Brasil

Personalidades prestigiam velório de Apolinho na sede social do Flamengo

Ex-jogadores, sejam eles do Flamengo ou não, comunicadores e figuras do esporte mais popular do Brasil estiveram na Gávea para um último adeus a Apolinho

Horas após falecer durante o jogo entre Flamengo e Bolívar, Washington Rodrigues, o Apolinho, foi velado no Rio de Janeiro. A cerimônia aconteceu na Gávea, sede social do Flamengo, e contou com diversas personalidades que permeiam o esporte mais popular do país.

A Trivela também esteve presente no local, não apenas para prestigiar esse ícone da comunicação, mas para colher depoimentos e ouvir histórias de quem o conhecia.

Membros da diretoria do Flamengo marcam presença

Da alta cúpula, somente o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, não compareceu à sede social do Flamengo. Rodolfo Landim, Rodrigo Dunshee, Bruno Spindel e outros membros estiveram na Gávea para prestar suas condolências ao ídolo Apolinho. O diretor-executivo de futebol, inclusive, falou com a reportagem de maneira exclusiva.

Personalidades que conheceram Apolinho

Outras presenças importantes acabaram sendo registradas pela reportagem, como o caso do treinador Joel Santana e do ex-presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello. Ambos falaram com muito carinho sobre Apolinho, seus bordões e palavras queridas por muitos. Em determinado momento, a sede da Gávea esteve repleta de personalidades.

Joel Santana observa o caixão com sentimento de apreensão (Foto: Gui Xavier/Trivela)

Luiz Penido, o mais emocionado

Por mais que a família de Apolinho estivesse presente, sem dúvida, para lamentar o seu falecimento, ninguém parecia mais emocionado do que Luiz Penido. Penidão era companheiro de bancada do comunicador há muito tempo e estava narrando a goleada do Flamengo sobre o Bolívar no momento em que soube da morte do amigo. Visivelmente emocionado, ele passou palavras fortes à reportagem.

Depois de todas as homenagens, que incluíram até o hino do Flamengo, clube do coração do mestre Apolinho, o caixão foi selado e deixou a Gávea por volta das 16h (de Brasília). Os familiares seguiram para o Cemitério São João Baptista, em Botafogo, onde esse ícone do jornalismo brasileiro será enterrado, em cerimônia privada.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

É repórter na cobertura do Flamengo há três anos, com passagens por Lance! e Coluna do Fla. Fã de Charlie Brown Jr e enxadrista. Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida!
Botão Voltar ao topo