Brasil

Exclusivo: António Oliveira chama Fausto Vera de ‘inimigo do grupo’

Em contato exclusivo com a Trivela, o treinador corintiano rebateu as críticas feitas pelo meio-campista

António Oliveira classificou o volante Fausto Vera como um dos inimigos do grupo no Corinthians. Em contato exclusivo com a Trivela, o treinador corintiano rebateu as críticas feitas pelo meio-campista, que se disse injustiçado pelo técnico português por conta da ausência de oportunidades nesta temporada. 

— A melhor forma de conhecer as pessoas é quando as coisas não ocorrem como a gente quer, e nestes últimos dias temos conhecido os verdadeiros inimigos de um grupo. Existem algumas coisas que me preocupam nas pessoas. Nesse caso em específico, a falta da verdade — disse António Oliveira à Trivela.

O comandante do Timão ainda revelou que foi procurado pelo próprio atleta na semana do clássico contra o São Paulo, no dia 16 de junho, recebendo pedido para que não o escalasse.

— Necessito esclarecer que o atleta Fausto Vera, às vésperas do clássico contra o São Paulo, me procurou e me disse diretamente que não queria fazer o seu sétimo jogo no Brasileirão, por estar focado em uma transferência para outra equipe brasileira [Atlético-MG]. Me surpreende também a falta de respeito do Fausto Vera em relação aos seus companheiros, mas somente posso controlar aquilo que depende de mim — completou o técnico. 

Fausto Vera nega ingratidão com o Corinthians

Nesta quinta-feira (27), Fausto, em entrevista ao UOL Esporte, negou que tenha sido ingrato com o Timão e reclamou que não vinha sendo usado desde o começo da temporada, na qual boa parte dela o clube alvinegro foi dirigido por António Oliveira, contratado no início de fevereiro para substituir Mano Menezes. 

— Sempre treinei bem no Corinthians, sempre grato ao clube, vestindo a camisa com honra e fazendo meu melhor dentro e fora de campo. O Corinthians me comprou e tem uma dívida com o clube anterior. Como não estou sendo utilizado desde o começo do ano, chegou uma proposta interessante para mim e para o clube, com dinheiro interessante de um clube que o treinador me conhece e me quer no time para ajudar. Não estou saindo de maneira errada. Estou ajudando o clube. Não estou sendo utilizado, deixo um dinheiro para diminuir a dívida. Fico muito tranquilo e queria transmitir ao torcedor que não é verdade tudo que se fala — afirmou Vera.

— Quando apareceu a proposta do Atlético-MG, conversei com treinador e diretoria. Chegamos a um acordo que eu ficaria fora dos jogos para a diretoria resolver o assunto da venda. Porque para ela também é bom, dinheiro bom por um jogador não utilizado e que tem dívida grande. Quero esclarecer essa situação. Me colocam como ingrato, e é o contrário. Sempre vou ser grato e é um orgulho vestir essa camisa — destacou o volante. 

António contesta entrega de Fausto pelo Timão 

Porém, o treinador corintiano não concorda com o jogador argentino. Para ele, além da qualidade técnica, também faltou caráter e comprometimento de Vera enquanto atleta do Corinthians. 

— Também gostaria de ressaltar que enquanto treinador prezo em minha equipe por jogadores que, além da qualidade técnica, sejam pessoas de caráter e comprometidas com o time. Tinha à disposição para a posição do atleta Fausto Vera no começo do Brasileirão, três jogadores que, além das suas qualidades técnicas diferentes, mostraram sempre, diariamente, em nossos treinamentos, muito esforço e dedicação: Moscardo, Raniele e Bidon — destacou Oliveira. 

— Além de Maycon, que depois se lesionou e voltará apenas em 2025, e Paulinho, que é ídolo, multicampeão e se despediu do clube. Esses possuem valores e princípios de comprometimento com a causa corintiana — adicionou. 

António ressaltou que foi dada oportunidade para todos os jogadores do elenco e que os mais comprometidos ganharam um número maior de oportunidades até mesmo em relação aos mais qualificados tecnicamente. 

— Penso que no Corinthians só pode estar quem de fato está comprometido com os desafios da grandeza da instituição. Em minhas equipes as oportunidades são dadas a todos os jogadores, mas atuam mais vezes aqueles que nitidamente se esforçam, se comprometem e se entregam a nossa causa, independentemente das preferências de jogo de minha parte — concluiu o treinador. 

Fausto Vera está próximo do Atlético-MG

O Galo fez uma proposta ao Timão para comprar os 70% dos direitos econômicos que o Corinthians possui do volante argentino por 4 milhões de dólares (R$ 22 milhões, na cotação atual).

A oferta fez com que o clube mineiro superasse o Boca Juniors, da Argentina, que tentou a aquisição de 50% dos direitos do meio-campista por 2 milhões de dólares (R$ 11 milhões). 

Como o Corinthians possui uma dívida na casa de R$ 20 milhões com o Argentinos Juniors, clube que Fausto Vera jogava antes de vestir a camisa alvinegra, o negócio com os atleticanos foi considerado mais vantajoso, pois o clube alvinegro conseguiria quitar a pendência que possui com os bichos colorados. 

A contratação de Fausto pelo Atlético-MG foi um pedido do técnico Gabriel Milito, que trabalhou com o jogador no Argentinos. 

Enquanto o negócio não é oficializado, o volante segue fazendo alguns trabalhos físicos no Timão, mas em horários separados aos treinamentos do elenco profissional. Na terça-feira (25), ele se despediu dos atletas e funcionários corintianos no CT Joaquim Grava.

Foto de Fábio Lázaro

Fábio LázaroSetorista

Nascido em Santos, criado em São Vicente e entregue à São Paulo. Na Trivela desde junho de 2024, como setorista do Corinthians. Passagem pelo Lance! entre fevereiro de 2020 e maio de 2024, onde cobriu Santos e Corinthians. Por lá, também coordenou pautas e estratégias digitais. Atualmente, também é repórter na rádio 9 de Julho, comentarista no programa Esporte por Esporte, da TV Santa Cecília, e narrador freelancer.
Botão Voltar ao topo