Brasil

Política do Flamengo ferve com indicação de Landim à sucessão do cargo

Atual presidente, Landim não poderá se reeleger e, por isso, apontou um sucessor em jantar na última terça-feira (18)

A eleição do Flamengo acontecerá apenas em dezembro, mas os primeiros capítulos já começam a se desenrolar. Depois de Maurício Gomes de Mattos deixar o cargo de vice de embaixadas e consulados para se candidatar à presidência, o atual mandatário, Rodolfo Landim, escolheu seu sucessor. Trata-se de Rodrigo Dunshee de Abranches, vice geral e jurídico do clube.

A escolha aconteceu em um jantar de apoiadores na última terça-feira (18), na Barra da Tijuca. A informação foi divulgada primeiro pelo portal GOAL e confirmada pela Trivela.

Dúvida sanada

A tensão que pairava no ar da Gávea foi resolvida. Como Maurício Gomes de Mattos era o único a se colocar como pré-candidato, muitos esperavam a movimentação de Landim para entender os próximos passos. A escolha de Dunshee não foge totalmente do padrão, mas, de certa forma, divide a base aliada do Flamengo.

Atual presidente, Landim estava dividido entre o seu vice geral e Luiz Eduardo Baptista, o BAP, presidente do Conselho de Administração. O renegado não será oposição, mas vem com sua chapa formada por apoiadores do mandatário que não estão conforme a indicação de Dunshee.

A reportagem apurou que ele se articula com parte do antigo grupo SOFLA, nomes como Ricardo Lomba, Pedro Iooty e Bruno Barki.

Landim, por sua vez, tenta o apoio de personagens importantes da Chapa Azul, vertente forte nos bastidores. Nomes que incluem Gustavo Oliveira, atual vice de marketing do Flamengo, Wallim Vasconcellos, Cláudio Pracownik e Gony Arruda.

Gustavo e Gony estão fechados para estarem entre as principais figuras da chapa de Dunshee de Abranches.

O mandatário também realizou uma movimentação importante no jantar: se colocou como candidato à presidência do Conselho Deliberativo do Flamengo. Mesmo estando no poder por seis anos, a mudança não é proibida e pode fazer com que Landim se mantenha em evidência nos bastidores. Atualmente, o cargo é ocupado por Antônio Alcides.

Landim se movimenta nos bastidores pensando na eleição (Foto: Antonio Pereira/AGIF/Sipa USA) – Photo by Icon Sport – Photo by Icon Sport

Oposição promete força

Com a situação se movimentando, a oposição rubro-negra se articula para tentar bater de frente com Landim e companhia. Será uma tarefa complicada, já que o grupo do atual presidente se mantém no poder desde 2019, com trabalho financeiro impecável. O que não deve faltar, segundo Walter Monteiro, um dos líderes do grupo, é um candidato forte.

Consoante ao que foi falado nas redes sociais, a oposição deve ter apenas um candidato, buscando se aproveitar da divisão entre Dunshee e BAP. E a possível SAF, citada por Landim e membros da oposição, foi rechaçada pelos dois candidatos da base eleitoral do atual presidente. Esse é um tema que, pelo menos por agora, parece estar em um horizonte mais distante.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme XavierSetorista

Jornalista formado pela PUC-Rio. Da final da Libertadores a Série A2 do Carioca. Copa do Mundo e Olimpíada na bagagem. Passou por Coluna do Fla e Lance antes de chegar à Trivela, onde apura e escreve sobre o Flamengo desde 2023.
Botão Voltar ao topo