Brasil

Como joga José Cifuentes, volante equatoriano que se aproxima do Cruzeiro

Ainda jovem, José Cifuentes, de 24 anos, disputou a Copa do Mundo de 2022 pela Seleção do Equador e atualmente defende o Rangers, da Escócia

O Cruzeiro trabalha na montagem de seu elenco para a temporada 2024 e com diversas lacunas no elenco, procura atletas que se encaixem no perfil de contratações buscados no clube. Após as diversas negativas do América-MG em negociar o volante argentino Emmanuel Martínez, de 29 anos, o time celeste voltou suas atenções para outro nome da mesma posição, o equatoriano José Cifuentes, de 24 anos, que defende o Rangers, da Escócia.

A ideia do Cruzeiro é contratar o jogador por empréstimo com opção de compra, modelo de negociação que tem sido escolhido pela diretoria celeste para adquirir jogadores que são mais caros ou incógnitas, como foi o caso de Matheus Pereira e Gabriel Veron. O time mineiro também costuma adotar a prática na hora de buscar reforços para as categorias de base. A Trivela produziu um material especial para que a torcida cruzeirense conheça mais sobre o atleta.

Quem é José Cifuentes?

Hoje, José Cifuentes vive um período de baixa em sua carreira, o que possibilita que o Cruzeiro tente sua contratação, visto que não é tarefa fácil tirar um jogador ainda jovem, com margem de evolução, da Europa. Apesar disso, o momento ruim não resume a carreira do equatoriano, que tem ótimos feitos em sua curta carreira.

Revelado pela Universidad Catolica, o volante estreou como profissional em 2016, quando tinha apenas 17 anos. Mesmo tão jovem, sua primeira temporada foi impressionante. Ele disputou nove jogos e marcou sete gols, sendo quatro deles numa mesma partida, tornando-se titular rapidamente.

Apesar do bom desempenho, suas chances diminuíram na temporada seguinte e ele acabou emprestado ao América de Quito, onde atuou entre 2017 e 2019, sendo sua melhor temporada a última, quando fez 19 jogos e marcou um gol.

O bom momento de Cifuentes o credenciou às seleções de base do Equador, tendo ele disputado o Sul-Americano e o Mundial sub-20, ambos no ano de 2019, sendo campeão do torneio continental como peça chave da equipe.

Em 2020, se mudou para os Estados Unidos, para defender o Los Angeles FC (LAFC). Lá, viveu ótimos momentos, sendo peça importante na equipe que venceu a Major League Soccer em 2022. Na temporada em questão, José Cifuentes marcou sete gols e deu oito assistências em 39 jogos.

O melhor momento da carreira de José Cifuentes aconteceu no LAFC, dos Estados Unidos, onde atuou ao lado de lendas como Giorgio Chiellini
O melhor momento da carreira de José Cifuentes aconteceu no LAFC, dos Estados Unidos, onde atuou ao lado de lendas como Giorgio Chiellini – Foto: Icon Sport

A grande temporada fez com que o jogador fosse convocado para a Copa do Mundo de 2022, tendo jogado dois jogos na competição, contra Catar e Senegal, vindo do banco de reservas em ambos.

O jogador começou 2023 no LAFC, mas logo foi comprado pelo Rangers, da Escócia, onde jogou apenas o segundo semestre do ano. Na Europa, José Cifuentes não conseguiu ter impacto imediato e perdeu espaço no time. Isso fez com que a equipe escocesa aceitasse negociá-lo por empréstimo.

Como joga José Cifuentes?

Destro e tendo 1,76m, José Cifuentes é um jogador que atua como volante, tendo a capacidade de ser o primeiro ou segundo homem, se sentindo melhor atuando mais avançado, com liberdade. No Rangers, o equatoriano apareceu mais como o homem pelo lado direito do meio de campo da equipe, que atuava com três jogadores no setor.

Mapa de calor de José Cifuentes no ano de 2023
Mapa de calor de José Cifuentes no ano de 2023 – Foto: WyScout

Apesar de ser um volante, Cifuentes tem temporadas goleadoras na carreira e bons números de assistências, o que reforça sua boa capacidade de leitura de espaços e chegadas na área. Ainda assim, as recuperações de bola e marcação são as suas principais qualidades. Mesmo se destacando pela força, não se trata de um jogador sem intimidade na hora de jogar e fazer jogar.

O equatoriano tem bom passe e mobilidade, o que somado ao seu poderio físico, o transforma em um motorzinho, que ajuda seu time a progredir no gramado, ofensivamente. Não se trata de um construtor, mas um jogador que leva a bola ao ataque e passa para o o armador. Podemos compar seu estilo de jogo com o do também equatoriano Moisés Caicedo, do Chelsea, levando em conta as devidas prateleiras onde cada um deles se encontra.

Por unir essas qualidades, imagina-se que a posição ideal para o jogador seja como um segundo homem, já que ele consegue cobrir grandes áreas do campo, sem deixar a desejar tanto defensiva, quanto ofensivamente. Se chegar ao Cruzeiro, Cifuentes poderá fazer uma dupla de meio de extrema intensidade com o argentino Lucas Romero, sendo ambos jogadores físicos e incansáveis, mas que sabem sair jogando. Isso possibilitaria que a Raposa fizesse uma marcação cerrada sobre os adversários, abrindo espaço para avanços rápidos em contra-ataques no caso de recuperações de bola.

Elemento surpresa

José Cifuentes se mostra bastante presente no setor ofensivo, o que é algo a se destacar em seu jogo. Mesmo sendo um volante e não tendo vivido grande fase no Rangers, o jogador sempre foi um elemento surpresa no ataque, tendo finalizado 65 vezes nos 46 jogos em que defendeu americanos e escoceses no ano de 2023. A pontaria não estava tão em dia, é verdade, ele marcou apenas dois gols, mas sua vocação ofensiva abre um leque de opções para Nicolás Larcamón, treinador do Cruzeiro.

Das suas 65 finalizações no ano de 2023, 26 foram de dentro da grande área, 39 de fora e 20 foram em direção ao gol. Um dos gols marcados foi de fora e outro de dentro da área. É importante ressaltar, ainda, que dez dessas tentativas foram de cabeça. Todos os dados presentes na matéria são da plataforma especializada WyScout.

Mapa de finalizações de José Cifuentes no ano de 2023
Mapa de finalizações de José Cifuentes no ano de 2023 – Foto: WyScout

Cifuentes ainda se mostrou presente na linha de fundo do lado direito, de onde cruzava em algumas oportunidades. Apesar de aparecer pelo lado esquerdo, neste lado ele normalmente se desfazia da bola, cruzando ou passando, ainda da intermediária.

Com a bola nos pés, o meio-campista equatoriano se mostra um jogador objetivo, que prefere dar passes em progressão do que organizar o jogo tocando de lado.

Marcação

Destacando suas qualidades marcando, podemos citar o papel importante de Cifuentes na pressão durante a saída de bola dos adversários, onde costuma recuperar muitas bolas. Além disso, o volante mostra uma grande combatividade em todo o campo, ganhando a posse por todos os setores. Por se tratar de um jogador mais avançado que um “camisa 5” propriamente dito, seus melhores números acontecem na região central ou no último terço, o que o torna uma peça importante para impedir que os adversário cheguem em zonas avançadas, de maior perigo para suas equipes.

Mapa de recuperações de José Cifuentes no último terço do campo
Mapa de recuperações de José Cifuentes no último terço do campo – Foto: WyScout
Mapa de recuperações de José Cifuentes em 2023
Mapa de recuperações de José Cifuentes em 2023 – Foto: WyScout

Volante é conhecido de Nicolás Larcamón

Mesmo nunca tendo comandado José Cifuentes, Nicolás Larcamón conhece o jogador dos tempos que treinava o León, do México. O jogador equatoriano fazia parte do time do LAFC que perdeu a final da Concachampions de 2023 para a equipe de Nico, tendo atuado nos dois jogos da final, sendo titular no primeiro e vindo do banco de reservas no segundo.

Esse conhecimento prévio e as características do jogador abrem margem para a ideia de que se chegar ao Cruzeiro, José Cifuentes terá papel importante na equipe. Nico deixou claro que gosta de times intensos, que se impõe em campo, e uma dupla de volantes formada por Romero e Cifuentes poderia entregar precisamente isso, sem perder qualidade técnica, principalmente pelo fato de Larcamón gostar de suas equipes construindo jogadas com passes de pé em pé.

Se confirmada, a contratação de José Cifuentes será uma boa aposta e o empréstimo reduz os riscos do negócio. Trata-se de um jogador jovem, mas já com boa experiência e rodagem, além de ser conhecido do treinador Larcamón. Além disso, o meio de campo do Cruzeiro carece de boas opções e, se recuperar seu bom futebol, vide suas características, boas para o futebol brasileiro, o equatoriano tem tudo para se tornar um jogador importante para a Raposa neste ano de 2024.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo