Brasil

A dupla brilhou: Paulinho desencanta, Hulk marca o 100° dele e Atlético-MG vence o América-MG

Assim como em 2023, Paulinho e Hulk brilharam na Arena MRV pela primeira vez em 2024 e o Atlético garantiu vantagem contra o América

Pela primeira vez na temporada, a dupla Hulk e Paulinho brilhou em conjunto, assim como em 2023, e o Atlético-MG bateu o América-MG na primeira partida da semifinal do Campeonato Mineiro. O camisa 10 deixou o primeiro dele no ano, enquanto o camisa 7 chegou ao 100° gol com a camisa atleticana, completando assim um resultado crucial para o Galo.

Além do brilho dos dois atacantes, o Atlético apresentou um futebol melhor. Muito longe ainda do ideal que podemos ver do time, mas já foi uma evolução com relação ao que (não) jogou na primeira fase. O Galo, no entanto, segue com problemas quando o adversário se fecha, mostrando extrema dificuldade de criar algo nessas situações.

Com a vitória, o Atlético inverte a vantagem que era do América e agora só precisa empatar para chegar a mais uma decisão do Mineiro, sonhando assim com o pentacampeonato.

Paulinho desencanta e ‘salva’ o Atlético no primeiro tempo

Artilheiro do Campeonato Brasileiro e do Atlético na última temporada, Paulinho ainda não havia conseguido balançar as redes nos sete jogos que havia feito na temporada. E não foi por falta de oportunidades, já que ele teve chances claras para marcar. Mas o atacante conseguiu acabar com o jejum contra o América, salvando o Galo no fim do primeiro tempo.

O Atlético fez um primeiro tempo bom, melhor do que vinha apresentando na temporada até então, mas faltou conseguir aproveitar melhor as chances que apareciam. O Galo foi um time de muita intensidade nos 15/20 primeiros minutos, mas sem conseguir acertar o gol nos lances.

Depois disso, o América conseguiu se organizar e se fechou, e aí o time de Felipão demonstrou não saber como fazer para furar o bloqueio americano. Para piorar, além de fazer o torcedor atleticano ficar irritado pelo time não conseguir criar nada mesmo estando com a bola praticamente todo o tempo, o Coelho criou duas grandes oportunidades em sequência que tiraram o torcedor do sério. Em uma delas, inclusive, só o próprio Matheusinho para explicar como ele perdeu o gol estando sozinho, na marca do pênalti e sem goleiro no gol.

Então apareceu o salvador Paulinho. Quando a torcida já estava chiando e ensaiando vaias para alguns jogadores e para Felipão, Arana tabelou com Hulk e cruzou rasteiro para a área, onde Paulinho apareceu para bater para o gol e tirar o Galo do sufoco — e o jejum dele também.

Hulk completou a festa no segundo tempo

O América voltou melhor e tendo mais a bola para o segundo tempo, inclusive quase marcando já nos minutos iniciais. O Atlético então respondeu exigindo uma grande defesa de Dalberson em cabeçada de Jemerson. Mas a tarde na Arena MRV estava reservada para os artilheiros.

Aos 25 minutos, após uma bate-rebate na área, Hulk aproveitou para driblar o zagueiro e soltar o pé de direita, estufando a rede e chegando assim ao 100° gol dele com a camisa do Atlético, aliviando mais uma vez o Galo, que estava arriscando sofrer o empate.

Primeira vitória de Felipão em clássicos

Depois de três empates contra o América e duas derrotas para o Cruzeiro, o técnico Felipão conseguiu a primeira vitória dele em clássicos comandando o Atlético. Ele terá a chance de vencer mais uma na próxima semana, além de, caso avance, encarar possivelmente o Cruzeiro na decisão.

O treinador segue ainda em baixa com a torcida, que o vaiou no anúncio das escalações e ensaiava xingamentos quando o Atlético abriu o placar no fim do primeiro tempo.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo