogou, o jogador usará o número 90 no clube.

Quem também deverá fazer uma “estreia” é Renato Augusto, que nunca jogou no Maracanã pelo Fluminense. O meia também está relacionado mas deve seguir no banco de reservas. A tendência é que o Flu comece o jogo com Fábio, Guga (Samuel Xavier), Thiago Santos, Felipe Melo e Marcelo; André, Martinelli e Ganso; Arias, Keno e Cano.

Fluminense teve melhor ano de sua história no Maracanã em 2023

O Fluminense encerrou 2023 como o melhor ano de sua história no Maracanã. Desde a inauguração do Maior do Mundo, em 1950, apenas uma temporada teve aproveitamento superior a atual. A diferença percentual, entretanto, é compensada em taças: em seu estádio, o Tricolor conquistou a Taça Guanabara, o Campeonato Carioca e a Libertadores da América.

Foram 37 jogos no Maracanã em 2023, com 24 vitórias, oito empates e apenas cinco derrotas. Um aproveitamento de 72,1%, e só um revés para alguma equipe de fora do Rio de Janeiro, justamente o Grêmio, o último adversário do ano. Até ali, o Flu só perdera clássicos para Botafogo e Flamengo em seus domínios.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Fluminense F.C. (@fluminensefc)

A melhor marca desde 1950 segue sendo a de 1957. Naquele ano, o Fluminense disputou 27 partidas, com 19 vitórias, quatro empates e quatro derrotas. O aproveitamento foi de 75,3%.

É importante salientar que o Maracanã fechou três vezes no século XXI. Em 2005 e 2006, para o Pan-2007, no Rio, o Tricolor pouco atuou no estádio, assim como em 2010, ano em que o Flu foi campeão brasileiro. Desta vez, o fechamento foi para obras para a Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil. Em 2010 e 2012, o Fluminense foi campeão brasileiro atuando a maioria dos jogos no Estádio Nilton Santos.

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo